“DeFi é um experimento”: conferência aponta principais dificuldades da DeFi

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O BeInCrypto acompanhou uma das palestras da Conferência Futurista Canadense.

  • Vários influenciadores do setor discutiram como o DeFi poderia competir ou até mesmo substituir as finanças tradicionais.

  • Muito se falou sobre segurança e confiabilidade no sistema.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O BeinCrypto teve a oportunidade de participar de uma das muitas palestras realizadas na Conferência Futurista Canadense (Canadian Futurist Conference). Vários influenciadores do setor descentralizado discutiram como as Finanças Descentralizadas (DeFi) poderiam atrapalhar ou competir com as finanças tradicionais.



Além das áreas de melhoria para maior adoção pelo público, todos os palestrantes concordaram com o futuro promissor do setor. A conferência online aconteceu nos dias 11 e 12 de novembro.

Crescimento exponencial para o setor descentralizado

Como introdução, Brian Norton, COO da MyEtherWallet, apontou que o DeFi é um “termo amplo” que pode se referir a qualquer forma de ativos digitais, como Bitcoin ou Ethereum.



Recentemente, o termo foi expandido para incluir uma série de serviços financeiros descentralizados, como derivativos ou AMM (Automatic Market Marker). Ao contrário do sistema financeiro tradicional e centralizado, esses serviços DeFi têm a vantagem particular de serem “sem permissão” e não exigirem um intermediário.

Recentemente, o DeFi experimentou um “crescimento exponencial”, como Brian Norton apontou. Seu TVL subiu de US $ 1 bilhão em fevereiro para mais de US $ 13 bilhões nos últimos dias.

“Sustentabilidade, confiança e simplicidade”

De acordo com Yonathan Lapchik, CEO da SUKU e outro participante do chat, as finanças descentralizadas podem atrapalhar ou até mesmo substituir certas partes das finanças tradicionais, com base em três elementos principais:

  1. Aqueles com menos valor para o consumidor,
  2. Aqueles que atrapalham mais os usuários e
  3. Aqueles que são mais difíceis de acessar.

Por exemplo, ele mencionou consumidores com fundos menores que não podem se beneficiar de certos empréstimos ou serviços de investimento.

Dito isso, para competir com finanças centralizadas e, mais importante, para encontrar seu lugar entre um número maior de usuários, Lapchik acredita que o DeFi também deve se concentrar no aprimoramento de três recursos cruciais.

Em primeiro lugar, segundo ele, as finanças descentralizadas devem ser um setor viável e sustentável em termos de estratégia. Ele citou notavelmente o efeito de bolha e o enorme influxo de fundos direcionados aos protocolos DeFi antes que os investidores finalmente retornassem a portos seguros como o Bitcoin.

O Sr. Lapchik acredita que esses “experimentos são fascinantes”, mas “não são viáveis”, acrescentando:

“Precisamos encontrar nossos usuários reais.”

Em segundo lugar, ele mencionou a importância de “confiar no código” antes de tudo, como fizeram outros palestrantes na conferência, que o ambiente DeFi e suas ferramentas ainda são “muito difíceis” de usar e muito complexas do ponto de vista tecnológico para serem atraente para um público mais amplo.

DeFi: um experimento com potencial para adoção?

Referindo-se ao recente hack da KuCoin, Brian Norton também concordou que o DeFi ainda é um “experimento”, lembrando:

“Você vai colocar as economias de sua vida nas mãos de uma empresa que mal conhece? […] Faça sua pesquisa. ”

Dito isso, apesar da juventude e do aspecto ainda experimental desse setor, muitos pensam que o DeFi tem tudo para se tornar uma alternativa cada vez mais válida às finanças tradicionais.

Greg Keough, o fundador da DMM Foundation e palestrante no evento, disse que o rendimento atraente do setor pode torná-lo uma solução de investimento nova e complementar para varejistas e instituições.

Finalmente, todos os palestrantes concordaram que até 2021, o DeFi poderia continuar a crescer exponencialmente, talvez atingindo “centenas de bilhões de dólares” em TVL.

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá