Bitcoin supera bolsa dos EUA em 1.600% no mesmo dia em que brasileiro começa a investir lá fora

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Bitcoin supera Nasdaq em três vezes e índice S&P500 em 1.600%

  • Marca surge no mesmo dia em que brasileiros passam a poder investir em estrangeiras

  • Antes, esse tipo de investimento só era liberado para investidor qualificado

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin disparou na última quinta-feira (22) para US$ 13.000 após adesão do PayPal. Além de provocar recorde na cotação em reais, subida já alcança rendimentos superlativos na comparação com investimentos tradicionais.



A criptomoeda agora supera em 1.600% o desempenho da bolsa dos EUA no conforme medido pelo índice S&P 500. Segundo levantamento da Forbes, o BTC permanece, de longe, o melhor investimento de 2020.



Curiosamente, a marca é alcançada justamente quando investidores brasileiros de pequeno porte ganham acesso a ações americanas.

A mesma quinta-feira foi o primeiro dia de oferta de BDRs, que permitem investimento em empresas estrangeira a partir do Brasil. Após liberação da CVM, é possível investir em reais em ações de gigantes como Amazon, Apple, Facebook e McDonal’ds.

As ações são as mesmas negociadas nas bolsas americanas NYSE e Nasdaq. Entre elas, estão algumas das 500 que fazem parte do índice S&P500. No entanto, o Bitcoin, que é acessível no Brasil legalmente por meio de exchanges, apresenta desempenho muito superior.

Comparando apenas com a Nasdaq, por exemplo, o BTC representa praticamente o triplo de ganhos no ano das 100 principais companhias de tecnologia listadas nesta bolsa.

Olhando para além de ações de tecnologia e mais amplamente nos índices de mercado, o desempenho do Bitcoin neste ano é ainda mais impressionante. Está quase triplicando o Nasdaq 100, que é 32%. Além disso, está superando o S&P 500 em 1.600%

Apesar de superioridade do Bitcoin, BDRs começam bem no Brasil

Apesar do baixo resultado da bolsa dos EUA frente ao Bitcoin, os BDRs vêm sendo bem recebidos no Brasil. No primeiro dia de negociações, o BDR da Apple registrou mais de 6 mil negociações. Enquanto isso, a Tesla acumulou mais de 4.500 trades.

Brasileiros têm à disposição 671 BDRs para negociar na bolsa. Cada um reflete o papel de uma empresa estrangeira. O investidor não compra a ação diretamente, mas investe no índice correspondente lastrado por uma ação real.

 

Antes, esse tipo de investimento era acessível apenas por investidores qualificados, que têm pelo menos R$ 1 milhão em capital financeiro. Hoje, BDRs já aparecem em diversas corretoras, como a XP, que também oferece fundo de criptomoedas da Hashdex.

Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá