Bitcoin já pode ser usado para pagar assinatura de plano de saúde no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Carteira de criptomoedas integra serviços de saúde no Brasil

  • Brasileiro pode pagar assinatura com saldo em bitcoin e outras moedas

  • Mensalidade dá direito a consultas médicas e descontos em farmácias

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Bitfy integra assinatura de ‘plano de saúde’ que oferece consultas médicas e descontos em farmácias com pagamento em bitcoin e outras criptomoedas



Uma empresa que comercializa assinaturas de uma espécie de plano de saúde no Brasil começou a aceitar bitcoin e outras criptomoedas como forma de pagamento. A novidade foi anunciada em parceria com a startup de cripto Bitfy.

Parceira da Bitfy, a Yalo passa a oferecer serviços de saúde mediante um pagamento mensal com criptomoedas. Dessa maneira, usuários podem acessar consultas médicas e compra e delivery de remédios utilizando o saldo em cripto da carteira.



A contratação se dá pelo próprio aplicativo da Bitfy, que traz o serviço Yalo+ entre as opções da categoria “Saúde”. A assinatura inclui parceiros como Dr. Consulta, para consultas por a partir de R$ 40. Além disso, estão incluídos descontos de até 20% nas redes de farmácias Droga Raia e Drogasil.

Bitfy permite contratar serviços de saúde da Yalo por a partir de R$ 50

O objetivo é, assim, atrair uma parcela dos cerca de 150 milhões de brasileiros que não têm plano de saúde. Portanto, a ideia passa por conquistar pessoas dependem unicamente do SUS e desejam um plano de saúde barato complementar. Os planos disponíveis variam entre R$ 50 e R$ 180. Os valores equivalem a 0,0000553 e 0,0001991 BTC, respectivamente, na cotação conferida às 12h no Cointrader Monitor. 

À Exame, o CEO da Bitfy, Lucas Schoch, declarou:

Por meio da carteira, você tem acesso à uma infinidade de serviços, e a saúde não poderia ser diferente. Com esta parceria, temos mais uma opção de pagamento da sua assinatura, facilitando, por consequência, o acesso à saúde.

Lucas Schoch, CEO da Bitfy

Serviço de plano de saúde cresce na esteira da telemedicina no Brasil

O serviço de assinatura que imita plano de saúde aproveita o boom da telemedicina no Brasil. Acelerada pela pandemia, a modalidade foi regulamentada de maneira emergencial em 2020 e prevê a digitalização de procedimentos antes exclusivos de atendimentos presenciais.

A novidade também puxa o setor de blockchain. Empresas brasileiras especializadas correram para lançar produtos nesse segmento. A ideia é utilizar a tecnologia para, por exemplo, autenticar receitas médicas e outros documentos passíveis de falsificação.

Além de contratar o serviço da Yalo, a Bitfy oferece funções comuns de processadores de pagamentos com criptomoedas no Brasil, como, por exemplo, a Stratum. Entre esses recursos estão negociar bitcoins, solicitar e enviar dinheiro, recarregar celular, pagar boletos e fazer TED para qualquer banco utilizando saldo em criptomoeda.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá