Bitcoin atinge recorde em mineração enquanto opções sobem 300%

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Indícios da blockchain e do mercado financeiro indicam que o Bitcoin pode subir de preço

  • Mineradores mostram interesse recorde na moeda

  • Enquanto isso, investidores já se posicionam para comprar BTC “com desconto”

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin pode estar enfim caminhando para uma nova fase de volatilidade. Um dado da blockchain e um financeiro que surgiram nesta quinta-feira (8) são os indícios da vez.



A empresa de análise Glassnode divulgou nesta tarde que a taxa de processamento de mineradores alcançou um novo pico histórico. O número chegou, pela primeira vez, em 170 exahash. O crescimento já é de 40% desde o halving, que ocorreu em maio.

#Bitcoin hash rate atinge um novo ATH e chega a 170 exahash pela primeira vez na história na tabela horária (24h MA). Isso é um aumento de cerca de 40% desde o halving em maio, aumentando substancialmente a segurança da rede.

O hash rate é um indicador que aponta a dimensão de processamento gerado por mineradores. Quanto maior ele fica, maior é a atividade dos supercomputadores utilizados na atividade.

Além disso, o número indica o interesse dos mineradores pelo Bitcoin. Os mineradores têm grande influência sobre o mercado, pois precisam vender o BTC gerado para sustentar a operação. Segundo analistas, um crescimento no hash rate costuma preceder um aumento de preço.

A possibilidade de subida aumenta quando aliado com fatores externos. E é justamente isso que ocorre do lado financeiro da equação.

Opções de Bitcoin sobem 300%

Uma O movimento de investidores nos EUA indica que o mercado também já projeta possível valorização do Bitcoin. Dados da Skew revelados nesta quinta-feira mostram que o volume de opções de Bitcoin na corretora de derivativos americana Chicago Mercantile Exchange (CME) dispararam 300%.

Ao Coindesk, a corretora explica que o movimento se deve principalmente a opções de recompra (call). Dessa maneira, o mercado parece se posicionar para fechar contratos de compra de Bitcoin por um preço menor antes de uma possível subida – se subir, eles têm direito de comprar “com desconto” na data de vencimento.

O movimento ocorre após um aumento repentino de usuários de Bitcoin. Segundo um analista, o cenário parece ser resultado de esforços da China para encorajar a adoção da moeda. O país asiático estaria, secretamente, iniciando o próximo rali de BTC.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá