Bitcoin Parece Alternativa Ideal Após Governo Exigir 30% de Gastos Eletrônicos

Compartilhar Artigo

Os cidadãos da Grécia podem começar a recorrer ao Bitcoin, pois novas leis rigorosas impõem pesadas multas àqueles que não gastam 30% de sua renda eletronicamente. A lei foi implementada para ajudar a combater a evasão fiscal no país.



A medida deve arrecadar mais de US $ 800 milhões. Como os cidadãos se vêem obrigados a pagar por certos meios ou enfrentam multas pesadas, temos que perguntar: o Bitcoin não é a melhor solução possível para todas as partes envolvidas?



Grécia implementa gastos eletrônicos obrigatórios

O governo grego está implementando uma nova lei que forçaria seus cidadãos a gastar 30% de sua renda eletronicamente ou enfrentará uma multa de 22% no restante dessa quantia. Os pagamentos eletrônicos válidos incluem transações com cartão de débito e crédito e transferências bancárias.

Muitos cidadãos gregos ainda realizam operações via dinheiro, incluindo o pagamento de salários, aluguel e serviços públicos. A lei entrará em vigor no próximo ano. Alex Patelis, o principal consultor econômico do primeiro-ministro, disse em entrevista ao The Telegraph,

“Esta é uma grande iniciativa no próximo ano que aumentará mais receita porque [as pessoas] pagarão a penalidade ou mais provavelmente por causa das [maiores] receitas de IVA”.

Esta lei é uma das muitas medidas do governo do primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis para consertar o sistema tributário do país. Recentemente, foi anunciado que o imposto sobre as sociedades seria reduzido de 28% para 24%.

A sonegação de impostos tem sido chamada de “esporte nacional” na Grécia. Este documentário curto e popular (em inglês) cobre muitas das maneiras pelas quais os cidadãos tentam se esquivar dos pagamentos de impostos.

 Comentários da comunidade sobre o acontecimento

O conhecido defensor de blockchain e criptomoeda, Andreas M. Antonopoulos, também comentou sobre o desenvolvimento, dizendo que o “ desejo de vigilância e controle acabou de aumentar ” e que era ‘hora do’ Plano B ‘na Grécia também’.

Pelo plano B, é claro, Antonopoulos está se referindo ao Bitcoin.

Bitcoin – uma moeda para o povo

Bitcoin se saiu bem em países com economias em dificuldades. A Venezuela é um exemplo perfeito, com muitos de seus cidadãos se voltando para as criptomoedas apenas para que possam sobreviver. Muitos até doaram para o país por meio de criptomoedas e empresas como a Iniciativa Bitcoin for Venezuela compraram alimentos para aqueles atingidos pelos problemas de hiperinflação do país.

Mais de US $ 3,5 bilhões em remessas enviadas para a Venezuela foram registradas em 2019 e prova que o Bitcoin fornece um baixo custo e meios rápidos para enviar fundos, além de não estar relacionado aos mercados tradicionais.

Você acredita que o Bitcoin pode se tornar a principal alternativa para a Grécia corrigir seu problema fiscal? Deixe nos comentários a sua opinião! Aproveite para compartilhar no Twitter e no Facebook!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Caio é um grande entusiasta de criptomoedas e day trader em tempo integral. A paixão pelo mercado financeiro e pela escrita permitiu que começasse a fazer parte do projeto BeInCrypto em ser o principal portal de notícias de criptomoedas e blockchain. Caio é também estudante de Ciências Econômicas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá