Binance libera compra de criptomoedas no cartão de crédito ou débito no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Binance libera depósitos em reais por cartão de crédito ou débito no Brasil.

  • Até então, brasileiros só poderiam depositar via transferência.

  • Exchange só passou a aceitar depósitos em reais em 2020.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Exchange passa a permitir depósito em reais na conta brasileira utilizando cartão de crédito ou débito nacional, em vez de apenas TED ou PIX.

Patrocinados



Patrocinados

A Binance anunciou nesta terça-feira (26) que começará a aceitar compra de criptomoedas no crédito ou débito. Até então, a exchange só aceitava cartão internacional para fazer depósito em moeda estrangeira, como o dólar, por exemplo.

Agora, brasileiros podem escolher depósitos em reais por meio de transferência bancária, seja via TED, DOC, ou PIX, ou cartão de crédito ou débito. A área de depósitos está disponível no menu “Comprar Cripto > Pagar com BRL > Cartões de Crédito / Débito”.

Patrocinados



Patrocinados

A Binance não informou qual empresa atua no processamento dos pagamentos. Para transferências, a exchange usa os serviços do banco Acesso Soluções de Pagamento S.A.

No comunicado da novidade, a corretora se limitou a dizer que “esse serviço está disponível na Binance através de serviços de terceiros com quem a Binance tem parceria. Este serviço não é direto da própria Binance”.

A Binance é a maior exchange do mundo, mas começou a ter presença no Brasil apenas em 2018, com a chegada de Mayra Siqueira. Apenas em 2020 a corretora passou a aceitar depósitos em reais, abrindo espaço para busca comprar seus primeiros Bitcoins.

Nem todos os produtos da exchange, no entanto, estão disponíveis no Brasil. Conhecida pelo grande portfólio de instrumentos para operar no mercado cripto, a corretora foi proibida pela CVM de oferecer derivativos no país. O caso deu ensejo à abertura de um processo administrativo pelo qual a corretora deverá responder.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Sou editor-chefe do BeInCrypto Brazil desde abril de 2021.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora