Bitcoin Perdido Poderá Ser Recuperado, é o Que Pretende CEO da Blockstream

Compartilhar Artigo

Com fontes descentralizadas e dificilmente rastreadas, o risco de perca no sistema é a principal crítica dos não apoiadores para as criptomoedas. Aparentemente, Adam Back pretende trazer esse argumento abaixo para o Bitcoin.



Em uma entrevista na Lightining Conference, em Berlin, o CEO da Blockstream estava comentando sobre o sucesso do lançamento da carteira dita como a mais segura da atualidade. De certo modo, a “Carteira Verde” da Blockstream de fato pode ser considerada assim, já que possui por padrão de segurança o sistema multi-sig 2-de-2.

O padrão de segurança da carteira mantem uma chave de segurança com você e outra nos servidores da empresa. No entanto, algumas pessoas já perderam a própria chave, e aí as transações ficam presas e os bitcoins perdidos.



Para resolver esse problema, a Blockstream está estudando adicionar uma nova chave de segurança, e desse modo ter uma autenticação extra para aumentar o controle pelo usuário sobre seus ativos em custódia na blockchain.

De certo modo, essa é a principal alternativa para aumentar a segurança dos usuários no acesso a sua carteira. Além do mais, a recupareção em dois faltores já é algo muito usado nos bancos tradicionais, como o próprio Adam Black ressaltou.

“… devemos estar aptos a ter controle de usuário … autenticação de dois fatores do tipo banco … e a capacidade de recuperar de falhas de backup.”

Blockstream Ainda Não Opera no Brasil

Infelizmente apesar de sua relevância no cenário mundial, a Blockstream ainda não possui parceria direta com bancos brasileiros. Desse modo, para quem possui criptomoedas sobre custódia, a alternativa para utilizar os serviços de segurança da Blockstream é utilizar uma exchange brasileira como intermediária.

De certa maneira, a aplicação da dupla autenticação é muito válida, no entanto os usuários devem se preocupar em não perder a nova chave de segurança gerada. Uma das soluções existentes para os mais esquecidos, é o armazenamento em servidores de empresa de backup. Contudo, isso iria derrubar qualquer avanço alcançado em termos de segurança pela empresa.

Até o momento, o projeto da autenticação em dois fatores para recuperação de acesso à carteira de ativos não passa de mero projeto do CEO. A Blockstream ainda não divulgou nenhum comunicado oficial sobre o assunto.

Você acredita que o projeto de mais uma chave de autenticação é válida? Ou isso só irá gerar mais coisas para o usuário lembrar? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião, e compartilha no Twitter nos marcando!

 

 

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Caio é um grande entusiasta de criptomoedas e day trader em tempo integral. A paixão pelo mercado financeiro e pela escrita permitiu que começasse a fazer parte do projeto BeInCrypto em ser o principal portal de notícias de criptomoedas e blockchain. Caio é também estudante de Ciências Econômicas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá