Bitcoin Por US$ 10 mil? Justiça Condena Atlas Quantum a Devolver Criptomoedas com este Valor

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Empresa obedecerá cotação do dia em que o pedido de depósito foi realizado pelo cliente.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Atlas Quantum terá que devolver Bitcoin de cliente com o preço de mais de US$ 10 mil. Segundo a justiça, o valor para o cálculo da criptomoeda a ser devolvida acompanhará uma cotação diferente da atual. Ou seja, o valor para cada Bitcoin devolvido será 35% mais caro.



Investidores com Bitcoin preso na plataforma podem conseguir receber a criptomoeda com a cotação do dia em que o pedido de saque foi realizado.

Através do deferimento de tutela de urgência, o Atlas Quantum deverá pagar o investidor cerca de R$ 142 mil segundo dados do processo. Dessa forma, a publicação da Justiça de São Paulo desta terça-feira cita que este pagamento deverá acontecer em até cinco dias.



Cinco dias para pagar Bitcoin com preço de US$ 10 mil

O Atlas Quantum está sendo intimado a depositar por volta de 3.39 Bitcoin (BTC) com uma cotação diferente da atual no mercado. Portanto, a decisão mostra que o valor para a criptomoeda deverá acompanhar o dia em que o pedido de saque está registrado na empresa.

Atualmente a cotação do Bitcoin está em quase US$ 7.400. Porém, o preço que será pago pelo Atlas Quantum será bem maior em um dos processos envolvendo a plataforma de arbitragem. Os autos da ação determinam que a empresa faça o depósito seguindo a cotação para o Bitcoin no dia 22 de agosto de 2019.

Para a justiça, o negócio seguirá a cotação do dia em que o saque foi registrado pelo cliente. Com mais de três meses de atraso, a devolução da quantia pode acontecer até o dia 8 de dezembro. 

No entanto, para cada unidade de Bitcoin neste processo, o Atlas Quantum pagará em média US$ 10 mil. Esta era a cotação para a criptomoeda no momento em que o cliente fez o pedido de saque na plataforma de arbitragem em Bitcoin.

Saque em Bitcoin está em atraso

O processo narra que desde o dia 22 de agosto o investidor em questão não recebe suas criptomoedas de volta. Ocorre que o Atlas Quantum anunciou atrasos com saques de Bitcoin que não se normalizaram desde então.

Muitos clientes optaram pela Recompra de Bitcoin lançada no início de novembro. Com deságios que atingiram até 90% aquela era a única solução imediata para receber pela venda das criptomoedas retidas pelo negócio. Em contrapartida, o Atlas Quantum alega que os Bitcoins estão presos em exchanges internacionais.

Se não pagar cliente terá multa

No caso do cliente que conseguiu a tutela antecipada, o Atlas Quantum está sujeito a uma multa. Nesta ação, o pagamento da multa estabelecida será de 1% para cada mês de atraso no depósito de 3.39326786 (BTC). 

Contudo, a multa será contabilizada desde o mês em que o investidor pediu o saque de Bitcoin não atendido pelo Atlas Quantum. Sendo assim, já existem 3% de multa acumulada neste caso.

Com a tutela provisória de urgência deferida, mais de R$ 142 mil podem ser devolvidos pela plataforma ao cliente com saldo em Bitcoin. Por outro lado, o pedido de danos morais feito pelo cliente não foi aceito nesta ação judicial, que utilizará uma cotação de US$ 10 mil para o Bitcoin.

O que você acha da decisão da justiça de usar uma cotação diferente para a devolução de Bitcoin do Atlas Quantum? Comente sobre a notícia e compartilhe no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá