CEO da FTX minimiza queda da Solana

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, que também investe na Solana, abordou as dificuldades enfrentadas pela blockchain para processar transações na última semana.

  • A rede sofreu uma interrupção por mais de 17 horas devido a uma sobrecarga de transação na última semana.

  • O presidente da FTX.US, Brett Harrison, discutiu os planos da exchange para tokens não fungíveis (NFT).

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, que também investe na Solana, abordou as dificuldades enfrentadas pela blockchain para processar transações na última semana.

Patrocinados



Patrocinados

A rede da Solana caiu por mais de 17 horas devido a uma sobrecarga de transações. Segundo Bankman-Fried, o problema decorreu do “esgotamento dos recursos” da rede, que precisou ser reiniciada. Bots competindo para comprar várias moedas inundaram a rede com cerca de 400.000 transações por segundo, o que desencadeou a reinicialização.

Bankman-Fried afirma que essa quantia é 10 vezes maior do que qualquer blockchain público no mundo pode suportar no momento. Além disso, ele reconheceu que testar os limites é uma parte necessária da ampliação massiva de um blockchain.

Patrocinados



Patrocinados

“Eu também acho que parte do progresso é testar os limites e ver o que acontece e melhorar”, disse o CEO. “Se você nunca fizer isso, a indústria pode nunca chegar a um ponto em que seja capaz de escalar para suportar grandes protocolos”, acrescenta. Devido ao incidente, o preço do SOL, token nativo da Solana, caiu 10% durante o final de semana.

FTX tem planos para NFTs

Na mesma conversa com a Bloomberg, o presidente da FTX.US, Brett Harrison, discutiu os planos da exchange para tokens não fungíveis (NFT). A FTX.US lançou seu próprio mercado de NFT no início de setembro. Harrison comentou que a empresa estava em um bom momento para fazer isso porque sua infraestrutura já está bem desenvolvida.

Embora já seja possível cunhar, listar e negociar NFTs, a FTX gostaria de permitir que os usuários os importassem de outros projetos. “Acho que estamos muito próximos disso”, disse Harrison, que estima que falta cerca de um mês para o recurso ficar disponível. Devido à sua estrutura robusta, a exchange está configurada para uma expansão fácil, acrescentou.

“Nossa exchange pode lidar com mais do que apenas NFTs”, acredita. “Quando você pensa sobre talvez a escala de NFTs, quantas transações por segundo, quanto volume por dia em nossa exchange, novamente, serve para garantir que podemos construir uma exchange NFT que pode ser dimensionada para o número de lances, o número de leilões que vão ocorrer em todas essas trocas, acho que significa que estamos bem posicionados para ser um concorrente muito sólido para a OpenSea”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Nick é professor de habilidades de comunicação oral e especialista em ciência de dados em Budapeste, Hungria, com mestrado em Business Analytics. Ele entrou relativamente tarde no campo da tecnologia de criptomoedas e blockchain, mas está intrigado com seu potencial de uso econômico e político. Ele pode ser descrito como um cético otimista de centro-esquerda.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora