Bitcoin (BTC) é barrado em resistência, SOL vai a US$ 100 e FTM dispara 35%

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Bitcoin falha novamente em superar os US$ 50.000.

  • Algumas altcoins disparam, com destaque para FTM, FLOW e SOL.

  • Cenário de queda no curto prazo permanece o mais provável.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin (BTC) amanhece em queda nesta segunda-feira (30) após nova tentativa malsucedida de romper resistência acima de US$ 50.000.

Patrocinados



Patrocinados

Após queda no fim de semana que o levou de volta rapidamente para menos de US$ 47.000, o BTC se recuperou e alcançou US$ 49.639 no domingo (29).

No entanto, o preço recuou mais uma vez e, em novo impulso, não teve forças para superar US$ 49.074, segundo dados do Coingecko. No fechamento da matéria, a criptomoeda era cotada a US$ 48.045, queda de 1,2% em 24 horas e 2,5% na semana.

Patrocinados



Patrocinados

Movimento e altcoins

Mesmo com o recuo do BTC, diversas altcoins negociam em alta nesta manhã. O melhor resultado por enquanto é da Fantom (FTM), que dispara 35% e vai a US$ 0,698819, seguida da Flow (FLOW), que sobe 18,3% para US$ 26,44. Além disso, Elrond (EGLD) e Waves (WAVES) avançam cerca de 9% cada.

Já a Solana (SOL), que já vinha em bom momento, voltou a tomar novo impulso e marcou uma nova máxima histórica de US$ 100,84 nesta madrugada. A criptomoeda agora acumula impressionantes 211% de valorização nos últimos 30 dias.

Do outro lado da tabela está a Arweave (AR) e a Near (NEAR), que perdem dois dígitos nesta manhã. Outros destaques negativos são AMP, ATOM e SAFEMOON, que registrou problemas técnicos na carteira no fim de semana, com quedas entre 8% e 10%.

O que esperar do Bitcoin

As novas tentativas fracassadas de superar os US$ 50.000 pintam um cenário negativo para o Bitcoin no curto prazo. Segundo o analista de criptomoedas Valdrin Tahiri, o BTC caiu abaixo de uma linha ascendente que vinha acompanhando desde julho, e deverá continuar caindo nos próximos dias.

Gráfico do BTC no TradingView

No entanto, essas são as impressões do gráfico diário. Em prazos mais curtos, como no gráfico de uma hora, o BTC mostra incerteza e até mesmo alguns indicativos de otimismo. Um deles é a possibilidade de uma divergência de alta oculta, algo visto como positivo para o preço no curto prazo.

Gráfico do BTC no TradingView

Por outro lado, os volumes de trades vêm caindo consistentemente, o que costuma apontar para fraqueza no impulso de alta, o que eventualmente poderia levar para uma queda mais acentuada. O gráfico de seis horas também mostra o preço abaixo de uma linha de suporte ascendente, o que é mau sinal para o curto prazo.

Gráfico do BTC no TradingView

Além disso, a ferramenta de contagem de ondas segue mostrando que a tendência agora seria ver uma queda mesmo no cenário mais positivo, que inclui uma forte subida na sequência. Se o BTC realmente continuar a cair, o suporte estaria em US$ 42.400.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora