Atlas Condenada a Devolver Criptomoedas a Clientes

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Entenda o porque isso esta acontecendo

  • O valor deve ser mantido como o da cotação no dia do saque

  • Altas se afunda cada vez mais em processos

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Atlas Quantum Processada Por Diversos Clientes Insatisfeitos em Único Processo



Sabemos como as coisas tem andado tensas nos últimos meses para empresas como a Atlas, que vem trazendo dores de cabeça gigantescas para seus clientes. A verdade é que muitas destas empresas estão trancando saques e dando desculpas esfarrapadas para fazer isso.

O principal problema de tudo isso é financeiro, porque muitas destas pessoas realmente precisam do dinheiro que investiram em Bitcoins, até porque com a crise como está hoje em dia, as coisa tendem a ficar cada vez mais complicadas de se lidar.



É nesse ambiente que as ações e escolhas tomadas pela Atlas tornam-se extremamente rudes e complicadas. No processo em questão, a empresa foi condenada a devolver mais de 6 bitcoins para o cliente insatisfeito, e tudo dentro da cotação no dia em que ele solicitou o resgate deste dinheiro.

A Decisão Em Prol dos Clientes Envolvidos

Segue abaixo a decisão que foi tomada pelo Juiz. Nesse sentido, podemos afirmar que a justiça como um todo tem se movimentado para regularizar o funcionamento de empresas de mineração, para que cassos como este não se repitam.

Ante o exposto, com fincas no artigo 487, inciso I, do Código de Processo Civil, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTES os pedidos formulados para o fim de condenar as rés, solidariamente, à devolução de 6,2218985 Bitcoins aos autores ou o valor equivalente em reais, considerada a cotação no dia do pedido de resgate (23 de novembro de 2019), à escolha das requeridas ou, em eventual cumprimento de sentença, caso reste inviável a transferência da criptomoeda. No caso de pagamento em moeda corrente, o valor obtido deverá ser acrescido de correção pela tabela do E. TJSP e juros de mora de 1% ao mês, tudo a partir da data de solicitação do saque. Pela sucumbência, na forma do artigo 86 do Código de Processo Civil, arcarão os autores com 60% e as rés, solidariamente, com 40% das custas, despesas e honorários advocatícios, os quais fixo em 10% do valor correspondente ao equivalente a 6,2218985 Bitcoins em 23.11.2019

Esperamos que conforme o ano siga adiante as coisas possam se estabilizar e haja mais tranquilidade na hora de investirmos nacionalmente nas criptomoedas.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá