Chat com hackers: empresa paga R$ 23 milhões para recuperar arquivos roubados

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Criminosos negociam o pagamento de

  • No chat, é realizada uma negociação profissional sobre a situação do sequestro de dados

  • Após a conversa, realizada de forma respeitosa, a vítima recebeu dicas de segurança da informação

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Empresa tem os seus dados sequestrados em um golpe de ransomware, e tem que negociar a chave de liberação em um chat com os hackers. Na conversa, de tom profissional, os criminosos deram dicas de segurança para a empresa, após o pagamento.



A ideia que você tem sobre os hackers pode mudar, após ler esse artigo.

Uma empresa norte-americana teve milhares de arquivos sequestrados, num golpe conhecido como ransomware. Assim, os criminosos encriptaram arquivos dessa empresa e pediram o pagamento de um resgate, para fornecer a chave de decriptação.



No entanto, uma coisa chamou a atenção: a vítima e os criminosos conversaram, de forma profissional, através de um chat, como se estivessem negociando uma venda.

Receba sinais de trade de criptomoedas através do canal gratuito do BeInCrypto!

Chat com hackers e profissionalismo

No post de Jack Stubbs, é possível acessar os prints da conversa completa, em inglês. De todo modo, a empresa recebeu uma mensagem, na qual os criminosos explicavam a situação. Dessa maneira, eles anunciaram que haviam tido acesso a milhares de arquivos, que foram encriptados.

Para que a empresa pudesse recuperá-los, seria necessário entrar em contato com os hackers, através de um chat hospedado na deep web, através do navegador Tor. Logo, um dos colaboradores da companhia fez exatamente isso.

Inicialmente, os hackers pediram 10 milhões de Dólares pelos arquivos. Porém, após negociação, o valor baixou para 4,5 milhões (23 milhões de Reais), que foram pagos em Bitcoin.

Ao final da conversa, dicas de segurança

É importante ressaltar que a conversa foi extremamente respeitosa, de ambas as partes. Certamente, a empresa estava interessada em resolver o problema, ao invés de atacar os hackers.

No final da conversa, os hackers fizeram uma lista com dicas de segurança para a empresa, incluindo até mesmo uma sugestão de limitar o número de administradores do sistema para 3 pessoas. Desse modo, a negociação entre os hackers e a vítima trás uma luz sobre como funciona esse tipo de golpe, na prática.

Entre para o canal de Sinais do BeInCrypto

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá