Binance Smart Chain (BSC) – Guia para iniciantes

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A Binance Smart Chain é uma plataforma de contrato inteligente de código aberto

  • A BSC representa a segunda geração da tecnologia blockchain

  • A BSC usa o algoritmo de consenso Proof-of-Staked-Authority (PoSA)

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Apesar de ser originária da China, um dos países mais hostis às criptomoedas, a Binance conseguiu se tornar a maior exchange de criptomoedas do mundo, atendendo a mais de 13,5 milhões de usuários ativos. Agora com sede nas Ilhas Cayman, a missão da Binance é oferecer um pacote completo de serviços de criptomoedas. Um dos principais pilares desta oferta é a Binance Smart Chain (BSC), uma plataforma de contrato inteligente de código aberto que permite que as pessoas participem do Finance 2.0.

Este guia mostrará o que é a BSC e como tirar proveito de todos os seus recursos.

Crie sua conta na StormGain e aproveite o bônus de 25 USDT para novos usuários. Clique aqui e acesse a StormGain agora!

Neste artigo:

O que é Binance Smart Chain

A Binance Smart Chain (BSC) representa a segunda geração da tecnologia blockchain. Embora o Bitcoin (BTC), Litecoin (LTC), Dogecoin (DOGE) e outras sejam as criptomoedas mais conhecidas, elas são apenas a primeira geração de blockchains com o único propósito de produzir um produto – dinheiro digital.

Em contraste, a Binance Smart Chain é uma plataforma blockchain generalista pronta para implantar contratos inteligentes. Essas partes automatizadas de código podem codificar qualquer lógica concebível, incluindo serviços bancários tradicionais – trocas, empréstimos entre outros. Em um nível técnico, o desenvolvimento de um contrato inteligente da BSC é possível graças ao EVM – Ethereum Virtual Machine.

Assim como há motores na indústria de videogames que impulsionam os jogos, como Unreal Engine ou Source, existem motores de blockchain. Devido à natureza descentralizada, um EVM deve funcionar como um computador descentralizado, executando contratos inteligentes dispersos por milhares de computadores – nós de rede.

Ethereum virtual machine: Ilustrado por Takenobu T.

Por causa desse legado do EVM compartilhado, a BSC pode facilmente oferecer suporte a contratos inteligentes escritos em outras blockchains compatíveis com EVM. Mais uma vez, isso é análogo a portar um jogo de PC para PlayStation ou Xbox e vice-versa. Portanto, a compatibilidade do motor é a chave.

Além disso, por meio da API Binance (interface de programação de aplicativo), os desenvolvedores se conectam aos servidores Binance para codificar contratos inteligentes em qualquer número de linguagens de programação – GO, Java, JavaScript, C ++, C #, Python ou Swift.

Binance Chain vs Binance Smart Chain

A Binance implantou a Binance Chain em abril de 2019 para facilitar o trading quase instantâneo. No entanto, a desvantagem dessa velocidade de ultra transação foi a falta de programabilidade de contrato inteligente. Como os contratos inteligentes exigem um grau muito maior de poder computacional, a Binance decidiu primeiro lançar uma rede de blockchain especializada em trading rápido.

Se você se lembra, o Ethereum enfrentou muitos desses congestionamentos, especialmente quando os NFTs entraram em cena. Por exemplo, quando as pessoas correram para coletar e negociar CryptoKitties (gatos de desenho animado como NFTs), toda a rede Ethereum parou em dezembro de 2017. Com tais problemas de congestionamento sendo inevitáveis, a Binance implantou a Binance Smart Chain em setembro de 2020 como sidechain BC.

BSC vs BC: Binance

Auxiliando a Binance Chain com contratos inteligentes, a BSC é totalmente compatível, permitindo a migração de cripto-ativos de uma cadeia para outra. Enquanto a Binance Smart Chain oferece suporte ao padrão de token BEP-20, a Binance Chain oferece suporte ao padrão de token BEP-2. Assim como é o caso com o padrão de token ERC-20 da Ethereum, o BEP-20 se concentra na fácil implantação de tokens em protocolos DeFi.

Saiba o que são finanças descentralizadas (DeFi) e seus casos de uso
Binance Chain: whitepaper da Binance

A maneira mais fácil de mover os fundos da BSC para a BC e vice-versa é por meio da Binance Chain Wallet. Ela permite que você acesse fundos na BC, BSC e Ethereum. Além disso, se você deseja negociar NFTs ou se envolver na yield farming para obter renda passiva, ela se integra perfeitamente ao seu navegador como uma extensão.

No entanto, a carteira Binance Chain ainda não chegou nos dispositivos móveis como um aplicativo. Isso não é um problema, porque se você já tem uma conta na Binance, também é uma carteira da web, acessível através de qualquer dispositivo e sistema operacional. Entretanto, lembre-se de que as carteiras da web são de custódia – elas mantêm sua chave privada, portanto, o controle de terceiros sobre seus fundos.

Como funciona a BSC?

Como uma blockchain de segunda geração, a BSC usa o algoritmo de consenso Proof-of-Staked-Authority (PoSA). Ou seja, ele combina o proof-of-stake (PoS) delegado com o proof-of-authority (PoA). Portanto, isso torna a BSC muito mais eficiente em termos de energia do que as blockchains de primeira geração que contam com Proof-of-Work (PoW), como Bitcoin ou Ethereum.

Além disso, o Bitcoin frequentemente aparece nas manchetes de notícias devido à quantidade de eletricidade que seu PoW precisa para proteger a rede, mais comumente intitulado como “Bitcoin usa tanta energia quanto o país X”. O PoS remove essa bagagem de energia usando validadores de staking – em vez de poder computacional – mineradores – para confirmar transações e adicionar novos blocos de dados.

Proof-of-stake delegada

Um PoS delegado é mais um passo à frente, introduzindo mecanismos de votação e delegação, de modo que aqueles com maior poder de participação não dominem toda a rede. Quase todos as novas blockchains de contratos inteligentes usam alguma derivação de PoS – Cardano, Algorand, Solana, Avalanche, Cosmos, etc. Os PoS se tornaram populares não apenas porque removem mineradores como tais, mas também contam com uma estrutura de incentivos para proteger a rede.

Proof-of-Authority

Afinal, aqueles com mais stakings (tokens travados) recebem recompensas maiores para preservar a rede. No entanto, como pode acontecer que stakes de tamanhos iguais tenham valores diferentes, os desenvolvedores fizeram uso do proof-of-authority para segurança adicional. O PoA simplesmente substitui o valor monetário pela identidade do validador.

Atualmente, a Binance Smart Chain possui 21 validadores encarregados de processar transações e proteger a rede, tornando-a uma plataforma de contrato inteligente altamente centralizada. Para efeito de comparação, o Ethereum, a caminho da atualização ETH 2.0, tem mais de 200.000 validadores.

Por último, quando a BSC precisa de uma atualização ou patch, ela entra em um período de época que consiste em 240 blocos (cerca de 20 minutos). Como outra propriedade de PoS para reduzir o comportamento malicioso – assinatura dupla e tempo de inatividade do nó – a BSC também emprega um mecanismo de governança de “corte”, que remove uma parte significativa da participação do validador.

Taxas de rede BSC em comparação com Ethereum

Como as blockchains são redes descentralizadas sem supervisão centralizada, isso não significa que sejam de uso livre. Sempre que um validador processa uma transação, sua recompensa vem das taxas de rede, denominadas de gwei.

1 gwei = 0,000000001 ETH

Se compararmos a BSC com o Ethereum, o primeiro é muito mais acessível.

Taxa média de rede da Binance Smart Chain: bscscan.com

Como você pode ver, desde o seu lançamento, as taxas de rede da BSC diminuíram consideravelmente, da média inicial de 25 Gwei para os atuais 6,4 Gwei. Em contraste, as taxas de rede do Ethereum têm flutuado descontroladamente.

Atualmente, a taxa média da rede do Ethereum é 95 Gwei – 14x mais alta do que na BSC!

Claro, para determinar a taxa da rede em dólares ou reais, primeiro temos que multiplicar Gwei por 21.000 – a quantidade mínima de rede necessária para processar uma transação. Em seguida, chegamos à seguinte diferença de taxa de rede entre as duas cadeias de blocos:

  • Taxa média de rede da Binance Smart Chain por transação – US $ 0,35 ou R$ 1,88;
  • Taxa média de rede do Ethereum por transação – US $ 5,2 ou R$ 27,90.

Além disso, essas são apenas as taxas básicas – aquelas que não incluem transações mais complexas envolvidas com protocolos DeFi. Resultante dessa grande diferença nas taxas de transação, a BSC se tornou extremamente popular. Em 29 de setembro de 2021, o Ethereum detém 722.368 endereços ativos.

Ao mesmo tempo, a BSC possui 942.411 endereços ativos.

Endereços BSC: bscscan.com

Uma atividade diária de 30% em favor da BSC é notável, dado o fato de que o Ethereum possui quatro vezes mais cripto-ativos do que o valor bruto bloqueado (GVL).

Valor bruto bloqueado entre as principais blockchains de contratos inteligentes, com a BSC em segundo lugar, com US $ 19,4 bilhões: DeBank
Quer minerar criptomoedas na nuvem? Abra uma conta na StormGain. Clique aqui e acesse a StormGain agora!

Tokenômics da BSC

O que o ETH é para o Ethereum, a Binance Coin (BNB) é para a Binance Smart Chain. Os detentores podem usar o ativo para pagar taxas de transação e negociação na própria exchange Binance, incluindo a exchange descentralizada Binance (DEX). A criptomoeda BSC nativa lançada durante o ICO conduzido em julho de 2017 como um token ERC-20, menos de duas semanas antes do lançamento da Binance.

Inicialmente, era possível obter 2.700 BNB para um único ETH ou 20.000 BNB para um único BTC. No acumulado do ano (YTD) desde então, a BNB superou o Bitcoin em 825% e o Ethereum em 572%.

A Binance coin superou o Bitcoin e o Ethereum no acumulado do ano: TradingView

Atualmente, 1 BNB equivale a US $ 366, com um suprimento máximo de tokens de 200 milhões de moedas BNB. Desse fornecimento, cerca de 168,1 milhões estão em circulação. Quando se trata de inflação da Binance Coin, o suprimento passa por queima trimestral (a cada três meses) – retirando os tokens de circulação – com o objetivo de, eventualmente, reduzir pela metade o suprimento total para 100 milhões de BNB.

Portanto, a BNB reflete a natureza deflacionária do Bitcoin, com a exceção de que uma empresa com fins lucrativos altamente centralizada o gerencia. Além disso, a Binance controla ou possui pelo menos 50% do estoque de BNB. Os membros fundadores receberam cerca de 80 milhões de BNB (40%), e os investidores anjos receberam outros 10%. Da mesma forma, o destino da Binance determinará de perto o destino da criptomoeda BNB.

Este não é um pensamento reconfortante, considerando que a Binance é frequentemente alvo de agências regulatórias em todo o mundo, além de recentes acusações de envolvimento em negociações privilegiadas.

Antes de a Binance lançar a Binance Chain, a BNB começou como um token ERC-20 em sua cadeia concorrente – Ethereum.

Recompensas de staking da BSC

Se você leu a parte sobre o consenso do proof-of-stake da BSC, você deve saber que o staking é a chave para obter uma receita passiva na blockchain da BSC. Se você escolher, pode se tornar um validador de BSC para que isso aconteça. Infelizmente, os requisitos são bastante elevados:

  • Participação mínima de 10.000 BNB, o que significa US $ 3,7 milhões até o momento.
  • Um Virtual Private Server (VPS) de 64 bits com uma configuração mínima de 16 GB de RAM, 500 GB de espaço de armazenamento e conexão de fibra de Internet de 1 Gbps para executar um nó completo (cópia inteira da blockchain BSC).

Em troca da proteção da rede e do manuseio das transações, o APY (rendimento percentual anual) da BSC é de cerca de 13%. No entanto, nem todo mundo pode ter o privilégio de obter uma BSC. Em 28 de setembro, a recompensa média diária do bloco na BSC era de 4.149 BNB, ou cerca de US $ 1,5 milhão.

Gráfico de recompensas e contagem de blocos da Binance Smart Chain: bscscan.com

Por último, devido ao mecanismo de corte acima mencionado, o validador pode ser enviado para “prisão” se o staking na forma de auto-título for inferior a 10.000 BNB. Ou seja, a capacidade do validador de processar transações e receber recompensas será suspensa por um dia.

Da mesma forma, o tempo de inatividade e a assinatura dupla também podem ser prejudicados. O tempo de inatividade ocorre quando um validador perde pelo menos 50 blocos ou cerca de 52 minutos. Quanto à dupla assinatura, se um validador tentar verificar dois blocos da mesma altura, perderá 10.000 BNB e ficará preso permanentemente.

O que é Binance DEX?

Embora a Binance em si seja uma exchange de criptomoeda centralizada, a empresa optou por lançar uma exchange descentralizada em abril de 2019.

DEXes, assim como Uniswap ou SushiSwap, têm muitos benefícios importantes:

  • Custódia total de fundos de criptomoedas;
  • Troca sem mediadores;
  • Robustez porque não existe um único ponto de falha.

Por exemplo, como uma exchange centralizada, a Coinbase é notória por seu tempo de inatividade durante os altos picos de volume de negociação. Imagine precisar comprar ou vender uma criptomoeda no momento certo, apenas para ser frustrado pela exchange! DEXes resolvem esse problema conectando-se a vários servidores em regiões.

De gráficos a livros de pedidos e pedidos com limite, a Binance DEX tem tudo que um trader precisa, com tecnologia Binance Coin (BNB): Binance.org

Binance DEX oferece atualmente 83 criptomoedas para negociação. Dado que a Binance Chain emprega o padrão de token BEP2, tanto o Bitcoin quanto o Ethereum não são negociáveis diretamente. Em vez disso, você teria que negociar por meio de tokens indexados – BTCB ou ETHB.

Da mesma forma, ao enviá-los ou recebê-los, deve-se sempre ter o cuidado de selecionar o endereço do BNB, a menos que haja o risco de perder todos os fundos. Combinado com a Binance Chain Wallet, o trading na Binance DEX é uma alternativa segura e perfeita para as exchanges centralizadas se alguém estiver disposto a converter tokens não compatíveis em suas versões vinculadas.

DeFi na Binance Smart Chain

Contratos inteligentes são a base para finanças descentralizadas (DeFi). Por sua vez, o front web-face para acessar contratos inteligentes em blockchains é um aplicativo descentralizado (dApp). É por isso que, comumente, contratos inteligentes e dApps são termos intercambiáveis.

Além disso, assim como os tokens alimentam contratos inteligentes em execução na blockchain, também a governança da blockchain e as estruturas de incentivo são executados em tokens nativos. Como observamos anteriormente, o token nativo da Binance Smart Chain é a Binance Coin (BNB) usando o modelo BEP-2. Por outro lado, todos os dApps utilizam o padrão BEP-20.

Atualmente, a BSC possui 1.211.898 tokens de contratos. Os principais por capitalização de mercado geralmente são aqueles que servem como pontes entre outras blockchains. Por exemplo:

  • ETH – Binance-Peg Ethereum Token – atrelando o valor ETH ao ecossistema BSC – com valor de mercado de US $ 357,4 milhões
  • BSC-USD – Binance-Peg BSC-USD – atrelando o valor em USD ao ecossistema BSC – em US $ 69,5 milhões de capitalização de mercado
  • BTCB – Binance-Peg BTCB Token – atrelando o valor BTC ao ecossistema BSC – em US $28,3 milhões de capitalização de mercado

No que diz respeito aos dApps mais populares na BSC, uma ferramenta muito útil é o DappRadar para obter a lista completa em diferentes categorias. Atualmente, a Binance Smart Chain está executando 1.555 dApps. Destes, 935 são para DeFi. Aqui estão alguns dos mais populares.

PancakeSwap

O desempenho YTD do token CAKE é de 40%: DappRadar

Como uma exchange descentralizada (DEX), a PancakeSwap replicou com sucesso o Uniswap do Ethereum. Ela usa o criador de mercado automatizado (AMM) para facilitar a troca de tokens sem supervisão centralizada. Depois de ter sido lançado em setembro de 2020, seu símbolo de governança CAKE disparou em valor.

Este foi um resultado previsível de traders optando por usar a Binance Smart Chain em vez de Ethereum devido às altas taxas de rede. Certifique-se de verificar este guia sobre como fazer staking de tokens CAKE para ganhar renda passiva com yield farming.

BakerySwap

Em maio, o preço do token BAKE saltou para US $ 8, apenas para cair 5x e voltar ao valor de US $ 1,6 no final de setembro: DappRadar

Por alguma razão, os desenvolvedores de dApp da BSC adoram usar identificadores com alusão à panificação! BakerySwap também é um AMM, assim como Uniswap e PancakeSwap, mas com um toque único. Junto com a yeild farming para o seu serviço como provedor de liquidez, o BakerySwap adiciona NFTs no topo.

Quando você ganha tokens BAKE, você pode colocá-los em bom uso como uma refeição combinada gerada aleatoriamente na forma de um NFT. Então, este colecionável NFT exclusivo pode ser usado para staking para ganhar mais tokens BAKE. Em julho, o BakerySwap cruzou um marco ao atingir 500.000 transações NFT.

Venus

Venus introduz liquidez descentralizada de stablecoin no espaço blockchain: DappRadar

Você deve ter notado que as finanças descentralizadas dependem de stablecoins. Como não vivemos em um mundo onde a maioria das pessoas usa criptomoedas para despesas diárias, as stablecoins são a ponte entre o DeFi e as finanças tradicionais. O problema é que geralmente uma única empresa opera uma stablecoin – incluindo os mais populares, como USDT, BUSD e USDC. Isso não contribui muito para que o DeFi seja descentralizado.

O protocolo Venus entra em ação com a stablecoin algorítmico de ponta, VAI, garantido por uma cesta de stablecoins e outros cripto-ativos. Além disso, o Venus permite que você tokenize ativos e crie um mercado monetário para empréstimos. Efetivamente, isso torna o Venus uma combinação única de Compound ou Aave com MakerDAO, mas exclusivo para Binance Smart Chain.

Quais são as melhores carteiras de criptomoedas para Binance Smart Chain (BSC)?

Fora a carteira Binance Chain já mencionada, aqui estão algumas das maneiras mais convenientes de acessar o rico ecossistema de dApp da BSC, popularizado por taxas de rede insignificantes.

MetaMask

A carteira não custodial com a melhor classificação que se integra ao seu navegador da web e se conecta a qualquer dApp. Siga este guia completo para usar a MetaMask. Focando em sua ampla taxa de adoção, a MetaMask também oferece suporte para a integração das carteiras de hardware Trezor e Ledger mais populares.

Trust Wallet

Comprada pela Binance, a Trust Wallet introduziu o staking desde abril de 2019, além do suporte Tezos (XTZ). Como um navegador dApp integrado, está disponível para iOS e Android. Atualmente, ela suporta mais de 40 blockchains e 160.000 tokens.

SafePal

Para segurança extra, não é apenas uma carteira móvel, mas vem na forma de uma carteira de hardware, chamada SafePal S1. Com um preço de cerca de US $ 50, essa é uma ótima maneira de usar o armazenamento frio para tornar seus fundos de criptomoedas à prova de hackers. SafePal suporta 20 blockchains e 10.000 tokens.

Math Wallet

Como a MetaMask, a Math Wallet é uma extensão para os navegadores mais populares – Chrome, Brave, Edge. No entanto, a Math Wallet foi desenvolvida com a missão de servir como uma carteira blockchain universal, permitindo dApps multichain. Se você já ouviu falar de uma blockchain público, a Math Wallet a suporta. Além desse recurso impressionante, ela tem um agregador de staking na forma de MathVault e MathChain como uma solução de escalabilidade de camada 2 baseada em substrato.

Ecossistema da Binance Smart Chain BSC

Binance Coin

O Binance Coin (BNB) foi criado em julho de 2017 como um token utilitário na Binance. Ele foi usado inicialmente como um incentivo para que a comunidade cripto participasse do Binance ICO. Além disso, a exchange prometia descontos nas negociações se os detentores usassem a moeda como meio de pagamento.

Em seu lançamento, o BNB era um token Ethereum cunhado usando o popular padrão de emissão ERC-20. No entanto, quando a Binance lançou a blockchain BC em abril de 2019, ela migrou todos os tokens BNB para o novo padrão BEP-2. Desde então, o BNB se tornou o token nativo da Binance DEX na rede BC servindo ainda como um token de utilitário para pagar taxas de transação.

Em 2020, com o lançamento da BSC, o BNB foi mais uma vez adaptado para servir como token nativo BSC emitido sob o padrão BEP-20. Como há duas blockchains Binance, também há duas versões do BNB, já que a exchange não optou por eliminar os tokens BEP-2 anteriores. Em vez disso, ela criou a compatibilidade de cadeia cruzada nativa entre BC e BSC, permitindo a conversão do token BNB.

Na BSC, o BNB agora atende a três finalidades:

  • Pagar taxas de rede para implantar contratos inteligentes na BSC
  • Fazer staking em validadores BSC selecionados e obter recompensas correspondentes
  • Para realizar operações entre cadeias, como transferir ativos de token entre BC e BSC

Binance Bridge

A Binance Bridge é um projeto executado pela Binance que serve como uma ferramenta de interoperabilidade entre BC, BSC e outras blockchains servindo como uma forma de trazer tokens cunhados e emitidos em outras blockchains não compatíveis para os ecossistemas Binance DEX e Binance Smart Chain.

Usando a Binance Bridge, qualquer pessoa pode criar um novo token vinculado ao valor do token original na rede de terceiros. Esse processo é conhecido como “wrapped” ou “embrulhar” tokens.

Binance não cobra nenhuma taxa para converter tokens. No entanto, qualquer pessoa que usar o serviço terá que pagar taxas de rede do destino ou blockchain de origem. Se, por exemplo, você transferir moedas ETH para a Bridge, você terá que pagar taxas de transação Ethereum para os mineradores Ethereum.

Existem alguns benefícios em embrulhar tokens. Eles incluem:

  • Compatibilidade entre cadeias – embrulhar tokens não nativos lhes dá valor em novas cadeias de blocos e isso aumenta sua utilidade.
  • Maior liquidez – tokens embrulhados são mais flexíveis e fáceis de negociar. Eles podem ser transferidos para plataformas com mais liquidez, permitindo que traders e investidores entrem e saiam de posições com mais facilidade.
  • Expansão da disponibilidade da blockchain – é mais fácil tirar proveito de vários recursos da blockchain, embrulhando e desembrulhando tokens. Por exemplo, a BSC é mais rápida que o Ethereum e o Bitcoin, mas os dois últimos são mais seguros. Se precisar de uma rede rápida, você tem a opção de embrulhar suas moedas ETH ou BTC e usá-las na BSC, mas quando precisar de uma rede mais segura, você pode escolher Bitcoin ou Ether.

Vale a pena investir na Binance Smart Chain?

Entre as blockchains públicas, a Binance Smart Chain está classificada no topo como aquela que é a mais centralizada. Portanto, sua longevidade depende muito de como os reguladores tratam a Binance e de como a própria empresa conduz seus negócios. Por outro lado, a BSC é uma plataforma de contrato inteligente muito atraente graças à sua velocidade relâmpago e baixas taxas de transação.

Com base apenas nessas duas forças motrizes, a BSC se tornou uma das blockchains inteligentes mais populares do mercado.

Perguntas frequentes

Quais tokens estão na Binance Smart Chain?

Como a BSC é compatível com EVM, é fácil portar qualquer tokens Ethereum ERC-20. Portanto, os tokens BEP-20 da próprio BSC estão na casa dos milhares. Os mais populares são:

  • BTCB – Bitcoin indexado no BSC;
  • Binance USD (BUSD) – stablecoin indexado a USD;
  • PancakeCake (CAKE) e ApeSwap (BANANA) – para yield farming em uma exchange descentralizada.

Quais carteiras suportam Binance Smart Chain?

Se uma carteira de criptomoedas tiver um navegador dApp integrado, provavelmente ela suportará uma variedade de blockchains, incluindo a Binance Smart Chain. Algumas delas são Trust Wallet, Math Wallet, Safe Pal, MetaMask e Binance Chain Wallet como oficial.

Como obtenho um endereço de carteira da Binance Smart Chain?

Depois de criar e armazenar sua frase-semente, você criou um endereço de carteira. Então, você pode acessá-lo com a opção “Receber”. Isso o levará a uma tela que permite copiar o endereço da carteira e colá-lo em qualquer outra plataforma / remetente da qual deseja receber fundos de criptomoedas.

MetaMask é uma carteira Binance Smart Chain?

Sim, uma vez instalada, a carteira MetaMask permite que você adicione uma rede, em “Configurações” e depois no menu “Rede”. Lá, você verá uma lista de redes suportadas com opções de “Adicionar rede”. Em seguida, basta adicionar esta informação nas barras de texto:

  • Nome da rede: Smart Chain
  • Novo URL RPC: https://bsc-dataseed.binance.org/
  • ChainID: 56
  • Símbolo: BNB
  • URL do Block Explorer: https://bscscan.com
Você já conhece a carteira da StormGain? Mantenha suas criptomoedas em segurança. Clique aqui e acesse a StormGain agora!

Se você quiser saber mais sobre a Binance Smart Chain, veja os nossos artigos educacionais. Afinal, aqui você pode encontrar todas as informações de que precisa para começar!

Além disso, junte-se à nossa comunidade do Telegram para conversar com usuários reais sobre trading de criptomoedas.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade. Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores. Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Rahul Nambiampurath é um trader da Índia que foi atraído pelo Bitcoin e pela blockchain em 2014. Desde então, ele é um membro ativo da comunidade. Ele tem mestrado em finanças.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora