Com dólar batendo R$ 5,68, Ibovespa e Bitcoin voltam a subir

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Valendo R$ 5,68 hoje, dólar registra a maior cotação do ano de 2021.

  • Depois de um mês de quedas consecutivos, Ibovespa se recupera e fecha semana em alta.

  • Bitcoin volta a se recuperar, mas mesmo assim se mantém abaixo dos US$ 50 mil.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A bolsa de valores do Brasil finalmente voltou a se recuperar de três semanas consecutivas de queda, fechando o pregão desta sexta-feira (5) no positivo.



O dólar, por outro lado, segue decolando no Brasil ao atingir hoje a maior cotação do ano. Enquanto isso, o mercado das criptomoedas dá sinais de estar se recuperando das baixas vistas no decorrer da semana. Mesmo em alta hoje, o bitcoin ainda busca força para segurar seu preço acima dos US$ 50 mil.

Depois de um mês, Ibovespa volta a subir

A bolsa de valores do Brasil terminou bem a primeira semana de março e fecha o pregão desta sexta-feira em alta de 2,32%, registrando 115.301 pontos. 



Pendências por parte do governo federal que afligiam o mercado na semana passada, como a PEC Emergencial, finalmente estão sendo resolvidas.

O Senado aprovou o texto que regula a volta do auxílio emergencial e trouxe certo alívio aos investidores do ponto de vista fiscal. À medida que estabelece um limite de despesas com o auxílio, a PEC vai ajudar a manter as contas públicas sob controle.

O Ibovespa foi impulsionado hoje pela alta nas ações da Vale (5,22%) e dos bancos como o Itaú (+3,68%) e Bradesco (+4,27%). Até mesmo a ações preferenciais da Petrobrás que nas semanas anteriores estava puxando a bolsa para baixo, voltou a subir 0,68% hoje.

Além disso, o bom humor no mercado norte-americano está refletindo bem na bolsa brasileira. A recuperação do mercado de trabalho nos Estados Unidos superou as expectativas para o mês de fevereiro, devolvendo a força dos investimentos de renda variável. 

Por outro lado, o mercado financeiro continua com um pé atrás com a possibilidade do aumento da inflação nos EUA à medida que voltam à tona os programas de estímulos à economia.

Dólar está com a maior cotação de 2021

Depois que disparou para R$ 5,66 na terça-feira, o dólar até conseguiu desacelerar nos dias seguintes, o que, no entanto, não se repetiu nesta sexta-feira.

Fechando o dia a R$ 5,68, a moeda americana mais uma vez fecha a semana em alta de 0,44%. O preço de hoje, inclusive, crava a maior cotação do dólar para o ano de 2021.

Assim como na semana passada, a alta da moeda americana reage mais uma vez a comentários do presidente do banco central dos EUA, Jerome Powell, que faz crescer a demanda global pelo dólar.

Bitcoin se mantém abaixo de US$ 50 mil

O bitcoin teve uma semana conturbada, intercalando altas e baixas na tentativa de se manter acima dos US$ 50 mil.

Nesta tarefa, o bitcoin chega perto mas falha mais uma vez nesta sexta-feira, cotado no fim de tarde a US$ 49.083.  Apesar de não alcançar a meta, o preço do BTC de hoje representa uma valorização de 1,76% nas últimas 24 horas.

O resto do mercado acompanha a recente alta do bitcoin e o Ethereum (+1.84%), Cardano (+7,9%), XRP (+1%), UniSwap (+2,2%) e IOTA (+15%) fecham a semana no verde.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá