Compradores da famosa coleção NFT de Beeple se revelam como dois traders indianos

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Dois traders de criptomoedas milionários da Índia se revelaram como "Metakovan", o pseudônimo do comprador da coleção NFT de Beeple.

  • Eles gastaram mais de US$ 69 milhões comprando a coleção NFT.

  • A venda marcou um recorde para o setor em amplo crescimento.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Os compradores da famosa coleção de Beeple, considera a mais cara da história dos NFTs, se revelaram como dois milionários de criptomoedas da Índia.

Patrocinados



Patrocinados

Metakovan, o pseudônimo do comprador de arte digital que gastou US$ 69,3 milhões na coleção de NFT de Beeple, revelou-se como dois traders de criptomoedas da Índia.

Eles se chamam Vignesh Sundaresan e Anand Venkateswaran e conforme descreveram, os momentos finais do famoso leilão da Christie’s foram “desesperadores”.

Patrocinados



Patrocinados

“Não tínhamos certeza se havíamos vencido o leilão. Continuamos atualizando a página. ”

Anand Venkateswaran

Venkateswaran admitiu que a dupla não tinha ideia do resultado do leilão, tendo percebido que seu lance pela coleção de Beeple poderia ter sido o mais alto.

Ao perceber o sucesso, a dupla decidiu permanecer anônima como Metakovan por certo tempo. Eles precisavam chegar a um acordo com o que descrevem como uma “compra histórica”.

De fato, o valor gasto na obra de Beeple foi o mais alto na histórica recente dos tokens não-fungíveis (NFT). Sem surpresa, a compra desencadeou uma enxurrada de teorias da conspiração associadas ao par (então conhecido apenas como Metakovan). Isso inclui ser parte de um golpe publicitário global com o objetivo de impulsionar o hype do NFT para uma escala global.

Casas de leilão adotam NFTs

Na verdade, vários players no mundo da arte mainstream estão contribuindo para o hype dos NFTs. Aliás foi a Christie’s, a casa de leilões mais famosa do mundo, que hospedou a agora infame venda de Beeple.

Isso se seguiu à revelação de fevereiro de que a Christie’s começaria a aceitar criptomoedas como forma de pagamento.

Além disso, outra famosa casa de leilões, a Sotheby’s, sediará uma série de leilões de arte NFT ainda este ano. As vendas incluem obras do cripto artista anônimo Pak.

O CEO da Sotheby’s, Charles Stewart, falou sobre os planos da casa em uma entrevista à CNBC:

“Ainda é muito cedo com a cripto arte em geral, mas há muitas coisas aqui que são realmente empolgantes e achamos que tem poder de permanência.”

Além disso, Steward também previu um futuro com maior envolvimento dos leilões tradicionais no espaço cripto, sugerindo que muitas “surpresas” estão a caminho.

Resfriando ou aquecendo?

A revelação de Metakovan ocorre em meio a um aumento da popularidade do setor NFT em diferentes setores da sociedade, seja das artes, esportes ou música. Na verdade, todos os tipos de organizações, desde o restaurante Taco Bell à agência de notícias AP News, até mesmo várias celebridades, estão abrindo as portas para essa novidade. 

Da mesma forma, o interesse público em geral aumenta também. As pesquisas do Google pelo termo “NFT”, por exemplo, ultrapassaram as de “criptomoeda” e “blockchain”.

Fonte: Google Trends

Além disso, o mercado de arte NFT recentemente ultrapassou a marca de US$ 400 milhões de volume. Ou seja, as pesquisas do Google se traduzem com entusiasmo nas compras.

Como é comum dos hypes que surgem no mercado de criptomoedas, a criação de riqueza requer gastos extravagantes, desta vez, direcionados à arte. Se compras desta magnitude continuarão acontecendo no espaço NFT, só o tempo dirá.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Emmanuel entrou no mercado de criptomoedas em 2013 como corretor de criptomoedas. Ele é um criptoentusiasta, empresário e investidor, que construiu e liderou vários projetos e comunidades no setor. Ele é CEO e cofundador da Provence Intelligence, uma empresa boutique de consultoria em criptomoedas que visa preencher a lacuna entre as criptomoedas, o setor DLT e o mundo tradicional. Seus interesses incluem DeFi, DLTs não blockchain e o setor de derivados sintéticos.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora