Saiba como fazer staking de criptomoedas para gerar renda passiva

Compartilhar Artigo

Há mais de uma década, quando o Bitcoin foi imaginado pela primeira vez, ele foi projetado de tal forma que um mecanismo de consenso descentralizado era necessário para verificar ou validar transações sem depender de uma autoridade centralizada como um banco. A prova de trabalho (Proof-of-Work, ou PoW, em inglês) foi o mecanismo escolhido, pois poderia ser feito usando alguns cálculos matemáticos em um computador básico.

Patrocinados



Patrocinados

Avance dez anos…Hoje, lentamente, o método de prova de trabalho está se tornando obsoleto. E isso se deve, em grande parte, à centralização do hardware de mineração de criptomoedas e dos pools de mineração, bem como aos avanços nos computadores. Além disso, o consumo de energia, que aumenta conforme a prova de trabalho fica mais difícil com o tempo, também tem sua parcela de culpa.

A próxima evolução no consenso da Blockchain é a prova de participação (Proof-of-Stake, ou PoS, em inglês). Esse sistema substitui o trabalho dos computadores por ativos digitais que são mantidos (stake) na rede para garantir o consenso e a segurança. Em resumo, as criptos são “estocadas” no sistema, como em um depósito, como forma de garantir as transações.

Patrocinados



Patrocinados

De acordo com a Binance Academy, Sunny King e Scott Nadal foram provavelmente os primeiros a introduzir o conceito de Proof-of-Stake  e staking, em 2012.

Neste artigo:

Como Funciona o staking de criptomoedas?
O que é Prova de Participação Delegada?
Vantagens e Desvantagens do staking
Melhores moedas para fazer staking em 2020
Ethereum Staking e suas recompensas
Staking de altcoins
Staking nas exchanges
Pools de staking
Carteiras de staking
Fontes sobre staking

Como Funciona o staking de criptomoedas?

Para entender o staking, você precisa ter um pouco de conhecimento sobre Proof-of-Work e mineração – que é o mecanismo de consenso mais popular para a maioria das blockchains no momento.

Para chegar a um consenso e validar o próximo bloco da cadeia, o trabalho deve ser concluído pelo hardware do computador. A recompensa é parte da moeda que está sendo trabalhada.

O Proof-of-Stake substitui essa necessidade de um hardware – que consome muita energia elétrica – por recompensas emitidas para ativos bloqueados/mantidos na rede. Isso incentiva os detentores de moedas a fazer o staking delas (mantê-las na rede), pois é do seu interesse que a rede seja saudável e as transações possam ser validadas de forma rápida e eficiente.

O PoS também ajuda a segurança criando uma “parede de valor” contra possíveis invasores, com o tamanho e a força dessa “parede” vindo da quantidade e do valor dos tokens que a compõem.

Normalmente, os stakers que prometem grandes quantidades de moedas têm uma chance maior de serem escolhidos como o próximo validador de bloco e receber as recompensas associadas. Isso pode causar preocupações de centralização, já que as baleias lucram mais do que a média das pessoas e têm maior controle da rede.

O processo de staking pode ser tão simples quanto transferir a criptomoeda escolhida da exchange para sua carteira associada e deixar que os ativos comecem a dar lucros. Muitas exchanges agora oferecem serviços de staking, mas é preciso ter cuidado, pois algumas delas recebem uma boa parte das recompensas por isso.

O que é Prova de Participação Delegada?

Existe outro algoritmo de consenso chamado Prova de Aposta Delegada (Delegated Proof of Stake, ou DPoS, em inglês), que foi considerado um dos métodos mais democráticos de staking. O mecanismo funciona usando um sistema de votação em que as partes interessadas terceirizam seu trabalho ou votam em alguns delegados que protegerão a rede em seu nome. Os produtores de blocos são eleitos usando esse método, então eles estarão motivados a serem honestos e eficientes. Caso contrário, eles podem ser eliminados.

Vantagens e Desvantagens do staking de criptomoedas

O staking oferece vários benefícios. Mas, como qualquer atividade, também apresenta desvantagens. A lista abaixo, no entanto, mostra que os prós superam os contras.

Vantagens do staking de criptos

  • Usa muito menos eletricidade e recursos físicos do que a mineração
  • A segurança é melhorada, pois as partes interessadas têm interesse na integridade da rede
  • Blockchains usando PoS são muito mais rápidas e podem escalar mais rapidamente
  • Fonte mais fácil de receita passiva sem gastar muito em equipamentos de mineração
  • Potencial de ganho duplo se os preços do token aumentarem
  • Stake pools podem ajudar os detentores de moedas a mesclar recursos para aumentar as chances de validar blocos e receber recompensas
  • Não há necessidade de ter qualquer experiência ou conhecimento de negociação

Desvantagens do staking de criptomoedas

  • Possível centralização, já que as baleias que seguram muitos tokens podem ter mais influência sobre a rede
  • Os preços das criptomoedas ainda são voláteis, então os ativos apostados podem se depreciar
  • O staking com algumas moedas pode exigir que sejam bloqueadas por períodos definidos

Melhores moedas para staking em 2020

O número de ativos digitais com protocolos de staking está aumentando rapidamente. Há apenas alguns anos, quase todas as Blockchains operavam em PoW. No entanto, com o aumento da pressão ambiental, das limitações de escala e das preocupações de segurança, o PoS está se tornando mais popular.

A mineração é altamente competitiva, centralizada pela geografia e pelos pools de mineração. Além disso, requer muitos investimentos e obtenção de energia barata. O staking, por outro lado, não tem nenhuma dessas desvantagens. É por isso, portanto, que está se tornando o padrão para modelos de consenso no universo cripto.

Ethereum está atualmente em processo de mudança de PoW (ETH 1.0) para PoS (ETH 2.0) por meio de sua atualização, chamada Serenity. No momento em que este artigo foi escrito, a primeira fase dessa atualização está apenas no testnet (Blockchain alternativa do Bitcoin), mas as oportunidades de staking devem estar disponíveis para o Ethereum até o final de 2020.

Ethereum é o maior e mais popular contrato inteligente e plataforma de aplicativos descentralizados do mundo. Portanto, é provável que seja um dos principais ativos para staking quando for finalmente lançado.

Outros altcoins populares para staking de criptomoedas incluem EOS, Tezos, Tron, Cosmos, NEO, VeChain, Ark, Lisk, Loom, Decred, Stratis, ICON, Qtum, PivX mais algumas outras moedas de capitalização baixa. Este artigo explorará o staking das criptomoedas mais populares.

Ethereum Staking e Recompensas

Conforme mencionado acima, o staking do Ethereum ainda não está disponível, mas deve ficar em algum momento no final de 2020. A atualização do consenso Ethereum Casper (mecanismo de transição entre PoW e ePoS) será o prenúncio de um dos desenvolvimentos mais esperados na indústria das criptomoedas.

A transição alterará completamente a economia do Ethereum, já que qualquer pessoa com 32 ETH será capaz de fazer staking para se tornar um validador. O equilíbrio deve ser mantido para a integridade contínua da rede.

“Se o incentivo para o staking for muito baixo, a rede não obterá a quantidade mínima de validadores necessários para manter muitos shards (fragmentos da Blockchain) em funcionamento. Se o incentivo for muito alto, a rede estará pagando caro pela segurança e inflando a uma taxa que é prejudicial para a economia da rede como um todo. ”

Recompensas de staking são o incentivo para que as pessoas comprometam seu Ethereum à rede. Basicamente, é um pagamento em ETH para cada bloco validado com sucesso. As estimativas de possíveis pagamentos são as seguintes:

Validação ETH Emissão anual máxima Emissão anual máxima de rede % Taxa de retorno anual máxima (para validadores
1 milhão 181.019 0,17% 18,10%
3 milhões 313.534 0,30% 10,45%
10 milhões 572.433 0,54% 5,72%
30 milhões 991.483 0,94% 3,30%
100 milhões 1.810.193 1,71% 1,81%

Recompensas hipotéticas de staking do Ethereum – Ethhub.io

Esses são números teóricos. Entretanto, há uma série de fatores que podem afetar a emissão.

É provável que as principais exchanges ofereçam serviços de staking para Ethereum, cobrando uma taxa, é claro. Também é provável que os pools de staking se tornem disponíveis para aqueles que não têm os 32 ETH completos para participarem por conta própria.

Staking de altcoins

Uma vez que o staking de Ethereum ainda não foi lançado, existem oportunidades de ganhar recompensas fazendo staking de outras altcoins. Alguns estão crescendo rapidamente em popularidade, o que se reflete em aumentos de preços constantes. Abaixo publicamos uma breve introdução sobre staking das criptomoedas mais populares.

Tezos (XTZ) Staking/Baking

Tezos (XTZ) é provavelmente a altcoin mais popular para staking no momento em que este artigo foi escrito. Além disso, também foi um dos tokens com melhor desempenho no ano passado. A Tezos usa um processo chamado “baking” que, de acordo com o site oficial, é o ato de assinar e publicar blocos na Blockchain da Tezos. Os bakers (como os validadores são chamados) garantem que todas as transações em um bloco estejam corretas. Além disso, asseguram que a ordem das transações seja acordada e que nenhum gasto duplo tenha ocorrido.

O processo parece bastante complexo e tem muitas terminologias. Um guia completo foi escrito aqui (em inglês). Para facilitar as coisas, as principais exchanges, como Coinbase e Binance, oferecem serviços de staking da XTZ. Esses serviços são ideiais para quem não tem conhecimento técnico sobre staking de criptomoedas. Entretanto, como de costume, as empresas ficarão com uma parte das recompensas. Delegar um “baker” também é uma opção para ganhar tokens Tezos. Há ainda uma série de “baking pools” disponíveis.

EOS Staking

A EOS – plataforma de aplicações descentralizadas e contratos inteligentes – foi criticada recentemente. Isso ocorreu – em grande parte – por causa das questões de centralização decorrentes da sua estrutura, bem como do seu sistema de PoS delegado. Fazer staking com EOS é possível para usuários. Isso porque  esse sistema usa recursos de computação e largura de banda. Fazer staking de criptomoedas aumenta dois recursos – chamados de CPU e NET – que são necessários para realizar ações na Blockchain EOS. Tal como acontece com outros tokens, as exchanges estão oferecendo serviços de staking usando seus recursos em vez dos detentores de criptos.

Tron Staking

O Tron – projeto descentralizado baseado em Blockchain – também usa DPoS. No entanto, em vez de “bakers”, tem algo chamado Super Representantes (SR). Esses SR’s são obrigados a produzir blocos e registrar transações. Em troca, eles recebem votos correspondentes e recompensas pela produção. O processo é semelhante aquele em que os tokens são carregados e bloqueados e uma carteira relevante e um validador é selecionado em troca das recompensas pelo stake.

NEO Staking

NEO – outra plataforma de Blockchain – é frequentemente chamada de ‘Chinese Ethereum’. Esse sistema compartilha semelhanças com suas “plataformas irmãs” mais velhas. A NEO é, basicamente, um contrato inteligente e uma plataforma dApp, que também oferece oportunidades de staking de criptomoedas.

A rede NEO é executada em um token irmão chamado GAS, que pode ser obtido apenas por meio do stake de tokens NEO. Uma vez que são depositados em uma carteira com capacidade de staking, os ganhos são recebidos automaticamente no GAS. A diferença é que a NEO não utiliza recursos de informática. Além disso,  não existe um valor mínimo para viabilizar ganhos.

VeChain Staking

A VeChain (VET) é outra criptomoeda que pode ser mantida em troca de recompensas. Seu sistema é semelhante ao dos outros citados aqui. A VeChain (VET) funciona como uma moeda de pagamento para atividades comerciais e a VeThor (VTHO) é usada como uma taxa para execução de contrato inteligente e atividade de rede. A VTHO é a recompensa por fazer staking de VET.

Staking de criptomoedas nas exchanges

Nem todo mundo se sente confortável com transações de criptomoedas, gerenciamento de carteiras e segurança de chaves privadas. Por isso, as exchanges podem oferecer esses serviços. As principais exchanges listadas abaixo oferecem staking para vários ativos digitais. A Coinbase e a Binance têm operação no Brasil. Importante verificar, no entanto, se elas oferecem o serviço de staking de criptomoedas aqui.

Coinbase
Binance
Kraken
OKEx
Huobi
Poloniex
Bitfinex

Todas essas corretoras receberão uma parte da recompensa do staking pela prestação do serviço. Por isso, é importante pesquisar os preços. As taxas de staking na Coinbase, por exemplo, variam de zero a 25%. Já a Binance oferece atualmente a maior variedade de ativos digitais – são 23, no total –  disponíveis para staking. Os rendimentos anuais, de acordo com a empresa, variam de 1% a 16%.

Há também vários provedores de staking recém-lançados que fornecem serviços semelhantes para as principais exchanges. Stake Capital, Stake.Fish, Staked e Stakinglab são alguns exemplos.

Pools de staking

Outra opção para obter renda passiva com staking de criptomoedas é ingressar em um pool de staking. Isso permite que os detentores de tokens se unam para combinar recursos de computação a fim de aumentar suas chances de receber as recompensas em bloco.

O conceito é semelhante a um pool de mineração tradicional, que também opera em um princípio de recursos compartilhados. Um gerente de pool será responsável pelo pool específico, e os stakers poderão se juntar para colaborar com outros que buscam o mesmo objetivo. É uma chance maior de ganhar a recompensa.

Os pools de staking geralmente geram pagamentos menores e mais frequentes, pois a recompensa deve ser dividida entre os vários participantes do pool. Além disso, a maioria dos pools cobrará uma taxa ou um pedaço da recompensa geral do stake, assim como as exchanges. Elas também eliminam os obstáculos técnicos com os quais alguns podem não se sentir confortáveis.

Carteiras de staking

A maioria dos tokens PoS tem sua própria carteira de staking dedicada. No entanto, há várias opções que suportam várias moedas.

  • A Carteira Atômica oferece suporte para a maioria dos tokens mais importantes, incluindo Tezos, Tron, NEO, Cosmos, VeChain e Cardano. Ela afirma oferecer uma aposta descentralizada de taxa zero.

  • Como alternativa, existe a Trust Wallet, que é uma plataforma semelhante que também oferece uma variedade de tokens PoS, incluindo Tezos, Tron, Cosmos, VeChain e Algorand.

Existem várias outras opções, mas essas duas parecem ser as mais populares até o momento.

Carteiras de hardware como Ledger também fornecem uma plataforma para staking de criptos, mas nem todas as moedas PoS suportam staking offline. A maioria das wallets também oferece uma calculadora de staking que permite aos usuários inserir o número de ativos que desejam manter e um prazo para uma estimativa de retornos.

Fontes sobre staking

Na medida em que a popularidade do staking aumenta, crescem também as fontes para encontrar as melhores moedas para fazer staking, bem como as melhores taxas e provedores. Duas delas são as seguintes:

Stakingrewards – provedor de dados sobre staking

Attestant.io – guia detalhado para o ecossistema de staking Ethereum

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade. Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores. Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Jornalista desde 2010. Já colaborei para diversos veículos, como Gazeta do Povo, Agência Estadual de Notícias (AEN) e Paraná Portal. Escrevo regularmente para o UOL e para outros portais especializados em criptoeconomia. Tive meu primeiro contato com o mercado de criptomoedas em meados de 2019, quando comecei a cobrir casos de golpes financeiros. No BeInCrypto, produzo e edito textos.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora