Como as Corretoras de Criptomoedas Estão se Preparando Para o Brexit Amanhã

Compartilhar Artigo

O Brexit trará sérias mudanças no cenário legal do Reino Unido que também afetarão as exchanges de criptomoedas. Aqui está o que podemos esperar quando este acordo tão esperado finalmente entrar em vigor.



O Brexit está finalmente acontecendo. O Reino Unido decidiu deixar a União Europeia em 31 de janeiro às 23:00. O que vier depois terá um impacto em quase tudo, da lei ao comércio. As exchanges de criptomoedas também terão que fazer alguns ajustes sérios e muitos já concluíram seus preparativos para a grande mudança.

A Coinbase, por exemplo, fará alterações em seu serviço de dinheiro eletrônico como resultado do Brexit. A exchanges vai mudar de banco para o Central Bank of Ireland. Em outubro, a Coinbase recebeu uma licença de moeda eletrônica adequada do banco irlandês para complementar suas operações em Londres. Com o Brexit agora certo, a Coinbase está tentando fazer a transição de suas operações para a Irlanda, amiga da UE, enquanto ainda atende a seus clientes no Reino Unido. A exchange fez o anúncio formal em seu blog.



Outras exchanges também foram alteradas antes do prazo do Brexit. Em janeiro de 2019, a Binance lançou sua filial em Jersey, que opera sob a jurisdição do Reino Unido. No anúncio, o CFO da Binance, Wei Zhou, cita especificamente a “incerteza iminente sobre o Brexit “ como o motivo da nova filial. Podemos esperar que a Binance Jersey continue a crescer assim que o Brexit se tornar realidade.

Todas as exchanges acabarão sentindo o aperto do Brexit, mas foram feitos esforços para evitar deixar os clientes do Reino Unido no escuro. As rampas da Fiat para comprar criptomoeda com a libra britânica permanecerão basicamente as mesmas, mas podem envolver novos processadores de pagamento para acompanhar as regulamentações. Além disso, pode-se ver mais exchanges de criptomoedas abrir escritórios em Dublin e tornar-se a “hotspot blockchain “, devido ao Brexit. A posição única da Irlanda como um membro da UE e vizinho do Reino Unido o torna a base perfeita de operações para esses dois mercados. A Coinbase já fez a mudança e muitas outras exchanges provavelmente se seguirão.

Em suma, o Brexit não trará a loucura legal caótica que todos estavam esperando. Com um período de transição de 11 meses após 31 de janeiro, as exchanges de criptomoedas e serviços relacionados terão tempo de sobra para resolver quaisquer ambiguidades legais.

Faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter. Assim ficará por dentro das últimas notícias sobre criptomoedas e blockchain acontecendo no Brasil e no mundo.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Criado nos EUA, Lucian se formou em História Econômica. Jornalista freelancer, ele é especialista em escrever sobre o espaço de criptomoedas e a 'quarta revolução industrial' digital em que nos encontramos.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá