CEO de Exchange de Criptomoeda Falida Deverá Ser Exumado Para Garantir Que Está Morto

Compartilhar Artigo

No ano de 2019, um dos principais assuntos no mundo das criptomoedas, foi a estranha e suspeita consequência da morte do Gerald Cotten, CEO e fundador da exchange QuadrigaCX.



No fim de 2018, Cotten com apenas 30 anos faleceu na Índia. Enquanto isso, sua corretora de criptomoedas localizada no Canadá, começou a sofrer problemas de liquidez.

De acordo com os diretores e funcionários da QuadrigaCX somente o CEO possuía as chaves para acesso aos fundos dos clientes. Quando os investidores começaram a sacar, os fundos acabaram e muitos perderam milhões de dólares.



O processo comum em casos de falecimento, é o redirecionamento de todos os fundos do falecido para a esposa/familiares. No entanto, no caso das criptomoedas, os fundos são guardados em uma carteira com senha pessoal e intransferível. Infelizmente, a esposa tinha acesso a somente uma pequena parte de todos os fundos em nome de Cotten.

No entanto, não foi mostrado ao público nenhuma prova de morte oficial do CEO, e o mesmo vale para apontar se alguém mais possui ou não a chave de acesso aos fundos.

A grande preocupação dos advogados do caso, é se de fato a morte aconteceu, ou se trata somente de um golpe. Para colocar fim nessa história, os defensores dos clientes da QuadrigaCX abriram um pedido na justiça solicitando a exumação do corpo, para que comprovem a identidade e causa da morte.

Polícia está no caso há um bom tempo

O assunto vem repercutindo na justiça desde o início do ano. Afinal, o total de ativos em criptomoedas em nome de Gerald, totaliza US $ 180 milhões (aproximadamente R$ 720 milhões).

No mês de agosto, o FBI afirmou que está investigando o caso, contudo até o momento não divulgou parecer sobre o assunto.

Uma decisão da justiça em outubro, afirmou que a viúva de Cotten deverá pagar aproximadamente U$ 9 milhões para compensar parcialmente alguns dos clientes que a empresa ficou devendo.

Além das especulações em torno da morte do CEO, muito se fala também sobre o período em vida. De acordo com um relatório divulgado pela Bloomberg, Gerald chegou a cumprir 18 meses em uma prisão federal nos Estados Unidos.

Recuperações parciais e mais suspeitas

No começo do ano uma auditoria foi contratada para verificar as contas e fundos da QuadrigaCX. Felizmente, conseguiram recuperar cerca de U$33 milhões, e assim diminuir o prejuízo dos clientes.

Porém, a auditoria constatou movimentações suspeitas antes da morte do CEO. Aparentemente foram feitas algumas transações para contas vinculadas ao nome de Gerald, nomes falsos, e também pessoas vinculadas ao gerenciamento da exchange.

Os advogados que defendem a corretora estão tentando anular o pedido de exumação, alegando que a morte de Cotten não deveria ainda estar em dúvida, e isso também chateou a viúva do cliente, que disse estar com o coração partido.

Por fim, é pouco provável que o pedido seja aprovado. No entanto, colocaria fim em toda a discussão e suspeita em torno da morte de Gerald. Nesse momento, nos resta aguardar por novas atualizações pela justiça.

Você acredita que Gerald Cotten de fato morreu ou é somente um golpe? Deixe nos comentários a sua opinião! Aproveite para compartilhar no Twitter e no Facebook!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Caio é um grande entusiasta de criptomoedas e day trader em tempo integral. A paixão pelo mercado financeiro e pela escrita permitiu que começasse a fazer parte do projeto BeInCrypto em ser o principal portal de notícias de criptomoedas e blockchain. Caio é também estudante de Ciências Econômicas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá