Comerciantes impedem que pessoas percam milhões em golpes de ATMs de bitcoin

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Comerciantes que possuem ATM de bicoin em suas lojas previnem clientes de cair em fraudes

  • Golpistas ligam para vítimas fingindo ser do governo para pedir pagamentos de BTC

  • O alvo favorito dos criminosos são pessoas mais velhas e vulneráveis

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Ao mesmo tempo que os caixas eletrônicos de bitcoin facilitam transferências rápidas de criptomoedas entre pessoas do mundo inteiro, os ATMs são um dos meios favoritos para golpistas aplicar fraudes.



Pela dificuldade em rastrear e recuperar as criptomoedas roubadas, golpes em ATMs de bitcoin tem feito de vítimas no mundo todo.

O alvo favorito dos criminosos são pessoas mais velhas e vulneráveis. A falta de familiaridade com o mundo cripto, torna esse público ainda mais propenso a cair em fraudes.



Geralmente, os golpistas se passam por figuras de autoridade, como policiais ou agentes de órgãos governamentais. Dessa forma, eles ligam para seus alvos inventando dívidas que precisam ser pagas.

Pelo telefone, os criminosos dão todas as instruções necessárias, acompanhando as vítimas até os caixas eletrônicos para garantir que os bitcoins sejam transferidos.

Crescem golpes em ATMs de bitcoin

Esse tipo de golpe é mais frequente no Canadá e Estados Unidos. Juntos, os dois países contam com 87% de todos os caixas eletrônicos de bitcoin do mundo.

A gerente de relações públicas da polícia de Delta no Canadá, Cris Leykauf, afirmou ao portal ao GlobalNews que essas fraudes tem aumentado gradativamente. 

“Observamos que os crimes cibernéticos mais do que dobraram de 2018 a 2019. Só em 2020, já vimos um aumento de 15% ao longo do ano. Infelizmente, as fraudes com bitcoin estão crescendo e a melhor maneira de contra-atacar é garantir que todos estejam cientes disso.”

Leykauf também declarou que esse tipo de crime cibernético é complicado para ser resolvido porque é difícil rastrear o bitcoin e chegar até os criminosos. Conforme ela, é justamente por essa razão que a criptomoeda é utilizada nesses esquemas. 

Comerciantes em vigia

Os comerciantes que possuem ATMs de bitcoin em suas lojas estão atentos. Com frequência, intervêm em atividades suspeitas para impedir que mais pessoas se tornem vítimas dessas fraudes.

Recentemente, donos de uma loja de conveniência no Canadá, impediram a tempo que um jovem transferisse mais de US$ 5.500 em BTC (cerca de 28 mil reais) para golpistas. 

O proprietário da loja Ravi Patel e sua esposa Sarita, conforme declararam ao GlobalNews, espalharam placas na loja alertando das possíveis fraudes financeiras.

“Sentimos que é nosso dever ajudar. Uma vez, uma menina estava aqui e estava prestes a enviar U$ 3.700. Minha esposa e eu corremos até ela, agarramos sua mão e então a impedimos. Ela ficou chorando por quase 3 horas.”

O Brasil recebeu no mês de novembro os primeiros caixas eletrônicos de bitcoin do país. Dessa forma, a população precisa ficar atenta a possíveis tentativas de roubos de bitcoin que devem aumentar em 2021.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá