Cliente Acusa a Exchange NegocieCoins de Bloquear 19,61 Bitcoins

Compartilhar Artigo

Um cliente entrou com um processo na justiça de Rondônia pedindo que a NegocieCoins restituísse 19,61 bitcoins bloqueados de sua carteira.



O autor do processo pediu uma tutela de urgência para o bloqueio de bens da empresa e sócios no valor mínimo de R$ 700 mil, valor esse relativo ao investimento realizado na data do acordo. Além disso ele solicitou a busca e apreensão das Ledger com as devidas senhas, o bloqueio e suspensão dos passaportes dos sócios da empresa, a desconsideração da personalidade jurídica e a responsabilidade solidária de todas as empresas pertencentes ao Grupo.

Entenda o Que Aconteceu

O autor do processo realizou a compra de 19,61 bitcoins, no valor de R$ 700 mil com a exchange NegocieCoins. A prestação de serviços ocorria normalmente até que a empresa passou a limitar os saques.



No dia 19 de maio de 2019, a empresa informou uma nova regra para a realização de saques, limitando-os a uma certa quantia. Porém o autor informa não ter conseguido sacar.

Em 21 de maio do mesmo ano, os clientes foram informados através das redes sociais e website sobre o encerramento das contas com o Banco Plural. O autor diz que a empresa informou que estavam adquirindo um novo banco, o Banco Topázio, informação essa que foi logo desmentida.

No dia 24 de maio a empresa foi vítima de um golpe de cerca de R$ 50 milhões e bloqueou completamente os saques.

Após esses eventos o autor foi até a sede da empresa para tentar encerrar a conta e pedir a devolução de dinheiro, fechando um acordo para a devolução dos 19,61 bitcoins mais o pagamento de R$ 180 mil.

O dinheiro Será Devolvido?

No dia 20/08/2019 o Jusbrasil publicou a decisão do juiz:

“Pelo exposto, defiro a tutela recursal para determinar à agravada/executada, que no prazo de 5 dias, promova a entrega ao agravante, o ledger da carteira blockchain, ao autor, com a respectiva senha, ou, promova, no mesmo prazo, depósito em juízo, do valor de R$ 700.000,00.”

O juiz também informou que caso o ledger não for entregue, será realizado o bloqueio de R$ 700 mil dos ativos da empresa.

A NegocieCoins entrou com recursos, porém, de acordo com a decisão pulicada hoje (20/02/2020), o juiz informou que a empresa não cumpriu a medida e tampouco apresentou razoáveis justificativas para o não cumprimento. Ele finaliza:

“Considerando o não cumprimento da decisão, e o próprio caráter de obstrução da recorrida, fixo a multa em R$ 1.000,00 dia, a partir desta data em caso de novo não cumprimento.”

Faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter. Assim ficará por dentro das últimas notícias sobre criptomoedas e blockchain acontecendo no Brasil e no mundo.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Mercadóloga, mestra em estratégia e estudiosa do mercado financeiro. Entusiasta do Bitcoin, começou a escrever sobre criptomoedas em 2017 e nunca mais parou. Atualmente é colaboradora do portal BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá