Dólar avança para R$ 5,48 e Ibovespa recua em semana com Bitcoin a -14%

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Dólar volta a subir com crescimento de receio fiscal.

  • Ibovespa também recua e sofre com queda do petróleo.

  • Já o Bitcoin patina e volta a subir, mas segue com 14% negativos na semana.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O dólar voltou a subir frente ao real e bateu R$ 5,48 na tarde desta sexta-feira (22). Junto com o Ibovespa, o mal desempenho da moeda brasileira está ligado ao aumento do temor pelo rombo nas contas públicas em 2021.



Enquanto isso, o Bitcoin voltou a patinar e fechou a semana com queda de 15%, segundo dados do agregador de criptomoedas Coingecko. Confira, a seguir, um resumo do que aconteceu com dólar, Ibovespa e BTC nos últimos dias.

Dólar avança para R$ 5,48

O dólar não para de subir em 2021. A moeda americana abriu o pregão de sexta-feira (22) em alta e foi a R$ 5,48. Embora abaixo dos R$ 5,50 de duas semanas atrás, a moeda já acumula subida de cerca de 3,5% nesse início de ano.



O câmbio reage ao mal humor dos mercados mundiais por conta do surgimento de novos casos de coronavírus na China. No entanto, há forte influência também do ambiente interno. Além do aumento de infectados e mortes pela Covid, o mercado tem receio de novo fechamento de estabelecimentos e piora da crise econômica.

Um dos agravantes foi uma declaração de Rodrigo Pacheco, candidato de Bolsonaro à cadeira do senado. Nesta sexta, o senador pelo DEM defendeu a prorrogação do Auxílio Emergencial, o que, na visão de investidores, poria em risco do teto de gastos.

Ibovespa perde os 120 mil pontos

Na sintonia com o dólar, o Ibovespa voltou a cair e perdeu os 120 mil pontos. A bolsa brasileira passou por um fechamento de semana de realização de lucros, acompanhando o movimento no exterior. Além dos mesmos temores fiscais e da crise causada pela pandemia, o desempenho do petróleo voltou a influenciar diretamente no índice.

O preço da commodity voltou a recuar no mercado exterior por conta da nova queda de demanda. Dessa maneira, as ações da Petrobrás, que tem grande participação no Ibovespa, sentiu o baque. O índice registrava 116,9 mil pontos por volta das 17h30, recuo de 1,18% no dia e 2,84% na semana.

Bitcoin respira, mas cai 14% na semana enquanto baleias acumulam

O Bitcoin fecha a semana com respiro importante após cair a US$ 28.800. A criptomoeda se recuperou nesta sexta e foi a US$ 33.700, segundo o Coingecko. Ainda assim, na semana o BTC cai 14% após abrir o período a US$ 36.300. Apesar disso, baleias continuam acumulando.

Também na última semana, por exemplo, a Grayscale fez a maior aquisição diária de Bitcoin. Já a Microstrategy voltou a comprar BTC, dessa vez por um preço médio na casa dos US$ 31.000. Apesar da perspectiva de correção de médio-prazo, esses são mais alguns sinais de que, no longo-prazo, a perspectiva segue de apreciação.

No Brasil, o Bitcoin exerceu bem seu papel de dupla proteção. Com a subida do dólar, o Bitcoin aparece negociado, em média, por R$ 185 mil, segundo o Cointrader Monitor.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá