As 10 criptomoedas mais promissoras para o mês de abril

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O hard fork do Ethereum está marcado para acontecer no dia 14 de abril.

  • Em 21 de abril é a vez da IOTA receber uma atualização importante.

  • O projeto QTUM também passará por um hard fork em 30 de abril.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Este artigo analisará as dez criptomoedas que recebem atualizações importantes no mês de abril e que podem refletir positivamente em seus preços.



Ethereum (ETH)

  • Preço atual: US$ 1.716
  • Capitalização de mercado: US$17,1 bilhões
  • Rank: #2

Ethereum é uma rede blockchain descentralizada de código aberto e sua criptomoeda nativa é o Ether (ETH).

Mais importante ainda, o Ethereum é a casa para várias outras criptomoedas já que seu ecossistema permite a execução de contratos inteligentes e a construção de aplicativos descentralizados (dApps).



Além disso, o blockchain do Ethereum também conta com o padrão de compatibilidade ERC-20 que permite a criação de outras criptomoedas. Atualmente, mais de 280 mil tokens com esse padrão já foram lançados no mercado, incluindo criptomoedas famosas como LINK e BNB.

Um hark fork do Ethereum está agendado para acontecer no dia 14 de abril. A bifurcação é chamada “Berlin” e ocorrerá no bloco 12.244.000.

Embora essa atualização tenha inicialmente sido programada para acontecer no ano passado, ela foi adiada devido a algumas preocupações em relação a sua centralização.

“Berlin” incluirá inúmeras otimizações que ajudarão a reduzir as taxas de gás, prevenir possíveis ataques DDOS e uma atualização no Ethereum Virtual Machine.

Em relação ao movimento de preços, o ether tem valorizado desde que voltou a  testar o seu recorde anterior alcançado no fim de fevereiro.

Gráfico ETH. Fonte: TradingView

IOTA (IOTA)

  • Preço atual: US$ 1.43
  • Capitalização de mercado: US$ 3,9 bilhões
  • Rank: #28

IOTA é uma rede blockchain que permite a troca segura de dados e valores entre os usuários, sem a cobrança de taxas.

O seu token nativo é o IOTA, que tem o objetivo final de permitir que humanos e dispositivos troquem serviços e dados.

A atualização mais extensa da história da IOTA está prevista para acontecer em abril. O projeto se chama “Chrysalis” e vai melhorar as carteiras, as implementações de software, bibliotecas e protocolos da rede. 

Além disso, criará uma base para recursos previstos para chegar no futuro, como tokenização e contratos inteligentes. A data de início da atualização está definida para o dia 21 de abril, enquanto a data de transição será 28 de abril.

Quanto ao movimento dos preços, a IOTA caiu recentemente abaixo do nível de US$ 1.52, logo após de rompê-lo.

Gráfico IOTA. Fonte: TradingView

Skale (SKL)

  • Preço atual: US$ 0.61
  • Capitalização de mercado: US$ 405 milhões
  • Rank: #130

A rede SKALE é uma plataforma de código aberto, criada para impulsionar o uso de dApps no mundo real. O programa inovador da SKALE tem mais de 100 dApps em desenvolvimento no momento.

Ela é um projeto desenvolvido pela Fundação Rede de Economia Descentralizada, que oferece suporte à rede elegendo representantes e validadores para rodar as cadeias e nós da SKALE.

O seu token nativo se chama SKL e é usado com frequência em staking, pagamentos e governança da rede.

Apesar de ser pequena no que se refere à capitalização de mercado, a SKL é a nona criptomoeda mais usada em staking. Isso significa que existem apenas oito projetos que têm valor em staking superior a SKL.

O novo período de staking do ativo vai começar em 1º de abril e pode aumentar ainda mais o valor total bloqueado pela SKL.

Quanto ao movimento de preço, a criptomoeda tem caído desde que atingiu o seu preço mais alto de todos os tempos de US$ 1.24, no dia 13 de março. Apesar disso, a SKL acabou de saltar em seu nível de suporte de retração de 0,618 de Fibo em US$ 0.51.

Gráfico SKL. Fonte: TradingView

Elrond (EGLD)

  • Preço atual: US$ 146
  • Capitalização de mercado: US$ 2,5 bilhões
  • Rank: #44

O Elrond é um protocolo criado para oferecer velocidades de transação excepcionalmente rápidas por meio do seu mecanismo de fragmentação, conhecido como fragmentação de estado adaptável. O mecanismo combina as vantagens de três tipos distintos de fragmentação para melhorar a comunicação entre eles.

O seu token nativo é conhecido como EGLD e ele tem três objetivos principais: staking, pagar taxas na rede e recompensar os validadores.

No dia 9 de abril, o módulo DeFi 2.0 do Elrond será lançado. Ele oferecerá seis novos componentes para a rede:

  • Padrão NFT do Elrond
  • Plataforma de lançamento
  • Troca
  • Empréstimo
  • Sintéticos
  • Pontes

Cada um desses componentes terá como objetivo trazer melhorias importantes para a rede, principalmente suas operações no setor bancário. Além disso, cada componente será construído por uma equipe independente.

Quanto ao seu movimento de preço, o EGLD acaba de sair de uma linha de resistência descendente.

Gráfico EGLD. Fonte: TradingView

Swipe (SXP)

  • Preço atual: US$ 3.26
  • Capitalização de mercado: US$ 285 milhões
  • Rank: #156

Swipe é uma plataforma criada para conectar as criptomoedas às moedas fiduciárias. Ela oferece três produtos principais:

  • Swipe Wallet – permite aos usuários armazenar ativos.
  • Cartão de débito Swipe – fornece aos usuários uma maneira simplificada dos usuários usarem suas criptomoedas em compras.
  • Token nativo SXP – usado para transações e sustenta a rede Swipe

A versão dois da carteira da Swipe será lançada em abril de 2021. Entre outras melhorias, a atualização vai acelerar as soluções de escalonamento de camada 2 e permitir a negociação do seu token em exchanges descentralizadas (DEX). A carteira já está disponível na App Store da Apple.

Quanto ao movimento de preço, após a queda da SXP em 20 de março, a criptomoeda está potencialmente sendo negociada dentro de um canal ascendente paralelo.

Gráfico SXP. Fonte: TradingView

Qtum (QTUM)

  • Preço atual: US$ 8.44
  • Capitalização de mercado: US$ 829 milhões
  • Rank: #93

QTUM é uma blockchain pública que opera por prova de participação. Ela permite a codificação, implantação e execução de contratos inteligentes. Ela também é uma plataforma de aplicativos descentralizadas (dApps) devido ao seu protocolo, que permite aos usuários fazer modificações.

No dia 30 de abril está previsto para acontecer um hard fork da QTUM, pouco antes do bloco 845.000. A bifurcação tratá várias atualizações, entre elas:

  • A redução do tempo de bloqueio para 32 segundos;
  • Melhorias na capacidade de resposta da interface gráfica do usuário (GUI);
  • Um novo Staker altamente eficiente;
  • Correção de bugs relacionados a carteiras e contratos de chamada de GUI.

Quanto ao movimento dos preços, o crescimento da QTUM está estagnado desde o dia 26 de março. No entanto, a criptomoeda ainda está sendo negociada acima da sua resistência anterior de US$ 7.65.

Gráfico QTUM. Fonte: TradingView

Coti (COTI)

  • Preço atual: US$ 0.45
  • Capitalização de mercado: US$ 300 milhões
  • Rank: #150

COTI é uma plataforma que permite às empresas construir de uma forma fácil suas soluções de pagamento e serem suas únicas proprietárias.

Ele fornece vários elementos cruciais para uma infraestrutura de pagamento eficaz, incluindo, mas não se limitando a, escalabilidade, simplicidade, segurança, proteções comprador-vendedor, entre outros.

Em abril, o COTI lançará a atualização de staking 3.0. Nele, cada nó da comunidade terá sua capacidade ampliada de 7 milhões para 8 milhões de COTI. 

Isso trará melhorias importantes para o staking da moeda e permitirá que novos participantes entrem na rede. Além disso, uma nova campanha de staking do projeto será hospedada no KuCoin.

Quanto ao movimento de preços, o COTI parece estar sendo negociado dentro de um grande padrão de triângulo simétrico.

Gráfico COTI. Fonte: TradingView

Centaur (CNTR)

  • Preço atual: US$ 0.019
  • Capitalização de mercado: US$ 16 milhões
  • Rank: #815

Centaur é um ecossistema desenvolvido para conectar o sistema financeiro atual com a economia das finanças descentralizadas (DeFi). Com seu protocolo de interconexão, o projeto busca resolver problemas de comunicação entre diferentes blockchains.

Existem vários eventos importantes para o Centaur nas próximas semanas. No dia 31 de março, a Centaur Wallet será lançada, uma carteira compatível com DeFi, que dá ênfase especial à experiência do usuário e à interface.

Já no dia 14 de abril, será lançado o Centaur LP, um automated market maker (AMM) que usará a staking para fornecer liquidez a rede. Finalmente, o Centaur Chain, a rede oficial do Centaur, estreia em 28 de abril.

Quanto ao movimento de preços, o CNTR parece estar seguindo uma linha de suporte ascendente desde 16 de janeiro.

Gráfico CNTR. Fonte: TradingView

Enjin Coin (ENJ)

  • Preço atual: US$ 2.46
  • Capitalização de mercado: US$ 2 bilhões
  • Rank: #50

Enjin Coin (ENJ) é uma criptomoeda projetada para a indústria de jogos. Mais especificamente, ela é usada para negociar produtos de jogos e seus tokens. Outro uso da ENJ é ser base de tokens não-fungíveis (NFTs).

No dia 6 de abril, a ENJ lançará a JumpNet, uma rede de ponte que vai tornar as transações mais rápidas no blockchain.

Quanto ao movimento do preço, a ENJ rompeu uma linha de resistência e, posteriormente, a validou como novo suporte.

Gráfico ENJ. Fonte: TradingView

Stater (STR)

  • Preço atual: US$ 1.67
  • Capitalização de mercado: indisponível
  • Rank: indisponível

Stater é uma plataforma de empréstimo de código aberto para NFTs. Ela permite que os usuários alavanquem seus ativos enquanto mantêm a propriedade sobre eles.

Em 16 de abril, a atualização Lydian vai ser lançada. Ela permitirá que o produto da Stater entre para a mainnet. Essa etapa conclui o trabalho de desenvolvimento de três meses feito em Rinkeby.

Além disso, a Stater também está lançando parcerias com vários outros projetos, como o Polygon (MATIC). Quanto ao movimento do preço da sua criptomoeda nativa, a STR acabou de alcançar a sua máxima histórica no 28 de março.

Gráfico STR. Fonte: TradingView

Para conferir quais são as criptomoedas mais promissoras para 2021, clique aqui.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Valdrin é um entusiasta de criptomoedas e um operador financeiro. Depois de obter um mestrado em Mercados Financeiros na Barcelona Graduate School of Economics, começou a trabalhar no Ministério do Desenvolvimento Econômico em seu país natal, Kosovo. Em 2019, ele decidiu se concentrar em tempo integral em criptomoedas e negociação.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá