Dólar à R$6,9 e Crise Interna: O Cenário Atual do Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Euro e Dolar em alta historica

  • Politica e intrigas geram desconfiança no mercado

  • Onde é possível guardar com segurança seu dinheiro?

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Dólar vendido a quase R$ 7  em casas de câmbio gera corrida por uma gigantesca repartição monetária.



Todo mundo sabe que o dólar já vinha em uma alta fortíssima por conta da crise criada pela pandemia atual, o que o pessoal não esperava é que com a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça, esse crescimento se torna-se ainda mais forte e intenso.

A cotação do dólar, que até agora já estava em disparada, recebeu esse empurrão de bandeja por conta da movimentação política atual. Analistas e operadores de câmbio dizem que a moeda norte-americana vai continuar a ser supervalorizada dentro de um curto prazo.



O dólar comercial está valendo, atualmente, R$5,6 em média, mas já chegou a atingir R$5,7, e as coisas caminham cada vez mais para que a moeda continue assim. A cotação para compra em espécie está por volta de R$ 5,87, mas a moeda já foi encontrada por valores bem maiores, principalmente para carregamento de cartão pré-pago, onde a cotação chegou a quase R$ 7.

Mas as notícias não terminam por aqui. Além do dólar em si, o euro também vem em alta, e está valendo mais do que o dólar atualmente, com valores semelhantes, mas que passavam dos R$ 7 em alguns lugares.

A verdade é que a pandemia que vivemos atualmente tem causado diversas mudanças severas em nossa vida, provocando diversas medidas em bancos centrais ao redor do mundo inteiro, no intuito de tentar conter os efeitos negativos que estão sendo gerados por conta desse surto. Um dos principais atos tomados é o corte da taxa de juros, para tentar baratear empréstimos para pessoas físicas e jurídicas.

Como o Brasil Está Reagindo a Toda Essa Mudança Global

Em território brasileiro, a taxa de juros Selic já caiu quase 4% ao ano, estando no menor patamar de toda a história brasileira. O porém aqui é que provavelmente ela ainda vai cair mais, sendo que até o final do ano a previsão geral é que os juros caiam para, pelo menos, 3%.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, deu sinais de que isso vai acabar acontecendo na reunião que irá acontecer do Comitê de Política Monetária, que vai acontecer no começo de maio. Ele afirmou que o crédito ofertado pelos bancos está fluindo bem no Brasil.

Com juros pequenos, temos o afastamento de capital estrangeiro aqui no Brasil, já que os investidores internacionais estão procurando sempre aproveitar as taxas de juros que forem maiores. Essa saída de capital vai fazer com que a oferta de dólares caia, influenciando a moeda norte-americana a subir novamente.

Política & Dólar: Um Combo Devastador

O cenário em que vivemos dentro do âmbito político também tem tido grande peso para a cotação do dólar. Com a demissão do Ministro da Justiça Sérgio Moro, que não concordou com a mudança feita no comando geral da Polícia Federal, que foi solicitada por Jair Bolsonaro, as coisas ficam mais quentes aqui dentro.

Moro comentou sobre uma suposta interferência política dentro da PF, e afirmou que essa instituição precisa ter plena independência. A saída do Ministro afeta fortemente o mercado. Primeiro que o mercado odeia qualquer incerteza, e mesmo que fosse outro cenário de demissão, isso também iria fazer as balanças pendem mais para um lado do que para o outro.

Mas como o contexto em que a demissão aconteceu foi bem complicado, as coisas ficam ainda mais tensas. Bolsonaro já é criticado o tempo todo, temos a saída de dois ministros, o tal do Plano Marshall e muitos outros problemas. A verdade é que, politicamente, o momento é extremamente ruim para o Brasil.

Transferências Para o Brasil em Crescimento

Com uma política em crise e juros pequenos afugentando os investidores, os brasileiros que estão com dinheiro no exterior estão correndo para transferir os recursos de volta para o Brasil, querendo aproveitar o câmbio gigantesco e assim lucrar mais com a conversão.

No primeiro trimestre deste ano, entraram em território nacional quase 1 bilhão de dólares em transferências feitas por pessoas físicas. A título de comparação, ano passado o valor não chegou nem em 300 milhões de dólares.

É uma injeção grande de dinheiro, mas não se compara ao dinheiro que foi embora junto com os grandes investidores. E mesmo o pessoal que está trazendo dinheiro de fora vai ter de fazer isso com cautela, já que depois de passar pelo câmbio, é capaz de que o dinheiro transferido acabe desvalorizado em pouco tempo.

É por conta disso que tem se tornado tão importante assim ter um local seguro onde aplicar seu dinheiro, que não sofra tanto e que se recupere de forma muito mais célere de qualquer tipo de advento.

Não é a toa que muitas pessoas estão começando a se interessar pelas criptomoedas agora, que são uma opção bem diversa e descentralizada de manter seu dinheiro ativo, seguro e ainda por cima com a possibilidade de rentabilidade, desde que você saiba o que está fazendo com ele.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá