Dataprev: CNPJ em blockchain libera acesso a empresas enquanto site cai por Auxílio Emergencial

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • b-CNPJ, versão em blockchain do cadastro de empresas, já pode ter acesso liberado a entes privados.

  • Ferramenta é do Dataprev, empresa de TI do Governo com sites fora do ar nesta quinta-feira (1).

  • Falha pode estar ligada às consultas de liberação do Auxílio Emergencial.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Governo Federal divulgou na tarde da última quarta-feira (31) que o serviço blockchain b-CNPJ (ou bCNPJ) já pode receber pedidos de acesso por empresas privadas.



O b-CNPJ é um sistema que permite consultar dados do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica por meio de um sistema baseado em rede blockchain.

O anúncio da ferramenta criada pelo DataPrev vem em momento em que o site da empresa TI da Previdência cai em dia de abertura de consultas para o Auxílio Emergencial.



Em testes realizados pelo BeInCrypto, diversas páginas do DataPrev aparecem fora do ar, acusando falha de carregamento. Um dos erros acusa falta de memória disponível, falha que costuma indicar sobrecarga no servidor que hospeda o site.

Site do Dataprev sai do ar nesta quinta-feira (1); motivo pode ser consulta de Auxílio Emergencial (Reprodução/BeInCrypto)

Um dos motivos parece ser o alto pico de acesso no site consultaauxilio.dataprev.gov.br, criado pelo Governo Federal para verificar a disponibilidade da nova fase do Auxílio Emergencial. Após longa espera, a consulta está disponível a partir desta quinta-feira (1).

Trabalhadores informais já podem consultar se poderão receber as novas parcelas da ajuda informando CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. 

Quem já é inscritos no CadÚnico ou beneficiário do Bolsa Família não precisa consultar, já que as parcelas serão depositadas automaticamente. Ainda não há data para o início dos pagamentos, mas o primeiro será ainda em abril.

b-CNPJ e b-CPF

BCNPJ (Divulgação/Governo Federal)

O b-CNPJ é uma ferramenta desenvolvida pelo Dataprev em parceria com a Receita Federal que executa o processamento e armazenamento de dados relacionados a empresas brasileiras “de forma segura, por meio de canais criptográficos e certificado digital”.

O sistema de CNPJ roda em uma blockchain permissionada, ou seja, que tem nós fechados que requerem liberação para acesso de agentes externos. Por esse motivo, o o acesso ao b-CNPJ funciona via concessão.

Inicialmente, o serviço era dirigido apenas a órgãos públicos e autarquias, além de instituições com convênio vigente com a Receita. O Tribunal de Santa Catarina foi o primeiro a adotar a solução, em dezembro de 2020, meses depois que já havia aderido ao b-CPF, cuja implementação aceleraria a distribuição do Auxílio Emergencial.

Apesar do foco em empresas públicas, o governo agora divulga a possibilidade de empresas privadas terem acesso ao sistema blockchain de documentos. Para isso, é preciso solicitar autorização à Receita Federal pelo e-mail divac.df.cocad@rfb.gov.br, com justificativa, nome e CNPJ do interessado.

Além disso, após a autorização, a empresa deve ainda garantir adequação aos requisitos técnicos exigidos para comunicação, segurança e operação da rede blockchain do Dataprev.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá