Criptomoedas “Invadem” o Mundo dos Games na “São Paulo Play Week”

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Maior evento sobre games vai abordar moedas digitais e monetização de jogos.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

As criptomoedas não vão ficar de fora da “São Paulo Play Week”. Considerado o maior evento sobre games do Brasil, o Bitcoin e outras criptomoedas ganham espaço nas semanas em que as atividades do evento devem acontecer. Serão onze dias com programações variadas que incluem o “VII Festival Games for Charge”.



A indústria de games e as criptomoedas estão conectadas desde a criação do Bitcoin. No código da criptomoeda Satoshi Nakamoto já apresentava ligações do Bitcoin com jogos como o Cassino, por exemplo. Além disso, moedas digitais ganham cada vez mais espaço entre as formas de monetização de jogos de videogame.

São Paulo Play Week vai abordar criptomoedas



As criptomoedas vão ser apresentadas em palestras que envolvem a programação da São Paulo Play Web. O evento é voltado para a indústria de games, mas são as criptomoedas como o Bitcoin que devem ser o centro das atenções quanto ao assunto de monetização de plataformas.

Vários projetos do mercado de criptomoedas estão sendo integrados como sistemas de monetização de videogames. As criptomoedas permitem que jogos sejam monetizados por um conjunto de dados administrados através da tecnologia blockchain.

O sistema digital de monetização das criptomoedas permite que jogos integrem plataformas que já atuam no mercado. No caso da São Paulo Play Week, as criptomoedas devem ser citadas também no minicurso “A monetização lúdica e o futuro Nas indústria criativa”. 

Indústria de videogames movimenta US$ 143 bilhões

Games representam a maior indústria de entretenimento do planeta. Até mesmo o cinema não é páreo para a indústria de games. Em 2018 foram arrecadados US$ 143 bilhões no comércio de jogos eletrônicos. Enquanto que somente na América do Norte este valor foi de US$ 43,4 bilhões. Por outro lado, no Brasil foram movimentados apenas US$ 1,5 bilhão em 2018.

Em comparação com 2017, o crescimento da indústria de games foi de 17% a nível mundial. A arrecadação da indústria de videogames poderia ser vertida em Bitcoin com uma futura adesão das criptomoedas, por exemplo. Sendo que algumas criptomoedas já são utilizadas como forma de monetização de plataformas de videogames há algum tempo.

Startups concorrem a prêmio durante evento

Na próxima sexta-feira (15) termina o prazo de inscrição para startups do setor de videogames participarem do Pitch of Charge. Algumas ideias serão selecionadas para serem apresentadas entre os dias 28 de novembro a oito de dezembro.

Através de apresentações rápidas, os inscritos defenderão os projetos para uma comissão que selecionará os vencedores desta etapa. O anúncio das startups selecionadas acontecerá no final da São Paulo Play Week.

Os vencedores devem receber uma mentoria para os projetos escolhidos e participarão do Game for Change Festival, que acontecerá em Nova York em 2020. A Abragames também deverá incluir as startups vencedoras na “Cidade do Conhecimento”, uma plataforma de criptomoedas.

Organizado pela “Games for Change” o evento terá a participação da G4C Accelerator. A empresa é considerada uma das maiores aceleradoras de projetos da indústria de videogames dos Estados Unidos.

Você gosta de videogames e criptomoedas e vai participar da “São Paulo Play Week”? Comente sobre a notícia e compartilhe no Twitter!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá