Ataque hacker à Rede Ipiranga prejudica abastecimento de postos de gasolina no país

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A Ultrapar, dona da Rede Ipiranga, confirmou ter sido vítima de um ataque hacker.

  • Desde terça-feira a companhia opera em regime de contingência enquanto tenta recuperar o sistema.

  • O ataque hacker fez 100 postos de gasolina de Florianópolis enfrentar problemas para repor seus estoques.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O conglomerado Ultrapar (UGPA3) sofreu um ataque hacker no início desta semana que está prejudicando o abastecimento de postos de gasolina no país.



A Ultrapar, dona da rede de distribuição de combustíveis Ipiranga, confirmou nesta terça-feira (12) que havia sido vítima de um ataque hacker.

Apesar de não dar muitos detalhes sobre o incidente, a Ultrapar confirmou que o ataque cibernético em seu ambiente de tecnologia da informação levou a companhia a interromper o funcionamento de alguns sistemas.



Em nota, a companhia afirma que acionou os protocolos de controle e segurança para minimizar eventuais impactos assim que identificou a invasão. Por essa razão, a empresa opera em regime de contingência desde terça-feira (12).

“A Ultrapar está avaliando a extensão desse incidente e atuando para mitigar seus efeitos, empreendendo todos os esforços para normalizar suas operações, e manterá o mercado informado de qualquer informação relevante relacionada a este evento.”

A medida preventiva foi tomada para impedir que o ataque se alastrasse na rede e causasse um dano ainda maior. No entanto, a interrupção afetou parcialmente as operações das subsidiárias da companhia, como a Rede Ipiranga.

Postos de gasolina ficam sem abastecimento

Um dia após a Ultrapar interromper parcialmente o funcionamento do seu sistema, o impacto já foi sentido em cidades brasileiras.

Nesta quarta-feira (13), conforme noticiou o portal NSC Total, cerca de 100 postos de gasolina da Grande Florianópolis enfrentaram problemas para repor seus estoques de combustível.

Como o sistema de informática da Ultrapar não estava em funcionamento pleno, a companhia teve problemas em registrar os pedidos das distribuidoras.

De acordo com  Joel Fernandes, vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), o ataque hacker à Rede Ipiranga obrigou que a reposição dos estoques fosse feita de uma maneira alternativa.

Segundo ele, a equipe de tecnologia da Ultrapar desenvolveu um canal alternativo para emitir notas e pedidos das distribuidoras. Dessa forma, os postos de Florianópolis puderam receber combustível vindo de uma base de Itajaí. 

Conforme Fernandes declarou à NSC Total, a estimativa é que seja necessário cerca de dois dias para que o abastecimento volte ao normal. Enquanto isso, o problema causa prejuízo aos postos da região:

“É um prejuízo porque as vendas param, mas as despesas continuam. Tudo isso em um momento complicado por causa da pandemia.”

De acordo com nota da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), os pedidos da Ultrapar estão sendo retomados com lentidão. A previsão era que até o final desta quarta-feira (13) tudo voltasse ao normal.

Apesar da Ultrapar não ter divulgado nenhum detalhe sobre o tipo de ataque hacker que sofreu, existe a possibilidade de ter sido um ataque ransomware. Normalmente, hackers atacam grandes empresas, interrompendo o funcionamento de seus sistemas até que seja feito um pagamento, geralmente em criptomoedas como o bitcoin.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá