Blockchain é usada pela primeira vez na venda de imóveis do governo

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Imóveis do governo são vendidos pela primeira vez através da tecnologia blockchain.

  • Isso será possível através da parceria entre a Empresa Gestora de Ativos do Governo e a startup Resale.

  • Todo o processo de venda é feito de forma 100% digital e criptografada.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Apesar da tecnologia blockchain já ser utilizada de forma experimental em diferentes setores do governo, uma parceria inédita fará com que o blockchain facilite a venda de imóveis públicos pela primeira vez no país.



Isso será possível graças a um acordo firmado entre a Empresa Gestora de Ativos do Governo (EMGEA) e a startup brasileira Resale.

A Emgea é uma empresa vinculada ao governo, especializada na gestão de ativos e bens da União e demais entidades da administração pública federal. Entre suas responsabilidades, está a venda de imóveis pertencentes à União.



A Emgea está atualmente vinculada ao Ministério da Economia. No entanto, a empresa está prestes a ser privatizada. Desde agosto de 2019, ela integra uma lista de 17 órgãos do governo que estão em processo de desestatização.

Na época, a empresa projetou que estaria sem caixa para operar neste ano. Por isso, a Emgea mira agora na tecnologia blockchain como forma de acelerar a venda de imóveis e tentar reverter a situação.

A aplicação inédita da tecnologia das criptomoedas para a venda de imóveis do governo acontece através da plataforma da startup Resale.

Conforme noticiou o Estadão nesta quarta-feira (16), a expectativa é que sejam vendidos até 50 imóveis do governo através da parceria. 

A estimativa é que o montante total das vendas chegue a R$ 5 milhões. O valor médio das casas disponíveis para compra fica na faixa de R$ 105 mil. 

Na plataforma da Resale, o usuário pode dar lances mínimos no imóvel que se interessar. O deságio dos imóveis (descontos), varia de 18% a 68%.

Tecnologia na venda de imóveis

A Resale é um “outlet imobiliário” e vende milhares de imóveis que retornam ao mercado para serem revendidos após operações de financiamento ou empréstimos imobiliários que não foram concluídos.

A surgiu em 2015 e desde então recorre à tecnologia para dar eficiência na venda de imóveis. Todo o processo de compra é feito de forma 100% digital. Nas vendas via licitação, as propostas entregues são totalmente criptografadas e sem interferência humana, para manter o processo de venda justo e competitivo.

Além do blockchain, a empresa incorpora na sua plataforma inteligência artificial e machine learning para simplificar a jornada de compra do usuário.

Em maio de 2019, o BTG Pactual anunciou sua entrada como sócio da Resale. Desde então, a empresa tem parcerias para vender imóveis de grandes instituições do país como Banco do Brasil, Santander e Caixa Econômica Federal.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá