Banco Central Financia Projeto P2P Blockchain para Empréstimo de Dinheiro

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Negócio conseguiu completar etapa de desenvolvimento após ser escolhido pelo BC do Brasil.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Banco Central do Brasil está financiando um projeto P2P criado através da tecnologia blockchain. A criação foi selecionada no edital do Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT). O projeto que utiliza a blockchain está entre as 17 ideias que concluíram o desenvolvimento dos projetos.



O LIFT aconteceu em abril de 2019, mas somente agora o resultado do programa de aceleramento divulgou quais projetos conseguiram finalizar todo o programa. Até então, 20 ideias foram selecionadas, no entanto, três projetos não conseguiram concluir suas apresentações.

Este não é o caso do protótipo P2P Lending com Blockchain. A inovação utiliza a tecnologia blockchain para criar uma plataforma de empréstimos P2P (Peer to Peer). O negócio está entre os 17 projetos que terminaram a fase inicial de desenvolvimento das ideias vencedoras do LIFT.



Blockchain dá vida a plataforma de empréstimo P2P

A blockchain é utilizada para o gerenciamento de dados de forma descentralizada. Esta tecnologia que deu vida ao Bitcoin, é a mesma que está presente em praticamente todas as altcoins do mercado de criptomoedas.

No caso da P2P Lending com Blockchain, a empresa utiliza de mecanismos do mercado de criptomoedas para proporcionar a negociação de empréstimos entre terceiros.

Embora o negócio não utilize o empréstimo de valores em criptomoedas até então. Portanto, a negociação é feita em moedas fiduciárias, como o dólar norte-americano, por exemplo.

Negócio oferece empréstimos para mercado corporativo

A descrição do projeto mostra ainda que o foco é atender o mercado corporativo. Para isso, a P2P Lending com Blockchain utiliza de formas de negociação do mercado de criptomoedas para facilitar as transações da empresa.

“Uma plataforma digital de concessão de crédito para pequenas e médias empresas no modelo P2P Lending, onde investidores que buscam maior rentabilidade encontram oportunidades de investimento e empresas conseguem uma taxa mais justa.”

De acordo com a apresentação, a P2P Lending com Blockchain criar um elo entre pessoas que podem emprestar dinheiro e empresas que precisam de realizar empréstimos. O diferencial do protótipo está na utilização da tecnologia blockchain.

Além de possibilitar transações mais rápidas, a confirmação de dados mediante o uso desta tecnologia pode acontecer de forma descentralizado. Outro ponto primordial está na transparência que somente a blockchain possui desde então.

Banco Central impulsiona a 4ª Revolução Industrial

Uma revolução digital engloba a tecnologia blockchain e seu uso nos mais variados sistemas de dados. Além de dar vida às criptomoedas, esta tecnologia ganhou representatividade geral ao ser elencada em um projeto escolhido pelo órgão máximo financeiro que representa um estado.

A tecnologia blockchain faz parte do que é apresentado como a 4ª Revolução Industrial. Além do projeto P2P Lending Blockchain, a LIFT contemplou um negócio que utiliza a inteligência artificial.

Neste caso, a ideia escolhida apresentou um programa de antecipação para empresas. O que faz a inteligência artificial e a blockchain estar entre as tecnologias que ganharam destaque ao serem escolhidas pelo programa de aceleração mantido pelo Banco Central do Brasil.

O que você acha do projeto que usa a tecnologia blockchain para oferecer empréstimos? Deixe seu comentário e compartilhe no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá