Curso de Blockchain do Santander Pode Virar Emprego

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Banco aposta em oferecer formação para atrair novos colaboradores.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A blockchain está sendo requisitada pelo banco Santander. A instituição oferece milhares de bolsas para cursos de aperfeiçoamento voltado para esta tecnologia. Em parceria com o MIT, aprender blockchain com o Santander pode se transformar em um estágio e ou emprego.



Novas tecnologias dominam o mercado e já se firmam como o futuro de muitos processos envolvendo o espaço digital. Entre as novidades que devem dominar o mundo nos próximos anos está a blockchain. Ela faz parte de um conjunto de ideias que estão sendo incorporadas por gigantes como o Santander, por exemplo.

Contando com a excelência de ensino do Massachusetts Institute of Technology, o programa prevê a escolha de estagiários e até de funcionários para o Santander. Sendo assim, o aperfeiçoamento é capaz de terminar em um posto de trabalho no banco espanhol.



Curso sobre blockchain seleciona alunos

No total, o Santander está oferecendo 2.800 vagas em vários cursos voltados para novas tecnologias. É através desses aperfeiçoamentos oferecidos que a tecnologia blockchain é explorada.

São 14 países escolhidos para que essas vagas sejam ofertadas. E dentre eles, claro, está o Brasil. O programa é chamado de “Becas Santander for Mit Leading Digital Transformation”.

Além da tecnologia blockchain, confira outras temáticas abordadas em cursos do programa:

  • Computação na Nuvem
  • Internet das Coisas
  • Inteligência Artificial
  • Cibersegurança

Aulas de blockchain em inglês e espanhol

O Santander oferecerá os cursos em inglês e espanhol, incluindo aquele que aborda a tecnologia blockchain. Os selecionados deverão estudar durante cinco semanas de envolvimento com a formação oferecida pelo banco.

Os cursos são voltados para estudantes que ainda estejam cursando a universidade. Por outro lado, quem já terminou a faculdade e até a pós-graduação não ficarão de fora e podem participar do Becas Santander for MIT Leading Digital.

Nessa primeira fase, os inscritos escolhem qual curso desejam fazer, onde a tecnologia blockchain está entre as temáticas das formações oferecidas. É em uma segunda fase que o Santander deve escolher participantes para seu programa de estágio e carreiras.

300 alunos selecionados pelo Santander

Depois da formação inicial será oferecido a 300 alunos uma segunda fase de cursos. Nesta etapa, os selecionados devem escolher apenas entre três cursos que continuarão a ser ofertados pelo banco espanhol.

A tecnologia blockchain parece ser algo importante para a instituição bancária. Ainda na segunda etapa, o blockchain é tema de um dos três cursos oferecidos na fase final da formação.

Os cursos da segunda etapa são divididos nas seguintes temáticas:

  1. Blockchain: Disruptive technology
  2. Machine Learning:From Data To Decision
  3. Cloud & DevOps: Continuous Transformation

O anúncio dos cursos foi realizado recentemente pelo banco Santander. Para quem deseja se especializar com o Becas Santander for MIT Leading Digital as inscrições estão abertas até o dia 15 de março de 2020. Para se inscrever basta clicar aqui.

Quanto ao resultado dos selecionados, este deverá ser divulgado no dia 15 de março, conforme cronograma do programa de formação.

Os alunos da segunda etapa podem participar do programa de estágio e de emprego do Santander. Ou seja, o aperfeiçoamento na tecnologia blockchain é capaz de virar até um emprego.

Qual sua opinião sobre o Santander oferecer uma formação voltada para a tecnologia blockchain? Comente sobre o programa e não deixe de compartilhar no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá