China criminaliza operações cripto

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O Banco Popular da China declarou ilegais as operações relacionadas à criptomoedas.

  • A entidade financeira destaca: Moedas virtuais como Bitcoin, Ether e Tether [...] não são legais e não devem e não podem ser usadas como moeda ".

  • O Bitcoin, que começou o dia em US$ 45.000, caiu para US$ 41.518,54 após a divulgação da notícia.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Banco Popular da China (PBoC) declarou que as operações relacionadas a Bitcoin (BTC) e demais criptomoedas são agora consideradas ilegais no país.

Patrocinados



Patrocinados

De acordo com um comunicado oficial publicado nesta sexta-feira (24), o PBoC destaca que as criptomoedas não têm o mesmo status legal que as moedas legais:

“As moedas virtuais como Bitcoin, Ether e Tether têm as principais características de serem emitidas por autoridades não monetárias, utilizando tecnologia de criptografia e contas distribuídas ou tecnologias semelhantes, e existem em formato digital. Elas não são legais e não devem e não podem ser usados ​​como moeda ”.

Patrocinados



Patrocinados

Ilegalidade das transações de criptomoedas

A declaração do Banco Popular da China indica que tem havido um aumento nas atividades para promover o trading de criptomoedas, que seriam:

“Alterar a ordem econômica e financeira, gerando actividades ilegais e criminosas como jogos de azar, arrecadação ilegal de fundos, fraudes, pirâmides e lavagem de dinheiro, com graves riscos para a segurança dos bens das pessoas”.

Nesse sentido, o PBoC afirma que as atividades comerciais relacionadas a criptomoedas “são atividades financeiras ilegais”, o que inclui as operações de comércio com esses ativos:

“[A] Realização de negócios de câmbio legal e virtual, negócios de câmbio entre moedas virtuais, compra e venda de moedas virtuais como contraparte central, fornecimento de informações e serviços de intermediação de preços para transações de moeda virtual, financiamento de emissão de tokens, transações de derivativos de moeda virtual e outros relacionados à moeda virtual ”.

Da mesma forma, a instituição aponta as atividades realizadas pelas exchanges de criptomoedas:

“Fornecer serviços por meio de criptomoedas no exterior para residentes chineses via Internet também é uma atividade financeira ilegal.”

Ao mesmo tempo, o governo alerta que, se a realização dessas atividades constituir crime, a responsabilidade criminal será apurada de acordo com a lei:

“[Serão tomadas] medidas eficazes para prevenir e desativar riscos, proteger a segurança da propriedade das pessoas de acordo com a lei e não poupar esforços para manter a ordem econômica e financeira e a estabilidade social”.

Sistema de monitoramento e prevenção

Por outro lado, o Banco Popular da China busca estabelecer e melhorar um mecanismo de trabalho para enfrentar os riscos do forte crescimento comercial que as criptomoedas estão tendo. Segundo o PboC:

“O Banco Popular da China, a Administração Central do Ciberespaço da China e outros departamentos continuam a melhorar os meios técnicos de monitoramento de ativos cripto para rastrear a cadeia completa e backup de informações em tempo integral da” mineração “, Transação e troca de criptomoedas” .

O Banco ainda acrescenta que deve:

“Reprimir severamente as atividades financeiras ilegais relacionadas a moedas virtuais. […] O departamento de supervisão financeira local, juntamente com os ramos do departamento de administração financeira do Conselho de Estado e outros departamentos relevantes, irá imediatamente investigar e determinar, de acordo com a lei, […] e investigar seriamente as responsabilidades legais das pessoas jurídicas, organizações sem personalidade jurídica e pessoas físicas pelos crimes, em caso afirmativo, será transferido para o órgão judicial para investigação e punição nos termos da lei ”.

Bitcoin em queda

A notícia parece ter tido um grande impacto no mercado cripto. Desde o início do dia, o Bitcoin foi negociado a US$ 45.000. No entanto, logo depois que a declaração do PBoC foi divulgada, seu preço despencou.

No fechamento da matéria, o Bitcoin está sendo negociado a US$ 41.518,54, representando uma queda de quase 5% nas últimas 24 horas, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Fonte: CoinMarketCap

Esta é a mais recente ação do governo chinês contra o mercado de criptomoedas neste ano. 2021 foi caracterizado principalmente pela proibição das atividades de mineração desses ativos no país.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Luis é um jovem venezuelano que acredita firmemente no criptoespaço como a nova economia libertadora do século XXI. Habitante da cidade de Guarenas, contribui apaixonadamente desde 2019 com a tradução e redação de notícias sobre criptomoedas. Bacharel em Educação em Ciências Naturais (Cuba, 2012) e Mestre em Educação Ambiental (Venezuela, 2018). Gosta de línguas e apoia o conceito de educação continuada e permanente.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora