• Dólar volta a subir, após período de queda em comparação ao Real
  • Principal razão é o temor com o COVID-19 nos EUA e Europa
  • Reação do Dólar expõe a vulnerabilidade do Real

O Dólar voltou à casa dos 5 Reais. Após diversos dias de queda acentuada, o Dólar voltou a subir. Assim, há diversas razões para a valorização da moeda americana, incluindo o receio dos investidores com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Novamente, o Dólar volta a ficar cotado acima dos R$ 5.

A principal causa para a valorização da moeda está relacionada à pandemia do COVID-19. No exterior, o receio com a “volta” do coronavírus causou pânico no mercado, durante a tarde de ontem (11 de junho).

No Brasil, a situação do coronavírus ainda continua a mesma. Porém, o mercado brasileiro está seguindo a tendência estrangeira de queda.

Dessa maneira, é necessário entender quais são as 3 principais causas que estão afetando a cotação da moeda americana.

Razões pelas quais o Dólar voltou aos 5 reais

O Dólar americano vinha recuando, na comparação com o Real, há uma semana. Contudo, nos últimos dois dias, a moeda voltou a subir, com o temor dos mercados estrangeiros em relação ao COVID-19.

Porém, como explicar o retorno aos 5 Reais, já que diversos especialistas acreditavam que a moeda estava se encaminhando para os R$ 4,50?

Dólar é um ativo de proteção contra as crises

O Dólar americano é o principal ativo de proteção (safe haven) contra crises econômicas.

Dessa maneira, quando o mercado começou a se preocupar com o “retorno” do COVID-19, os investidores voltaram a comprar o Dólar.

Isso acontece sempre que o mercado fica receoso sobre a situação econômica global: os investidores apostam no Dólar, em detrimento das moedas mais fracas, como o Real.

Logo, se conclui que o Real sofre sempre que há qualquer instabilidade no cenário político-econômico global, mesmo que não tenha relação direta com os eventos.

Países desenvolvidos estão com medo do “retorno” do coronavírus

No Brasil, parece insensato falar no retorno do coronavírus. Por aqui, o vírus nunca se foi.

Porém, nos EUA e na Europa, a situação é diferente. Lá, aparentemente, a curva de contaminação pelo COVID-19 estava abaixando o que permitia a retomada das atividades econômicas.

Contudo, principalmente nos EUA, a reabertura veio com um novo aumento no número de infectados.

Isso acuou o mercado, que teme por consequências graves na hipótese de o COVID-19 retornar com força.

Além disso, o Presidente do FED, o BC dos EUA, afirmou que a recuperação econômica será lenta. Assim, os investidores “desanimaram”.

Bolsas desabaram no dia anterior

Todos os fatores aqui citados são conectados.

Por isso, o temor com a volta do coronavírus e o discurso de Jerome Powell sobre a recuperação lenta da economia americana afetaram a cotação do Dólar.

As Bolsas americanas, que vinham batendo recordes diários, tomaram um choque de realidade com as palavras do chairman.

Naturalmente, com o aumento das preocupações e o derretimento das bolsas americanas, o Dólar voltou à casa dos 5 Reais.

Nicolas Nogueira

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

Seguir o Autor

Quer saber mais?

Entre para o nosso Canal do Telegram e receba sinais de trade, um curso gratuito de trade e comunicação diária com entusiastas de cripto!

Esse site usa cookies.
Clique aqui para aceitar o uso desses cookies. Veja nossa Política de Cookies

Estamos discutindo isso em nosso Canal de Telegramas

Junte-se a

Sinais diários, análises Bitcoin e chat de traders. Junte-se ao nosso Telegram hoje!

Vamos lá

We are discussing it in our Telegram Channel

Join

We are discussing it in our Telegram Channel

Join