32 milhões de investidores podem estar prestes a comprar Bitcoin, revela pesquisa da Grayscale

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Gestora do maior fundo de criptomoedas do mundo realizou pesquisa sobre investidores

  • Mais da metade dos investidores do EUA planejam comprar Bitcoin

  • 32 milhões de pessoas podem estar prestes a entrar no mercado

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma nova pesquisa divulgada pela Grayscale revela que uma verdadeira avalanche de investidores se prepara para comprar Bitcoin pela primeira vez.



Um levantamento divulgado nesta terça-feira (27) mostra que 55% dos investidores dos EUA está interessado em comprar a criptomoeda. O crescimento é de 19 pontos percentuais em um ano. Em 2019, 36% diziam planejar comprar BTC.

O relatório indica, dessa forma, que apenas os EUA representam um potencial de 32 milhões de novos compradores de Bitcoin em 2020. Para 79%, o principal motivador seria a expectativa de valorização da moeda.



Segundo Grayscale, EUA tem potencial de dar 32 milhões de investidores para Bitcoin em 2020

Além disso, segundo 65% dos entrevistados, outro atrativo da criptomoeda é a possibilidade de iniciar com pouco e aumenta o investimento com o passar do tempo.

Em 2019, 59% indicavam essa vantagem, o que indica que cresce entre investidores a noção de frações de BTC. A divisão do Bitcoin em Satoshis, vale lembrar, é algo desconhecido até mesmo de um ex-presidente do Banco Central.

Investidores dizem que um dos motivos para investir no Bitcoin é a possibilidade de iniciar com pouco dinheiro

Bitcoin e pandemia da Covid-19

Além disso, a pesquisa da gestora do maior fundo de criptomoedas do mundo mostra que houve forte registro de compras em um ano. Dos que já investem em Bitcoin, 83% disseram ter adquirido algum valor em BTC nos últimos 12 meses.

O movimento teria sido provocado, em grande parte, pela crise econômica causa pela pandemia. Segundo a pesquisa da Grayscale, 69% das pessoas que investiram em 2020 disseram terem sido motivadas pela Covid.

Maioria dos investidores dizem que crise da Covid motivou compra de Bitcoin

O Bitcoin despencou de preço com a queda dos mercados tradicionais em março. No entanto, recuperou fortemente nos meses seguintes e é visto cada vez mais como concorrente do ouro como reserva de valor.

Não coincidentemente, a criptomoeda atingiu rentabilidade 1.600% superior à do índice de ações americanas S&P500. Além disso, o preço de US$ 13.000 não parece afugentar novos investidores. Em meio à alta de preço, houve novo recorde das chamadas baleias, que têm carteira com pelo menos 1.000 BTC.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá