Co-fundador da Ripple responde a acusações de dump massivo de XRP

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O presidente executivo de Ripple respondeu a novas acusações de dump de XRP no mercado

  • Chris Larsen afirma que uma transação de US$ 115 milhões em XRP foi para um serviço de custódia

  • Alguns usuários especulam que a custódia pode acobertar Larsen para despejar mais XRP

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O presidente executivo da Ripple respondeu a donos de XRP e analistas que afirmam que uma transação recente de US$ 115 milhões foi, na verdade, um despejo da criptomoeda no mercado. Chris Larsen diz que a transação foi para o provedor de custódia NYDIG.



Larsen começou a ser criticado assim que a notícia da transação se espalhou. No entanto, alguns usuários manifestaram suspeitas acerca da alegação de mudança de custódia dos quase 500 milhões de XRP.

A última transação XRP de US$ 115 milhões de Chris Larsen despertou suspeitas

Em 22 de setembro, o serviço de monitoramento de grandes transações de criptomoedas, Whale Alert (@whale_alert), reportou uma transação XRP de US$ 115 milhões. O emissor havia sido o presidente executivo da Ripple, Chris Larsen, e o destinatário uma carteira desconhecida.



Muitos dos que responderam ao tweet acima acusando Larsen de despejar XRP no mercado. Como o BeInCrypto relatou anteriormente, esse tipo de alegação não chega a ser novidade.

Larsen rapidamente respondeu às suspeitas de venda de suas posses em XRP. Apenas 16 minutos após o status do Whale Alert original, ele tweetou que a transação era entre sua própria carteira e outra sob o controle do provedor de custódia de ativos digitais New York Digital Investment Group (NYDIG).

Alegando ter conhecido as pessoas por trás do NYDIG “por um tempo”, Larsen acrescentou que eles oferecem segurança de padrão institucional de alto nível:

Nem todo mundo está comprando a história da custódia de Larsen

Apesar da aparente transparência de Larsen, nem todos estão convencidos de que o XRP na NYDIG não acabará no mercado. O entusiasta de criptomoedas Crypto Bitlord (@Crypto_Bitlord) está entre eles.

O usuário do Twitter alega que a transação para um custodiante permite que o executivo da Ripple venda o XRP sem transferi-lo para uma exchange. Na verdade, o BeInCrypto já havia relatado anteriormente sobre a venda de criptomoedas via NYDIG.

Em maio de 2020, o fundo NYDIG Bitcoin (BTC) até então desconhecido relatou à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos a venda de quase US$ 140 milhões em BTC. Além disso, a NYDIG também oferece o tipo de custódia de ativos digitais que Larsen afirma estar usando.

Larsen tem histórico controverso

Não é a primeira vez que Larsen aparece envolvido em uma controvérsia a respeito de suas participações na Ripple. Em outubro de 2019, a comunidade em torno da criptomoeda disse que o executivo havia recebido 30 milhões de XRP.

De acordo com monitor Bithomp, as carteiras de envio e recebimento foram ativadas pelo próprio Larsen com 500 milhões de XRP em 2013. Hoje, as carteiras contêm apenas 35,578 milhões e 106,684 milhões de XRP, respectivamente.

Na época, o Crypto Bitlord parece ter iniciado uma campanha para tentar pressionar a Ripple a parar de despejar XRP no mercado. Outros também criticaram a empresa por motivos semelhantes:

A Ripple atraiu seguidores leais ao longo do rali de 2017. Isso permitiu que a moeda ultrapassasse brevemente o Ethereum (ETH) como a segunda maior criptomoeda em setembro de 2018. No entanto, o ativo vem em tendência de queda desde então. Dessa forma, o momento só atrai mais críticas da comunidade a cada vez que a Ripple sofre acusações de dumping.

O preço da XRP está mais baixo hoje do que no fundo do Bitcoin em dezembro de 2018. Fonte: CoinGecko

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

A former professional gambler, Rick first found Bitcoin in 2013 whilst researching alternative payment methods to use at online casinos. Having concluded that the root of most of the world’s evils stem from a toxic financial system during his time reading International Politics at university, the disruptive potential of a decentralised, borderless asset was immediately clear. After transitioning to writing full-time in 2016, Rick was able to put his passion for Bitcoin to work for him professionally. He has since written for a number of digital asset publications in a variety of capacities.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá