Anúncios Falsos de Bitcoin no Facebook Usando Bilionário Serão Removidos

Compartilhar Artigo

Um juiz holandês ordenou que o Facebook remova anúncios falsos de Bitcoin usando a imagem do bilionário proprietário da franquia Big Brother, John de Mol.



O magnata holandês processou o Facebook depois que encontrou um esquema elaborado que usava seu rosto para enganar investidores de milhões de dólares. Na época, seu processo também havia solicitado que o Facebook evitasse a recorrência e exigia que a rede social entregasse detalhes dos golpistas para processo total.



Anúncios falsos de Bitcoin aprovados por celebridades

Segundo a Reuters, um tribunal de Amsterdã informou agora que o Facebook deve agir rapidamente ou enfrentará uma penalidade de 10.000 euros por cada vez que a imagem de De Mol aparecer na plataforma, até um máximo de 1,1 milhão de euros (cerca de US $ 1,2 milhão ).

O Facebook tentou inicialmente se livrar da culpa dizendo que era simplesmente um funil de informações de diversas fontes e não pode ser “obrigado a agir”. Uma alegação que o tribunal refuta veementemente observando que, como a rede possui uma política de precificação de anúncios, deve ter um sistema para rastrear anúncios antes de serem publicados.

“A empresa desempenha um papel muito ativo em relação aos anúncios, que formam seu principal modelo de negócios para argumentar isso.”

A plataforma de mídia social da Califórnia disse que leva a sério os casos de fraude de identidade e disponibilizaria seu formulário de denúncia de anúncios de fraude na Holanda no próximo mês.

“É do nosso interesse proteger nossos usuários contra fraudadores e, quando encontrarmos infratores, tomaremos medidas para interromper suas atividades, incluindo ações legais contra eles em tribunal “,

disse a empresa em comunicado.

Sem fim à vista

O uso de apoios falsos de celebridades para promover anúncios de fraude é recorrente na Holanda. Além disso, o Fraud Help Desk, uma agência holandesa de relatórios, recebeu relatórios de danos de mais de 1,7 milhões de euros em 2018.

Na época, esse número era subestimado, pois apenas alguns sites fraudulentos foram apreendidos e encerrados. Muitos investidores acabaram perdendo seu dinheiro suado com os golpistas. As celebridades que foram atacadas por esses golpes tiveram sua reputação manchada por um esquema em que não tinham mão.

Além do sucesso legal de Mol, a maioria dos casos geralmente não é contabilizada. Para as celebridades, é uma pílula dolorosa engolir, pois elas geralmente não conseguem rastrear os agressores ou desligar os anúncios. No final do dia, eles só podem esperar que as plataformas de mídia social que publicam esses anúncios possam criar um novo método para identificá-los e desligá-los rapidamente.

Infelizmente, no Brasil acontece de alguns famosos se envolverem em fraudes de pirâmides, mesmo que em alguns casos eles não tenham conhecimento suficiente para classificá-las desse modo.

Você acredita que o Facebook tem capacidade para banir esse tipo de anúncio fraudulento? Deixe nos comentários a sua opinião! Aproveite para compartilhar no Twitter e no Facebook!


Imagens cortesia da Shutterstock.


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Caio é um grande entusiasta de criptomoedas e day trader em tempo integral. A paixão pelo mercado financeiro e pela escrita permitiu que começasse a fazer parte do projeto BeInCrypto em ser o principal portal de notícias de criptomoedas e blockchain. Caio é também estudante de Ciências Econômicas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá