Banco Central do Brasil inclui criptoativos em seu balanço.

Compartilhar Artigo

Embora criptomoedas não possuam status oficial no país, o documento, que aborda os criptoativos, é um relatório de pagamento feito no Brasil. Ele classifica a atividade de mineração de criptos como um “processo produtivo”.




O Banco Central do Brasil (Bacen) agora inclui, desde 26 de agosto, moedas digitais. O nome oficial para Bitcoin e criptomoedas é “ativos”, no entanto, também são considerados como meio de pagamento. A atividade de mineração de criptomoedas deve ser tratada como um processo produtivo, seguindo as recomendações encontradas na publicação do FMI “Tratamento de ativos criptográficos em estatísticas macroeconômicas” (Treatment of Crypto Assets in Macroeconomic Statistics).

Segundo informes, pessoas importantes no meio cripto tiveram algo a dizer sobre esse acontecimento. João Canhada afirmou que o Bacen tem estado na vanguarda de grandes iniciativas para conhecer e conversar com o mercado nos últimos anos, e que essa abertura começa nos mercados. Ele também explicou que esta etapa traz mais segurança ao setor e mais confiança ao mercado legado (legacy market) sobre a seriedade do mercado de criptoativos. O co-fundador da bolsa FoxBit vê isso de uma maneira positiva e considera uma evolução gigantesca para o regulador, além de uma demonstração ao mercado de que o banco central do Brasil está agindo para regular adequadamente o ecossistema local de criptomoedas em resposta às inovações.



Além dessa posição relevante por parte do Banco Central, também observa-se que o congresso federal tem buscado agir para sanar as lacunas legais referente ao uso e comercialização de criptoativos. O deputado federal Aureo Ribeiro (SD-RJ) é autor do projeto de lei, 2303/2015, que trata de corretoras de criptoativos e procura estabelecer regras para Bitcoin e criptomoedas no Brasil. Além de escrever o projeto, o referido deputado solicitou uma audiência com o Facebook em uma Comissão Especial na Câmara dos Deputados sobre seu projeto de moeda estável Libra.

E você? O que acha sobre a regulamentação das criptomoedas no Brasil? Deixe seus comentários abaixo

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Vini se formou em geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil e trabalhou com gerenciamento de projetos na área de exploração mineral em empresas como BHP Billiton e Vale. Ele se envolveu com o bitcoin em 2011, quando comprou suas primeiras moedas através do jogo online “Second Life”, mas usou a maioria de suas primeiras moedas aprendendo a fazer transações e negociar. Depois disso, ele se tornou um entusiasta da tecnologia blockchain e desde então focou sua carreira para esse campo. Recentemente, ele se dedica à programação frequentando o Le Wagon Coding Bootcamp e Ivan On Tech Academy.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá