Bitcoin alcança recorde em semana marcada por alerta da Ripple e empresa que deve R$ 1,6 bilhão no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Um alerta polêmico sobre mineração de Bitcoin foi destaque no últimos dias

  • Fraudes com criptomoedas também ganham o noticiário

  • Semana é marcada ainda por disparada do Bitcoin e recorde no Brasil

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A disparada no preço do Bitcoin foi a grande novidade no noticiário da semana.



No entanto, fraudes com criptomoedas e um alerta da Ripple sobre a atividade de mineração na China também chamaram a atenção. Veja, a seguir, os principais assuntos que permearam o mundo cripto nos últimos dias.

Bitcoin dispara e supera máxima de R$ 70 mil no Brasil com adesão do PayPal

A disparada do Bitcoin para US$ 13.000 foi o principal assunto da semana no cenário cripto. A criptomoeda engatou um rali que a levou de US$ 11.500 a US$ 13.000 em cerca de dois dias. Nesse meio tempo, a criptomoeda deixou para trás o antigo recorde de R$ 70.000 nas exchanges brasileiras. O movimentou foi provocado, principalmente, pelo anúncio do PayPal, que passou a aceitar BTC na carteira digital.



CEO da Ripple alerta sobre mineração de Bitcoin na China

Mais um executivo da Ripple falou publicamente sobre o possível controle do Bitcoin pela China. Em entrevista, o CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, mostrou preocupação com a possível influência do Partido Comunista Chinês sobre a atividade de mineração de BTC no país. Segundo ele, a China poderá controlar a blockchain e ficar imune a prejuízo por concentrar entre 65% e 75% dos mineradores.

Empresa acusada de fraude com criptomoedas tem dívida de R$ 1,6 bilhão

A administradora judicial do Grupo Bitcoin Banco (GBB) divulgou que a empresa deve R$ 1,6 bilhão aos credores. O valor é o triplo do apontado no começo do ano. Esse valor seria devido a pessoas que depositaram na exchange, mas ficaram sem acesso a saques desde o início de 2019. A empresa entrou com pedido de recuperação e prometeu pagar tudo em 84 parcelas, mas ex-clientes duvidam do pagamento.

Melhores carteiras de Bitcoin em 2020

Em meio à nova máxima anual do Bitcoin, brasileiros procuram opções de carteira de criptomoedas. Há diversos tipos para escolher, que vão desde carteiras web, celular e desktop, além das de papel e as chamadas hardware wallets. Um dos destaques é a carteira da Stormgain, que oferece 25 dólares de bônus para novos usuários.

Mineração na nuvem

Brasileiros vêm novamente mostrando interesse por opções de mineração em nuvem. A modalidade chama atenção pela facilidade em participar do processo mesmo sem ter equipamento para tal. Mas, é preciso tomar cuidado com ofertas tentadoras demais e supostos planos que podem configurar pirâmide financeira. Dessa forma, a melhor alternativa é recorrer a serviços reconhecidos.

Resultados do Ibovespa e dólar repercutem ao longo da semana

O brasileiro ficou de olho no resultado desanimador da bolsa e do dólar. O fechamento do dia 16 repercutiu ao longo de toda a semana. O Ibovespa encerrou em alta, mas recuou no final por conta de temores domésticos mesmo com o otimismo em torno da vacina da Pfizer. Já o dólar voltou a atingir R$ 5,64, cotação que não mudou muito nesta semana.

Ex-funcionária leva R$ 370 mil da Atlas Quantum

Outra empresa acusada de fraude, a Atlas Quantum teve novo revés na Justiça – dessa vez na trabalhista. A antiga empregada entrou com ação por não conseguir sacar um bônus que havia sido prometido pela empresa. Agora, a Atlas deverá ter que pagar um valor bem maior, que chega a R$ 370 mil.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá