DOGE, XRP, BTG e outras criptomoedas que mais subiram em abril

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A DOGE subiu quase 500% em abril.

  • XRP e KCS podem ter completado retrações da quarta onda.

  • SOL e MATIC atingiram níveis máximos em 27 e 28 de abril, respectivamente.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.
O mês de abril foi relativamente neutro para criptomoedas. Enquanto várias altcoins subiram em mais de 100%, o Bitcoin (BTC) caiu ligeiramente. Além disso, os aumentos ainda são decididamente inferiores aos de março, em que cinco moedas subiram mais de 500%.

As dez moedas que mais subiram em abril são:

Patrocinados



Patrocinados
  1. DOGE – 484%
  2. BTG – 132%
  3. KCS – 145%
  4. ETC – 144%
  5. SOL – 141%
  6. ZEN – 138%
  7. XRP – 136%
  8. VET – 127%
  9. MKR – 104%
  10. MATIC – 102%

Dogecoin (DOGE)

A DOGE é uma criptomoeda baseada em um meme da Internet que, embora tenha sido inicialmente criada como uma piada, começou a ganhar popularidade com várias celebridades – entre elas, Elon Musk. O preço do ativo subiu consideravelmente em abril.

Até o momento, seu principal caso de uso tem sido dar dicas em comunidades online como o Reddit. Apesar de não ter um caso de uso importante nem oferecer nada particularmente novo para a indústria de blockchain, a DOGE é conhecida por ter altas significativas durante seus ciclos de mercado.

Patrocinados



Patrocinados

Em 25 de abril, ela foi listada na exchange Bitrue. Quanto ao movimento de preços, DOGE tem caído desde que atingiu o preço mais alto de todos os tempos de US$ 0,45 em 16 de abril. No entanto, ela aparentemente inverteu sua tendência em 23 de abril e ainda deve subir gradualmente em direção a um novo preço máximo histórico.

Bitcoin Gold (BTG)

O BTG é um fork do BTC criado em outubro de 2017 no bloco 419.406. Embora compartilhe muitos fundamentos semelhantes com o BTC, a principal diferença é a permissão de mineração com GPUs normais, em vez de ASICs mais especializadas.

As recompensas de mineração de GPU são distribuídas de maneira mais uniforme, uma vez que a barreira de entrada é bastante baixa e bastante acessível a todos. Portanto, o BTG visa restaurar a descentralização para a rede Bitcoin.

Seu preço vem caindo desde 11 de abril, quando atingiu uma máxima de US$ 119. Até agora, ele saltou no nível de suporte de retração Fibonacci de 0,382, em US$ 76. O próximo suporte é encontrado em US$ 63.

KuCoin Token (KCS)

O KCS é o token nativo da exchange KuCoin, lançado pela primeira vez em 2017. Ele permite que os traders extraiam valor através da divisão da receita, o que é feito na forma de dividendos diários. Os usuários que possuem um número significativo de KCS recebem dividendos diários das taxas de negociação na corretora.

O valor exato do dividendo depende das participações de KCS e do volume diário de negociação. Além disso, os usuários que usam KCS para pagar as taxas de negociação na KuCoin podem aproveitar descontos significativos de até 80%.

A KCS foi listada na exchange AscendEX em 19 de abril e chegou à MXC dois dias depois. A KCS está caindo desde 10 de abril, mas conseguiu se recuperar em 17 de abril, potencialmente completando uma quarta onda de recuo.

Ethereum Classic (ETC)

O ETC é um fork da Ethereum lançado em julho de 2016, criado a partir de um desentendimento entre participantes da rede ETH. Mais especificamente, a divergência era sobre a forma como um hack deveria ser tratado e se a blockchain deveria ser revertida ou não para neutralizar seus efeitos.

Seu apelo inicial foi principalmente com aqueles que não estavam de acordo com a resposta da Ethereum. No entanto, desde então, ganhou um número maior de seguidores, conforme observado pela listagem em um dos fundos de investimento da Grayscale.

O ETC tem caído desde 17 de abril, mas conseguiu saltar para o nível de suporte de retração Fibonacci de 0,618, em US$ 25, em 23 de abril, e tem se movido para cima desde então.

Solana (SOL)

O token SOL foi lançado em março de 2020, ,as ideia do projeto começou ainda em 2017. Semelhante ao ETH, o protocolo SOL permite a criação de aplicações descentralizadas (dApps). Uma das facetas mais exclusivas do SOL é seu mecanismo de consenso de prova da história.

Um foco de longo prazo para a Fundação Solana continua estimulando o acesso às finanças descentralizadas (DeFi) em todo o mundo.

O token SOL tem aumentado parabolicamente desde 17 de abril e ultrapassou a resistência de retração de Fibonacci externa de 2,61. Ele conseguiu atingir um novo preço máximo em 27 de abril e a próxima resistência mais próxima é encontrada em US$ 52,50.

Horizen (ZEN)

A ZEN foi lançada em maio de 2017 e é suportada por uma infraestrutura descentralizada de mais de 40.000 nós, o que permite a criação de múltiplas cadeias laterais. Mesmo vinculados à blockchain original, eles podem ser executados simultaneamente a ele.

A cadeia principal usa tecnologia de prova de trabalho (PoW), enquanto as cadeias laterais usam tecnologia de prova de participação (PoS).

A ZEN se concentra na privacidade de dados e permite que empresas e entidades construam suas próprias blockchains usando essa tecnologia sidechain, conhecida como “Zendoo”.

O token foi listado na LBank em 21 de abril e tem subido desde 18 de abril, após saltar na área de suporte de US$ 86. No entanto, a moeda potencialmente criou um padrão de topo duplo.

XRP (XRP)

XRP é o token nativo da plataforma de pagamentos RippleNet. O objetivo da empresa é oferecer transferência instantânea de dinheiro em todo o mundo. Já o do XRP é eventualmente atuar como uma alternativa aos sistemas de pagamento atuais, como o SWIFT.

Semelhante ao KCS, o XRP parece ter completado um retrocesso da quarta onda e agora está mirando em novos máximos.

VeChain (VET)

A VeChain (VET) foi lançada em junho de 2016. Ela é uma plataforma de aplicativo blockchain que visa criar um ecossistema para ajudar a resolver problemas importantes de gerenciamento da cadeia de suprimentos.

O VET é um dos dois tokens nativos da blockchain (junto com o VTHO) que são usados ​​para criar valor. Seu modelo é atraente para empresas que buscam reduzir perdas na cadeia de suprimentos.

O ativo tem caído desde 17 de abril e, embora tenha iniciado um salto, uma vez que atingiu o suporte de retração de 0,5 Fibonacci em US$ 0,146, ainda está sendo negociado abaixo da área de resistência de US$ 0,225.

Maker (MKR)

O MKR é o token de governança do Maker Protocol e da MakerDAO, lançado em 2017. e permite que os usuários gerenciem e emitam a stablecoin DAI. Embora os tokens MKR não paguem dividendos, eles dão aos detentores ações com direito a voto sobre o desenvolvimento do Maker Protocol.

O ecossistema Maker foi um dos projetos pioneiros da cena DeFi. O MKR tem subido desde que saiu de uma linha de resistência descendente em 12 de abril. Pouco depois, conseguiu recuperar a área de US$ 3.050. A próxima resistência mais próxima é encontrada em US$ 5.245.

Polygon (MATIC)

A Polygon é uma plataforma construída na blockchain Ethereum. Seus usos permitem a transformação do ETH em um sistema multicadeia, semelhante aos do Cosmos (ATOM) e da Avalanche (AVAX). Além disso, tem as vantagens integradas da segurança e do ecossistema da Ethereum. Além disso, ela fornece sua própria carteira, usada para armazenar criptomoedas.

A Polygon visa conectar diferentes redes de blockchain que são compatíveis com Ethereum. MATIC, o token nativo, existe para ajudar a proteger o sistema e habilita direitos de controle. O token sobe parabolicamente desde que ultrapassou uma linha de resistência descendente em 26 de abril. Em apenas dois dias, conseguiu subir 134%. Ele atingiu um novo preço máximo de US$ 0,8972 em 28 de abril.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Valdrin é um entusiasta de criptomoedas e um operador financeiro. Depois de obter um mestrado em Mercados Financeiros na Barcelona Graduate School of Economics, começou a trabalhar no Ministério do Desenvolvimento Econômico em seu país natal, Kosovo. Em 2019, ele decidiu se concentrar em tempo integral em criptomoedas e negociação.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora