Bitcoin se mantém abaixo de US$ 50 mil mas investidores estão otimistas – Resumo do dia 25/02

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Resumo do dia do BeInCrypto mostra o que virou destaque no mercado cripto nesta quinta-feira (25).

  • Bitcoin não consegue segurar US$ 50 mil mas há sinais de que um novo rali pode chegar em breve.

  • A maior exchange de criptomoedas dos EUA anunciou hoje que em breve entrará na bolsa de valores.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Apesar de conseguir recuperar os prejuízos da correção do início da semana, as principais criptomoedas do mercado se mantêm estáveis, com leves quedas ao longo do dia.



O destaque do dia foi o anúncio da Coinbase de que em breve, poderá se tornar a primeira empresa de criptomoedas a ser negociada na bolsa de valores dos Estados Unidos. Inclusive, a exchange divulgou hoje novos planos de expandir as operações no Brasil.

Confira agora no resumo do BeInCrypto os principais acontecimentos desta quinta-feira, 25 de fevereiro.



Bitcoin se mantém estável abaixo de US$ 50 mil

O bitcoin voltou a beirar os US$ 50 mil, mas ainda luta para manter o seu preço acima desta marca. Neste fim de tarde de quinta-feira (25), o BTC opera em queda de 1,4%, cotado a US$ 48.769.

Outras criptomoedas que também estão em queda nas últimas 24 horas são o Ethereum (-3,5%), Binance Coin (-2,6%), Polkadot (-2,7%), XRP (-1,3) Chainlink (-5%) e Bitcoin Cash (-1,5%).

Indo no sentido contrário e acumulando pequenas valorizações hoje está a Cardano. A ADA está em alta de 7% hoje, valendo US$ 1.11. Litecoin também voltou a subir 5,5% nesta tarde e fecha o dia a US$ 191.

Investidores podem impulsionar novo rali do bitcoin?

Mesmo diminuindo a queda do início da semana, o bitcoin continua oito mil dólares abaixo do sua máxima histórica de US$ 58.330. No entanto, há indícios de que o cenário está propenso para um novo rali.

Conforme mostrou hoje o BeInCrypto, os investidores de bitcoin estão com o mesmo apetite que antecedeu o rali do início do mês, quando o bitcoin valorizou 80%.

Esse sentimento otimista foi calculado com base nas movimentações da exchange Coinbase. Quando o BTC desvalorizou, cresceu o volume de transferências de BTC para carteiras frias na exchange. Aliás, a Coinbase é conhecida como a plataforma preferida dos investidores que compram em grandes quantias.

Isso indica que assim como a MicroStrategy e a Square aproveitaram a queda para comprar mais bitcoin, há diversos outros grandes participantes do mercado que podem ter feito o mesmo movimento, porém sem anunciar publicamente. 

Coinbase vai entrar na bolsa de valores e mira expansão no Brasil 

A maior exchange de criptomoedas dos Estados Unidos anunciou hoje que enviou um pedido à SEC para entrar na bolsa de valores americana.

Caso o pedido seja aceito, as ações da Coinbase poderão ser negociadas diretamente na Nasdaq sob o símbolo “COIN”.

O movimento da Coinbase é importante para todo mercado cripto uma vez que ela será a primeira plataforma de criptomoedas presente na bolsa de valores dos EUA.

Além disso tudo, a empresa divulgou hoje que tem intenções de expandir os negócios aqui no Brasil. Apesar de já ter uma presença tímida no país, a Coinbase afirmou que vai buscar capital para melhorar os serviços ofertados em países de interesse, citando o Brasil como exemplo. 

PagSeguro libera investimento em criptomoedas para usuários

Outra empresa que hoje trouxe uma notícia boa para os fãs de criptomoedas foi a PagSeguro.

A partir de hoje, mais de 7 milhões de usuários do PagSeguro vão poder investir nos fundos de criptomoedas da gestora Hashdex. A ideia é tornar mais simples para os brasileiros investir em ativos digitais.

A partir de R$ 500, os clientes do banco digital PagBank, do PagSeguro, terão a chance de investir no “Criptoativos Discovery FIC FIM”, um fundo composto 20% por criptomoedas e o restante em títulos de renda fixa.

No Brasil, os fundos de investimento em criptomoedas renderam ganhos de até 343% em 2020. O número supera e muito os rendimentos das concorrentes do mercado tradicional.

Para conhecer os fundos de criptomoedas disponíveis no Brasil, leia a análise completa do BeInCrypto.

Leia também as notícias do dia:

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá