Câmara dos Deputados pede acesso a CPF de brasileiros via blockchain

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Câmara dos Deputados firmou contrato com o Dataprev.

  • A empresa estatal já vem desenvolvendo uma base de dados de CPF em blockchain desde 2018.

  • Tecnologia tem acelerado a transformação digital do governo brasileiro.

  • promo

    Lançamento de BIT: Ganhe até 3.500 BIT. Não perca esse bonde Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A Câmara dos Deputados em Brasília solicitou acesso à base de dados b-CPF, mantida pelo Dataprev e que utiliza blockchain.

Patrocinados



Patrocinados

A Câmara dos Deputados firmou um contrato com o Dataprev para acessar a base de dados de CPF da população brasileira. Um extrato do acordo foi publicado nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial da União.

Segundo o documento, o contrato tem como objetivo a “prestação de serviços de processamento de dados base CPF por blockchain”.

Patrocinados



Patrocinados

CPF na blockchain

A blockchain oferece ao governo brasileiro a possibilidade de consultar dados de maneira mais confiável do que em uma base de dados comum.

A tecnologia pode ser de fundamental importância para órgãos públicos especialmente este ano pela incerteza da realização do Censo Demográfico. O executivo cancelou o Censo 2021, mas o STF ordenou a realização após acatar pedido do governo do Maranhão. A pesquisa, no entanto, deverá ser realizada apenas em 2022.

Ao acessar a base de CPF do Dataprev, parlamentares evitam ficar “às cegas” na hora de formular Projetos de Lei com dados atualizados da população brasileira. Vale ressaltar que o CPF foi aprovado por Lei como o único número de identificação no país.

O Dataprev, que é vinculado ao Ministério da Economia, já vem desenvolvendo uma base de dados de CPF em blockchain desde 2018. O b-CPF, como é chamado, já foi integrado a vários órgãos e estava disponível, por exemplo, em Tribunais de alguns estados mediante contratos similares como o assinado com o Legislativo.

Além disso, CPFs atrelados à blockchain já estão sendo usados para consultar pedidos indevidos do Auxílio Emergencial, mesmo que com atraso. Desde a criação do Auxílio, hackers vêm aproveitando brechas para aplicar golpes e se apropriar do benefício, algo que o sistema do Dataprev visa combater.

Transformação digital do governo brasileiro

Segundo o superintendente da Dataprev, Antônio Hobmeier, a rede blockchain tem acelerado a transformação digital do governo brasileiro, em diversas esferas.

O INCRA, por exemplo, tem utilizado a tecnologia para ajudar a regularizar o assentamento de mais de 600 mil famílias no Brasil. Além disso, a blockchain tem sido usada em iniciativas públicas na área da saúde, da justiça e na capacitação de servidores públicos. Pesquisadores tem considerado a blockchain até mesmo para a arrecadação de impostos no país.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

A ICO da Bit2Me ACABA DE COMEÇAR! Compre o token B2M agora.

Comprar agora!

Lançamento de BIT. Ganhe até 3.500 BIT. Não perca esse bonde

Entrar agora