48% dos brasileiros acham que criptomoedas são ilegais ou têm dúvidas sobre sua legalidade, aponta pesquisa

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • 48% dos brasileiros têm dúvidas sobre sua legalidade das criptomoedas

  • O seu uso em práticas ilícitas pode contribuir para a visão equivocada

  • Pesquisa foi desenvolvida para entender a opinião dos latino-americanos sobre tecnologias inovadoras

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma recente pesquisa sobre inovação na América Latina revelou que parte significativa da população ainda tem dúvidas sobre a legalidade de criptomoedas como o bitcoin.



A pesquisa foi encomendada pela organização Somos Innovación e produzida pela empresa Kampo Brasil, uma das principais consultorias de pesquisa independente da América Latina.

O estudo foi desenvolvido para entender a opinião dos latino-americanos sobre tecnologias inovadoras. Foram 5.000 pessoas entrevistadas no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México.



Desconhecimento sobre criptomoedas

O questionário testou o conhecimento dos entrevistados sobre a legalidade de serviços e produtos inovadores. Em uma pergunta específica, a pesquisa indaga se criptomoedas como Bitcoin e Ethereum são legais.

O resultado revelou que 48% dos brasileiros acham que criptomoedas são ilegais ou têm dúvidas sobre sua legalidade

Quando olhamos as estatísticas médias da América Latina, o número sobe para mais da metade (55%).

Fonte: Somos Innovación

O desconhecimento, no entanto, é maior do que a resposta equivocada de que criptomoedas são ilegais. Aqui no país, 33% não souberam responder a pergunta, enquanto 15% afirmaram que BTC e ETH são ilegais.

Apesar disso, o Brasil foi o único país da América Latina onde mais da metade das pessoas (52%) deram a resposta correta de que usar criptomoedas não infringe qualquer lei da legislação brasileira

Pirâmides financeiras em 2020

O uso das criptomoedas como meio de pagamento de práticas ilícitas, ou na promoção de pirâmides financeiras, contribue para a visão negativa dos criptoativos, que muitas pessoas acabam associando de maneira equivocada à fraudes.

Um relatório divulgado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), revelou que das 260 denúncias recebidas pela autarquia esse ano, 139 envolvem suspeitas de pirâmides financeiras.

O superintendente da CVM, Alexandre Pinheiro dos Santos, declarou que promover a educação financeira é essencial para frear os esquemas ilícitos. A fala aconteceu nesta terça-feira (8) no Congresso Internacional Planejar 2020, conforme noticiou o Valor Investe:

“Estamos com comunicações de indícios de crime e pirâmide em um grau nunca visto. É realmente necessário trabalharmos em cima desse tema, em especial quem atua no campo da orientação e educação financeira”.

Legalidade do Uber e Airbnb

De acordo com a pesquisa da Somos Innovación, não é apenas a legalidade das criptomoedas que suscitam dúvidas na população. Outros serviços inovadores, como por exemplo o Uber e o Airbnb, também não têm seu status legal esclarecido.

Dos entrevistados, 31% acreditam que o Uber é ilegal ou não tem certeza. 27% das pessoas pensam que alugar um quarto através de serviços como o AirBnB é ilegal, ou não souberam responder. No Chile, esse número aumenta para um terço dos entrevistados (34%).

Apesar disso, a pesquisa também revela que 84% são usuários de serviços e produtos derivados de ideias inovadoras.

No entanto, o número é menor entre os brasileiros (66%), e maior entre os colombianos, onde 90% afirmara fazer uso de produtos e serviços inovadores.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá