Para Criptomaníacos Isolamento Social Defendido pela OMS e Adotado Pelos Governos no Mundo São Uma Violação dos Direitos Individuais

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Criptomaníacos faz uma série de tweets defendendo o direito individual

  • Eles usam o direito que a mulher tem sobre o seu próprio corpo para explicar que o isolamento social não é ético

  • Eles defendem que o direito coletivo não seja colocado em cima dos direitos individuais

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Por meio do seu twitter, o Criptomaníacos, plataforma de educação financeira voltada aos ativos digitais, publicou um texto dizendo que o distanciamento social defendido pela OMS e adotado por quase todos os países no mundo para tentar conter o avanço do coronavírus é uma violação dos direitos individuais.



No texto a plataforma defende que a medicina e a ciência precisam ser limitadas por princípios éticos, e que a decisão de adotar esse isolamento deveria ser feita pelo indivíduo e embasada pela ética, não por pressão das campanhas feitas por artistas, jornalistas e influenciadores.

Eles citam que um médico não pode realizar uma operação em uma pessoa a não ser que ela concorde com isso, e que cabe ao médico somente o direito de persuadir. O mesmo teria que acontecer com um “médico coletivo”, que, segundo eles, seria considerado a OMS.



O corpo da mulher x isolamento social

Em seus tweets, o Criptomaníacos, para facilitar o entendimento, usou o corpo da mulher como exemplo. Segundo eles, mesmo em circunstâncias extremas o governo não teria direito de usar o corpo da mulher em prol de um bem coletivo.

Em um dos tweets eles citam uma situação descrita pela escritora Margaret Atwood no seu livro The Handmaid’s Tale, onde a população dos Estados Unidos estava perigosamente em declínio, devido aos vários casos de infertilidade e as mulheres férteis perderam o direito sobre o próprio corpo sendo obrigadas a procriar.

“É o principal direito e o que mantém todos os outros de pé: o direito à vida e a propriedade. Se este for retirado, nenhum outro importa.”

Ainda segundo eles o pensar no coletivo fez com que bilhões de pessoas fossem proibidas de fazerem o que bem quiserem com seus corpos. E que, ainda que algumas pessoas falem que infectar terceiros com uma doença seja considerado uma agressão, não se pode usar esse argumento como uma medida preventiva para tirar a liberdade de potenciais agressores.

E que se esse princípio for válido, ele precisa atingir a todos. Portadores de HIV deveriam ser proibidos de sair de casa ou de terem relações sexuais e motoristas de carros deveriam ser proibidos de dirigir, já que essas ações são potenciais ameaças.

Eles dizem que, ainda que proibir soropositivos de sair e extinguir veículos automotores seja melhor para o coletivo, não é legítimo que essas pessoas percam os seus direitos.

O isolamento social feito por pressão social

O criptomaníacos diz que nós vivemos em uma cultura com ideias coletivistas e altruístas, que, segundo eles, são anti-capitalistas. E o estopim para que os governantes decidissem optar pelo isolamento social foram as campanhas criadas por artistas, jornalistas e influenciadores.

“Todo esse acontecimento, essa comoção global que estamos vivendo, não é de fato médico ou científico, e sim um fenômeno cultural, causado principalmente por pressão social.”

Eles ainda dizem que nós, como população, continuamos buscando a mesma falsa segurança, de pedir ajuda às autoridades, todas as vezes que surge uma nova ameaça. E que esse apelo à autoridade continua servindo como justificativa para que seja definido o que é certo ou errado.

“ O senso de altruísmo é a forma primitiva, e ainda eficaz, de governos retirarem direitos das pessoas. Somente avançaremos como sociedade, quando este senso for substituído pela Ética. “

O BeInCrypto entrou em contato com o Criptomaníacos pedindo para que eles comentassem sobre os tweets,  mas até omomento não obtivemos resposta.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Mercadóloga, mestra em estratégia e estudiosa do mercado financeiro. Entusiasta do Bitcoin, começou a escrever sobre criptomoedas em 2017 e nunca mais parou. Atualmente é colaboradora do portal BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá