O PIX já tinha data para funcionar. Agora, o Banco Central divulga o calendário de implementação e diz exatamente que horas os brasileiros poderão começar a usar o sistema de pagamentos instantâneos.

A plataforma, em testes desde o começo do ano, está atualmente em fase de pré-cadastro de chaves. Dessa forma, bancos e outras instituições já permitem que clientes registrem CPF, e-mail ou telefone para receber pagamentos.

Além disso, criminosos se aproveitam das dúvidas dos usuários para aplicar golpes. E-mails falsos já começam a ser disparados para um suposto cadastro que leva a vítima para um site perigoso.

O PIX será liberado gradualmente. O calendário de curto prazo foi divulgado em instrução normativa publicada no Diário Oficial da última terça-feira (22).

A próxima fase começa em 21 de outubro e vai até 2 de novembro. Nesse período, o PIX irá operar entre 9h e 18h e apenas em dias úteis.

Advertisement
Continue reading below

Durante esse tempo, o sistema será restrito a mensagens de conectividade e mudanças no status de serviço de liquidação para participante indireto. Além disso, o PIX poderá enviar dados dos responsáveis pela operação da conta de pagamentos no Banco Central.

Na sequência, começa a janela de liberação de funções como a liquidação de ordens de crédito. Essa fase vai até o dia 15 de novembro e também terá horário limitado.

O PIX começa o funcionamento completo apenas em 16 de novembro, a partir das 6h30.