Chris Burniske: Bitcoin SV Não Guarda Valor

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Bitcoin SV não guarda valor, segundo especialista em investimentos de risco

  • Chris Burniske, investidor de Venture Capital, desconsidera investir no BSV

  • O Bitcoin SV é, atualmente, a 6a criptomoeda mais valiosa do mercado

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin SV (BSV) não guarda valor no longo prazo. A opinião é de Chris Burniske, investidor das criptomoedas e criador do termo “crypto-assets” (criptoativos).



Nem só de Bitcoin vivem os investidores de cripto.

Recentemente, um investidor influente no mundo das criptomoedas deu a sua opinião sobre o Bitcoin Satoshi’s Vision (BSV).



O especialista em questão é Chris Burniske, investidor e sócio da Placeholder Venture Capital.

As palavras não foram amenas.

Segundo Chris Burniske, o BSV jamais mostrou a capacidade de guardar valor no longo prazo e não merece a atenção no portfólio da Placeholder.

Bitcoin SV Não Guarda Valor

No dia 24 de abril, um seguidor (@luke_wenceslas) da Placeholder tuitou:

Imagine being a Crypto Venture Capital Fund, holding a ton of ERC-20 tokens (a.k.a. bus tickets) that were ‘magiced’ out of thin air, but not having any exposure to #BSV (a.k.a. Real #Bitcoin).

Na tradução livre, fica algo como:

“Imagine ser uma Venture Capital de Criptoativos que possui uma tonelada de ERC-20 tokens que foram criados “magicamente”, do nada, mas não ter exposição alguma ao BSV (conhecido como o verdadeiro Bitcoin.”

Porém, na opinião de Burniske, o BSV não é tão especial quanto o seguidor acima acredita:

9/ But as for $BSV @luke_wenceslas, we’ve never seen a compelling reason for it to store-value over the long term, or be a commonly used consumable/transformable. I also don’t see how you can claim it’s “Satoshi’s Vision” when no one can reliably prove who, or what, Satoshi is

Numa tradução livre, a resposta é a seguinte:

“No caso do BSV, nós nunca enxergamos uma boa razão para que essa criptomoeda atue como uma reserva de valor no longo termo, ou algo que indique que ela vá ser comumente utilizada. Também não vejo como você pode chamá-la de a “visão de Satoshi”, já que ninguém sabe quem ele é.”

A resposta de Chris demonstra que um player importante do mercado não acredita na Bitcoin SV.

Como funciona o Bitcoin SV

Embora a opinião de Burniske seja baseada apenas num comentário, o impacto pode ser grande para o BSV.

O fato de que, supostamente, o BSV não guarda valor pode afetar o valor de mercado da 6ª maior criptomoeda da atualidade.

A princípio, é importante saber que o Bitcoin SV nasceu de um rompimento do Bitcoin Cash (BCH).

Outro ponto relevante é o fato do BSV ter sido criado para “honrar a visão original do Satoshi Nakamoto”.

Assim, o BSV tem como base apenas o white paper de Satoshi.

A sua intenção é a de se colocar como um formato eficiente de pagamento universal.

Preocupações Com a Segurança do BSV

Se o Bitcoin SV não guarda valor, apenas o tempo dirá.

Contudo, as preocupações com a segurança do seu protocolo são reais.

Isso porque, segundo especialistas, o custo de um ataque PoW 51% na base de dados do BSV é relativamente baixo.

Na teoria, o ataque para falsificar transações custaria aproximadamente U$ 8.000 por hora; na comparação, o mesmo tipo de ataque na rede Bitcoin teria o custo de U$ 560.000.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá