2,3 bilhões de XRP são postos à venda e cresce temor de dump após valorização de 115%

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • XRP acumula mais de 115% de valorização na semana

  • Analistas começam a ver forte pressão de venda nas exchanges

  • Temor de dump da moeda da Ripple começa a ser especulado

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A valorização da XRP já passa de 115% na semana. No entanto, a movimentação de moedas em direção a exchanges já faz crescer o temor de um possível dump.



Uma única transferência movimentou 40 milhões de XRP para a Bitstamp. A transação equivalente a quase US$ 30 milhões foi flagrada pelo Whale Alert.

A transferência faz parte de uma grande onda de depósitos de XRP em corretoras. Investidores parecem, assim, buscar liquidar seus ativos para aproveitar a forte valorização pela qual passa a moeda da Ripple.

A XRP subiu 80% durante o fim de semana e logo atingiu 100% de valorização. Nesta terça-feira (24), o Coingecko já mostra um crescimento acumulado de mais de 115%. De cerca de US$ 0,27, a criptomoeda pulou para mais de US$ 0,62 em poucos dias. Já houve, no entanto, um recuo de US$ 0,71.

XRP recuou de US$ 0,71, mas ainda acumula mais de 115% de valorização na semana.

Segundo Philip Gradwell, economista-chefe da firma de análise Chainalysis, o fluxo de entrada de XRP em exchanges já é mais que o triplo do normal. No entanto, até o momento, a forte pressão de venda ainda não é suficiente para derrubar o preço do ativo.

O preço da XRP está disparando, levando a 2,3 bilhões de XRP enviados para exchanges desde sábado, 3,3 vezes a entrada média diária no ano passado, valendo quase US$ 1 bilhão quando enviado. Isso é muita pressão de venda, mas a demanda tem sido forte até agora, com intensidade média de trade duas vezes a média.

Volume de trade de XRP supera ETH

A quantidade de negociações de XRP tem sido tão alta a ponto de superar a ETH no par com o USDT, principal stablecoin do mercado. O valor impressiona também porque a ETH também vem de forte valorização. A criptomoeda da Ethereum já chegou a bater a marca de US$ 600.

XRP inverteu o volume diário de ETH contra o USDT hoje na Binance. US$ 1,586 bilhão para XRP, US$ 1,231 bilhão para ETH. Isso é loucura. A Binance também atingiu o maior volume da história hoje.

Ainda não está claro o motivo que leva à forte alta. Uma das possíveis razões, entretanto, seria a proximidade do airdrop de Spark, um token que permitirá usar XRP como garantia em contratos inteligentes.

Dump é questão de tempo?

No entanto, a subida repentina já começa a elevar os temores de um possível despejo no mercado. O influenciador digital e educador de cripto do canal IvanOnTech crê que o fenômeno conhecido como FOMO (do inglês fear of missing out, ou medo de ficar de fora) está provocando o pump. 

Para ele, trata-se de um sinal de que a alta tem um componente artificial que, em breve, poderá ser revertida. Mas, o ponto crítico ainda não teria chegado.

Dentistas ainda não estão falando sobre bitcoin. Está seguro para comprar, ainda estamos longe da máxima. Quando motoristas de Uber começarem o FOMO da XRP, será hora de despejar e sair.

Analistas, no entanto, ainda estão na dúvida sobre o quanto a criptomoeda da Ripple poderá subir antes de um eventual dump. Uma enquete com mais de 5 mil respostas mostra que muitos traders estão animados com uma valorização de 200 vezes.

A que preço você começará a vender parte ou todo as suas XRP?

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá