Nos momentos de instabilidade econômica que a sociedade brasileira vive atualmente, investidores enxergam a renda vindo das criptomoedas.

Quando comparado com outros tipos de investimentos tradicionais, 96% dos investidores do país já inseridos neste mercado, reconhecem que os criptoativos têm mais chances de dar rendimentos.

O levantamento foi feito pela BlueBenx, uma empresa brasileira especializada no mercado de criptomoedas, que entrevistou 310 investidores.

Entre os motivos que fazem os investidores depositarem suas economias nas criptomoedas, 66,3% acreditam que elas são mais vantajosas e rentáveis que ativos tradicionais, e 15,20% porque elas oferecem mais lucros que a renda fixa.

Outro motivo levado em consideração é o fato de que os criptoativos são acessíveis e não exigem que o investidor faça um investimento pesado para entrar nesse mercado.

Para 68% dos investidores, conseguir lucrar através das criptomoedas foi o principal motivo que os fizeram entra nesse mercado. Desse número, 91,6% viram a rentabilidade acontecendo de fato.

O medo de perder tudo permanece

Os investidores conhecem as características próprias das criptomoedas e sabem que a alta volatilidade dos ativos é uma realidade.

7 em cada 10 investidores de criptomoedas assumiram o medo de perder tudo algum dia.

Advertisement
Continue reading below

Já para 17,7% de quem investe, o medo é não obter o lucro esperado. Apenas 6,9% deles relataram não ter nenhuma preocupação.

Esse receio não é suficiente para assustar os investimentos de criptomoedas porque segundo o levantamento, a ideia da maioria é aumentar as apostas cada vez mais.

86% dos investidores pretende aumentar a carteira, e 47,10% já planejam fazer isso nos próximos três meses.

Criptomoedas vem chamando atenção dos investidores tradicionais

O bitcoin é considerado a criptomoeda mais importante de todas e está ganhando cada vez mais a simpatia dos investidores tradicionais.

Surge no mercado nacional novos fundos de investimentos que pretende facilitar a inclusão de investidores no meio cripto, principalmente daqueles que não querem lidar com exchanges.

O BeInCrypto noticiou no início desta semana o lançamento do primeiro fundo 100% em Bitcoin da gestora Hashdex.

A vinda de investidores tradicionais para a criptoesfera está ainda mais forte fora do Brasil, com empresas gigantes anunciando o investimento pesado no bitcoin, que hoje registra o preço de R$ 63.862,24.