Bitcoin é “jogo de aposta” para metade das pessoas que o compram

Compartilhar Artigo

Pesquisa indica que BTC é apenas “jogo de aposta”, para metade dos seus donos. Dessa maneira, apenas um quarto dos entrevistados acreditam que o BTC é destinado a compor o seu portfólio de investimentos. Visão sobre o Bitcoin ainda é cercada de preconceitos e desconhecimento.



Como você olha para o Bitcoin?

De acordo com uma pesquisa recente, a maior probabilidade de resposta é: uma aposta, apenas. Ao menos, essa foi a resposta para 47% dos entrevistados.



Segundo esses investidores, o Bitcoin é “uma aposta que pode fazer ou perder dinheiro” (gamble that could make or lose money).

Vale ressaltar que, no inglês, a conotação da palavra aposta (gamble) é de algo bastante arriscado e incerto, como apostar na loteria ou em um jogo de azar.

Quer fazer trades? No canal do BeInCrypto, você tem acesso aos melhores sinais de trade de forma gratuita!

BTC é apenas uma aposta?

A pesquisa foi realizada pela Financial Conduct Authority (FCA), que é um Órgão Regulador do Reino Unido. É possível acessar o seu conteúdo completo neste link. Desse modo, o trabalho aponta para os seguintes resultados:

  • 47% dos donos de BTC vêem a moeda como uma aposta
  • 25% deles acredita que o BTC faz parte do seu portfólio de investimento
  • 22% dos entrevistados “não quer perder a onda das criptomoedas”
  • 17% dos donos de BTC têm um plano de longo prazo para a criptomoeda, como uma forma de “pensão”
  • 17% das pessoas não acreditam no sistema financeiro e compraram BTC por razões ideológicas

Dessa maneira, é interessante notar que metade dos entrevistados aparentam não estar realmente preocupados com as implicações políticas e financeiras do Bitcoin. Certamente, o boom de 2017-18 teve uma forte influência nesse tipo de comportamento.

Para essas pessoas, o Bitcoin é um mero jogo de aposta? Pelo jeito, sim.

Outros resultados interessantes da pesquisa

No demais, a pesquisa revela que a segunda criptomoeda mais conhecida pelo público geral é a Libra. Esse é um resultado surpreendente, já que a moeda do Facebook sequer foi lançada. Porém, a pesquisa também aponta para o poder da futura criptomoeda de Zuckerberg.

Além disso, as Exchanges mais utilizadas pelos entrevistados foram:

  • Coinbase (EUA) – 63%
  • Binance (China/Malta) – 15%
  • Kraken (EUA) – 10%
  • Bittrex (EUA) – 8%
  • Bitfinex (Hong Kong) – 7%

A pesquisa revela a influência da Coinbase no mercado de criptomoedas. Contudo, vale lembrar que a Exchange está passando por diversas polêmicas, atualmente. A mais recente delas aconteceu quando se descobriu que a Exchange está colaborando com a “Receita” dos EUA. Isso causou a retirada massiva de Bitcoin e outras criptomoedas da Exchange.

Finalmente, outro dado importante é o seguinte: 46% dos entrevistados guardam as suas criptomoedas na conta da Exchange. Esse é um comportamento perigoso, já que a história é repleta de vazamentos de dados e hackeamento das Corretoras.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá