AVAX, ATOM e OMG: para onde vão as melhores da semana

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • AAVAX e COTI alcançaram novas máximas históricas na quinta-feira (23).

  • AXS e LUNA romperam suas linhas de tendência de baixa.

  • OMG está seguindo uma linha tendência de alta.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Análise das sete criptomoedas que mais subiram nos últimos sete dias, de 17 a 24 de setembro.

Patrocinados



Patrocinados

As criptomoedas que mais subiram são:

  1. COTI (COTI): 50,35%
  2. Celo (CELO): 32,87%
  3. Avalanche (AVAX): 13,16%
  4. Cosmos (ATOM): 12,53%
  5. OMG Network (OMG): 7,90%
  6. Terra (LUNA): 1,10%
  7. Axie Infinity (AXS): 0,11%

COTI

O COTI está seguindo uma linha de tendência de baixa desde 8 de março, quando alcançou o até então preço recorde de US$ 0,60. Isso o levou a uma baixa de US$ 0,088 no dia 20 de julho.

Patrocinados



Patrocinados

No entanto, o COTI está subindo desde então e no dia 20 de agosto rompeu a linha de tendência. Depois de validar a linha como novo suporte em 7 de setembro, ele retomou seu movimento de alta e atingiu uma nova máxima histórica na quinta-feira (23).

Atualmente, o token está tentando validar a área de US$ 0,48 como suporte. Isso significaria que a estrutura de alta ainda está intacta.

Tanto o RSI quanto o MACD estão subindo, apoiando a tendência de alta. Além disso, o Supertrend é de alta (linha verde).

Gráfico do COTI no TradingView

CELO

O CELO está subindo desde 7 de setembro. Na quinta-feira,ele  atingiu uma alta de US$ 7,88. O topo foi feito dentro da área de US$ 7,40, que anteriormente atuava como resistência de preço em 30 de agosto.

Portanto, é possível que o token agora tenha feito um topo duplo, o que é considerado um padrão de reversão de baixa.

Além disso, existem divergências de baixa no RSI e no MACD. Até que o CELO consiga recuperar essa área, a tendência não pode ser considerada de alta.

Gráfico do CELO no TradingView

AVAX

O AVAX está subindo desde 7 de setembro. Na quinta-feira, o token estabeleceu uma nova máxima histórica, de US$ 79,80.

No entanto, a alta foi feita no nível de retração externa de 1,61 de Fibonacci ao medir a queda mais recente. Além disso, tanto o RSI quanto o MACD geraram divergências de baixa.

Portanto, apesar de estar em um ponto alto, o token está sendo negociado em uma área de potencial rejeição do movimento de alta.

Gráfico da AVAX no TradingView

ATOM

A ATOM está seguindo uma linha de tendência de alta parabólica desde 22 de junho. O movimento levou o ativo a realizar uma nova máxima histórica de US$ 44,8 na última segunda-feira (20).

A alta foi feita em uma confluência de níveis de resistência entre US$ 45 – US$ 47, criada pela retração externa de 1,61 de Fibonacci (preto) e o comprimento de 1,61 das ondas 1-3 (laranja).

Embora este seja um nível provável para um topo, os indicadores técnicos ainda estão otimistas, uma vez que o RSI está acima de 50 e o MACD está aumentando.

Portanto, a tendência pode ser considerada de alta, desde que a linha de tendência parabólica esteja intacta.

Gráfico da ATOM no TradingView

OMG 

A OMG está seguindo uma linha de tendência de alta desde 20 de julho. Isso levou a uma eventual alta de US$ 11,44 alcançada na terça-feira (21). No entanto, o token não conseguiu se manter acima do nível de 0,618 de Fibonacci e tem se movido para baixo desde então.

Apesar da queda, a linha de tendência de alta ainda está intacta. Além disso, há uma divergência de alta oculta se desenvolvendo no RSI. Isso geralmente é visto como um forte sinal de continuação da tendência.

Portanto, é possível que a OMG faça outra tentativa de romper acima do nível de retração de 0,618 de Fibonacci.

Gráfico da OMG no TradingView

LUNA

A LUNA estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 11 de setembro, quando atingiu a máxima histórica de US$ 45,1. No entanto, ela caiu para o nível de preço de US$ 23,95 na terça-feira.

O salto que se seguiu causou um rompimento da linha de tendência de baixa e a sua subsequente validação como suporte. Posteriormente, a LUNA também recuperou a área de suporte de US$ 34,50. Enquanto estiver acima dela, a tendência pode ser considerada de alta.

Gráfico da LUNA no TradingView

AXS

O AXS estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde que atingiu sua máxima histórica de US$ 94,67 em 4 de setembro. Isso levou a uma baixa de US$ 48,1 na terça-feira.

No entanto, um forte salto se seguiu, e o token rompeu a linha de tendência no dia seguinte. Posteriormente, ele também recuperou a área de US$ 63,50 e a validou como suporte.

O rompimento desta linha é apoiado tanto pelo MACD quanto pelo RSI, que estão subindo. Se o AXS puder se mover acima da área de resistência de US$ 71,5, ele poderá iniciar um forte movimento de alta.

Gráfico do AXS no TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Valdrin é um entusiasta de criptomoedas e um operador financeiro. Depois de obter um mestrado em Mercados Financeiros na Barcelona Graduate School of Economics, começou a trabalhar no Ministério do Desenvolvimento Econômico em seu país natal, Kosovo. Em 2019, ele decidiu se concentrar em tempo integral em criptomoedas e negociação.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora