Dogecoin recebe nova atualização após dois anos ‘abandonada’ pelos desenvolvedores

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A Dogecoin (DOGE) recebeu a versão 1.14.3 neste domingo.

  • O projeto foi atualizado pela última vez em junho de 2019.

  • A falta de desenvolvedores fazendo melhorias na rede é uma das principais críticas ao projeto hoje em dia.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Parece que a Dogecoin não está tão abandonada como muitos acreditavam. Uma nova atualização no projeto finalmente chega depois de dois anos de inatividade.



Até mesmo uma criptomoeda ‘meme’ precisa de manutenção e neste domingo (28), os desenvolvedores da Dogecoin voltaram a trazer novidades ao projeto.

A atualização Dogecoin Core 1.14.3 chega com melhorias de desempenho importantes, como o aperfeiçoamento da sincronização do blockchain.



Essa nova versão vai acelerar a troca de informações entre os nós sobre os novos blocos adicionados na rede, reduzindo dessa maneira a capacidade computacional exigida daqueles que validam as transações.

Em segundo lugar, a atualização também reduzirá o tempo padrão que as transações ficam armazenadas no ‘mempool’, o local onde as transações esperam para serem adicionadas a um novo bloco.

Para tornar a rede mais eficiente, o tempo de expiração que antes era de 336 horas, caiu agora para 24 horas.

De acordo com a página da Dogecoin no GitHub, a última atualização que a criptomoeda recebeu foi no dia 8 de novembro de 2019. No entanto, a versão 1.14.2 publicada no dia trazia uma simples correção de bugs. Assim sendo, a última melhoria de fato da rede é ainda mais antiga, de junho de 2019.

Dogecoin está abandonada?

A Dogecoin foi criada em 2013 através de um fork do Litecoin e não tinha qualquer ambição de ser um ativo sério.

A criptomoeda meme, no entanto, angariou uma série de fãs no decorrer dos anos, sendo Elon Musk um dos mais apaixonados. A influência do bilionário no ativo é evidente e seus comentários no Twitter resultam na valorização quase imediata da DOGE.

Desde então, o aumento de investidores levou a Dogecoin para a posição #14 entre as maiores criptomoedas no mercado. Nesta segunda-feira (1), ela vale US$ 0.049 e sua capitalização de mercado está em torno de US$ 6,4 bilhões. 

A popularização da DOGE, no entanto, teve seus impactos negativos. O aumento de fluxo na rede intensificou os problemas de escalabilidade, o que por sua vez impacta na agilidade das transações. 

Dessa maneira, o atual desenvolvedor líder da Dogecoin, Ross Nicoll, se juntou a quatro programadores para implementar melhorias no projeto neste ano.

Conforme Nicoll declarou ao CoinDesk há algumas semanas atrás, a Dogecoin não está abandonada como muitos imaginam.

“As pessoas dizem que é uma piada, mas tomamos muito cuidado ao cuidar do código. Quando decolou, houve um ressurgimento das atenções e queremos manter a moeda operacional.”

A falta de desenvolvedores trabalhando para melhorar a Dogecoin é uma das principais críticas feitas pelos especialistas do mercado. O fundador da empresa de dados CoinMetrics, Nic Carter, afirma que a DOGE é uma “forma antiga de Bitcoin abandonada pelos desenvolvedores, sendo agora apenas uma casca vazia”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá