Crise do Petróleo: Queda de Preço Não Chega às Bombas em Abril

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Refinarias reduziram 50%, mas queda não é transferida para bombas

  • Gás de cozinha é o que menos cai

  • Petróleo americano segue caindo e Petrobrás aumenta produção

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A crise que despenca o preço do barril de petróleo há dias ainda não se reflete em combustível mais barato na mesma proporção. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a gasolina passou por redução de 7,1% e o diesel de 5,4% nos postos no mês de abril. No entanto, os valores cobrados nas refinarias já apresenta abatimento que chega a 50%.



A queda é ainda menor no gás de cozinha, que caiu apenas 0,14% neste mês. A resistência do preço tem ligação com o aumento do consumo durante o período de isolamento social. Na semana passada, o botijão de 13 kg variava entre R$ 50 e R$ 115 no país, com valor médio de R$ 69,81.

A queda de preço nas refinarias acompanha uma subida de produção de 14,6% da Petrobrás. No primeiro semestre, a empresa produziu 2.909 milhões de barris de petróleo. No mesmo período do ano passado, havia bombeado 2.538 milhões. Segundo a estatal, a queda de demanda não vem impactando de forma substancial as vendas.



Baixa Demanda por Petróleo

O petróleo passa por um momento de queda drástica na demanda. A razão é a paralisação das economias mundiais em meio à pandemia. Rússia e OPEP concordaram reduzir a produção, mas analistas avaliam que a medida não é suficiente para evitar estoques lotados. Esse impasse está no centro da queda histórica do petróleo WTI para patamar negativo em contratos futuros com vencimento em maio.

O movimento ainda não se repete para o mês seguinte, mas os barris já sofrem forte queda. O petróleo WTI para junho desvalorizou 20% apenas na madrugada desta terça-feira. No começo da manhã, perde outros 3% e é negociado a US$ 12,37. O barril do Brent, por outro lado, sobe 3,3% e é cotado em US$ 20,65.

Ao mesmo tempo, os serviços de transporte e armazenagem de petroleiros aumentaram de preço nos Estados Unidos, onde o petróleo WTI é negociado. A alta seria provocada pela sobrecarga da infraestrutura de logística do setor, que tem de lidar com armazéns abarrotados.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá