20% das empresas americanas são zumbis. Brasil segue a moda?

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • 1/5 das empresas americanas são zumbis

  • No caso, essas empresas possuem mais débitos do que créditos

  • Caso brasileiro, considerando a inadimplência, também é desolador

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

20% das empresas americanas são zumbis. Dessa maneira, a cada cinco companhias norte-americanas, uma não possui viabilidade financeira. Cenário econômico atual apenas agrava o problema. No Brasil, a situação das empresas também é precária, incluindo a inadimplência.



Nos EUA, uma a cada cinco empresas custa mais do que ganha para operar.

Porém, o problema não é apenas esse: a maneira como essas empresas continuam ativas é assustador: através de empréstimos facilitados.



Tudo indica que o problema pode estourar num futuro próximo, com consequências graves para a economia americana.

No Brasil, não é tão fácil para as empresas contrair empréstimos. Porém, elas também apresentam problemas sérios.

Se você tem interesse fazer trades, confira o canal de sinais de trade da BeInCrypto no Telegram! É gratuito!

Empresas americanas em modo zumbi

De acordo com o gráfico fornecido pela Axios, cerca de 19% das empresas americanas são zumbis. Porém, como o número está numa crescente, é provável que ele alcance os 20% ainda em 2020:

O fenômeno das empresas zumbi entrou no radar dos investidores americanos recentemente. Isso acontece porque empresas falidas, como a HERTZ, estão “bombando” nas bolsas de valores dos EUA.

Tecnicamente, o termo “empresa zumbi” designa as empresas cujo custo de serviço das dívidas (debt servicing cost) é superior aos lucros que a empresa consegue produzir. Dessa forma, a maneira pela qual essas empresas conseguem se manter é através dos empréstimos “descontrolados”.

Um dos principais motivos que justificam a contração de empréstimo atrás de empréstimo, por essas companhias, é o valor dos juros atuais nos EUA. Lá, atualmente, os juros estão próximos a zero, o que garante empréstimos a juros baixos para as empresas.

Assim, com a injeção contínua de estímulos trilionários na economia americana, tudo indica que o fenômeno irá continuar, no futuro próximo.

E no Brasil?

No Brasil, não há dados consolidados sobre a situação das empresas zumbi.

Porém, no que concerne ao inadimplemento das empresas, a estatística mais recente (2019), publicada pelo Serasa Experian, revela a situação atual.

Desse modo, cerca de 6,1 milhões de empresas estão com dívidas consolidadas, de acordo com a entidade. O aumento foi de 9% em relação a 2018.

É de se esperar que, com a pandemia provocada pelo novo coronavírus (COVID-19), a estatística vai ficar ainda pior.

Outro problema, no Brasil, é o fato de que as empresas não estão recebendo o capital injetado na economia brasileira para esse fim. Assim, os bancos estão represando os valores, com medo da inadimplência.

Porém, quando saírem as estatísticas consolidadas da crise do COVID-19, certamente haverá um aumento significativo da deterioração da situação financeira das empresas nacionais.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá